Clubes pressionam, e Campeonato Carioca deve ter aumento de receita

Empresa responsável pela comercialização deve elevar renda entre R$ 40 e R$ 45 milhões

Desde que o Campeonato Carioca rompeu com a Globo, em 2020, a FERJ e os clubes precisaram negociar novos acordos de transmissão do torneio, que valiam R$ 90 milhões. Na última edição, após acerto com a Record para exibição em TV aberta, além das assinaturas pay-per-view, a receita final foi de apenas R$ 26 milhões (valor diretamente afetado pela menor quantidade de jogos do Flamengo). Para 2022, os times pressionaram, e a comercialização deve chegar a uma receita em torno de R$ 40 e R$ 45 milhões, segundo o UOL.

Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Em 2021, no acordo com a Record, ficou estipulado que apenas poderiam ser transmitidos quatro de 11 jogos do Flamengo na Taça Guanabara – por exigência do clube, que visava turbinar a FlaTV. A restrição limitou o valor final das negociações, que deixaram a receita em apenas R$ 26 milhões, já com os valores das tvs dos clubes incluso.

Para a edição 2022, que está prestes a começar, a organização do Cariocão sofreu muita pressão dos clubes, e a Sportsview, responsável pela comercialização dos direitos, busca novas negociações para elevar a receita do Estadual, que deve girar em torno de R$ 40 e R$ 45 milhões. Ainda segundo o UOL, existe a expectativa de arrecadação entre R$ 10 e R$ 15 milhões com pay-per-view, sem a participação dos canais dos times. Ainda assim, o valor é menor do que a Globo oferecia, algo em torno de R$ 45 milhões para as equipes e federações, com a exibição do produto no Premiere.

Com os novos acordos, os clubes pequenos esperam uma renda maior através da exibição em TV aberta. Já a distribuição do dinheiro de pay-per-view não sofrerá alterações, ou seja, será baseada no percentual dos torcedores. Na última edição, o Flamengo embolsou mais de 60% da receita dos pacotes pagos e não demonstra insatisfação com os contratos, diferente dos rivais Fluminense, Vasco e Botafogo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *