Rodrigo Caio está internado no Rio de Janeiro

Zagueiro teve pontos de artroscopia inflamados por bactéria contraída nas férias


Mesmo de férias, alguns jogadores do Flamengo seguem dando trabalho para o clube. A bola da vez é Rodrigo Caio que, em dezembro, passou por cirurgia no joelho, a fim de tratar de problemas anteriores no local. No entanto, ao passar o recesso na ‘natureza’, o zagueiro contraiu uma bactéria que infeccionou um dos pontos do procedimento. Dessa forma, o camisa 3 está, neste momento, internado em um hospital no Rio de Janeiro.

Vale destacar que o procedimento cirúrgico de Rodrigo Caio foi totalmente planejado pelo departamento médico do Flamengo. Após perder a final da Libertadores e ficar sem qualquer pretensão na temporada, o doutor Márcio Tannure preferiu prevenir novas lesões no zagueiro. A artroscopia em si correu bem, sem qualquer intercorrência, mas as férias do camisa 3 acabaram deixando sequelas. A infecção de pele aconteceu na cidade natal do jogador, e ele está em observação no Rio de Janeiro.  A informação é do jornalista Pedro Ivo Almeida.

No momento, Rodrigo Caio está sendo tratado com antibióticos e segue em observação. Tudo indica que o zagueiro não deve ter problemas para se recuperar, mas a torcida do Flamengo parece estar ‘traumatizada’ com seus problemas físicos. Desde 2020, o camisa 3 esteve fora de quase metade dos compromissos do Mais Querido, fato que deixa a Nação inquieta pelo futuro no clube. Mesmo assim, a diretoria do Mengão procurou o staff do atleta para acertar a renovação de contrato.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Por enquanto, Rodrigo Caio é esperado no CT Ninho do Urubu na próxima segunda-feira (10), data marcada para a reapresentação do elenco rubro-negro. A partir daí, o jogador será comandado por Paulo Sousa e iniciará o processo de pré-temporada junto com o restante do grupo. O primeiro compromisso do Flamengo em 2022 será no dia 26 de janeiro, contra a Portuguesa-RJ, em jogo válido pelo Campeonato Carioca.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • KKKKKKKKKKKKKKK! Ochíz, você é um comédia (e dos bons)!!!!

  • Rodrigo caio foi muito importante na conquista da libertadores e do brasileiro, em 2019, eu acredito na sua recuperação e vai conquistar mais uma libertadores e o Brasileirão em 2022, força Rodrigo caio vc vai dar a volta por cima acredite

  • É uma pena que as contusões perseguem esse cara,ele é um baita profissional alem de ser uma ótimo jogador.

  • Tendo o R.Caio no elenco fico pensando porque não fecharam com Dedé não é possível que o R.Caio vai passar 2022 todo no DM novamente cara já deu

  • Desejo tudo de bom para o Rodrigo Caio !!!
    Mas acho que já deu pra ele no Mengão !!!

    Fez 19 partidas em 2021 !!!!!
    O Flamengo joga 90 partidas no Ano e ele não joga nem um terço dos jogos !!!!
    É muito desfalque…..

    Tem que trazer o Pablo Mari urgente

  • Rapaz aconselho urgentemente uma mãe de santo…vai ser ficado assim longe

  • Culpada é a mulher dele. Como pode uma mulher sabendo da situação do marido, não se presta a fazer as honras na cama fazendo a cavalgada montando no colo marido? Precisava ter papai e mamãe ou dog style pro cara acabar infeccionando os pontos do joelho nos lençóis mal lavados da pousada? Muita irresponsabilidade com a carreira do provedor da família.

  • Agora vê. Alguém aqui se fosse jogador do Flamengo, teria deixado de comer uma bela ceia de Natal com a Família com medo de 1 ponto inflamar? Pelo amor de Deus. Parem de ser crianças e desejem o melhor ao próximo, cambada de inútil.

    Criticar o futebol do cara, o salário que receber que não condiz com o numero de partidas que joga, tudo bem, agora julgar o cara pq o ponto inflamou é demais.

  • Moleque podre, além da canelinha de vidro nao consegue nem cicatrizar uma cirurgia. Com 30 anos estará acabado !!!!

  • Cara já deu pra esse zagueiro pqp, não é possível ser tão anti profissional a esse ponto gente, deixar inflamar um ponto de operação aí já é demais