FIFA mantém Mundial de Clubes no formato atual para 2022 e 2023

Compartilhe com os amigos

Ideia de ter ‘mini Copa do Mundo’ deve sair do papel em 2024


Após a derrota do Palmeiras para o Chelsea por 2 a 1, no Mundial de Clubes, a FIFA já começou a planejar a próxima edição do torneio internacional. E foi confirmado, no orçamento da entidade, que o formato da competição se manterá por mais dois anos. Depois de polemizar e tentar ‘mini Copa do Mundo’ com 24 equipes, o orgão máximo do futebol precisará de mais duas temporada para organizar o projeto.

O novo orçamento de 20 milhões de dólares (cerca de R$ 100 milhões) foi aprovado no Conselho da FIFA na última quinta-feira (24). Dessa forma, a entidade confirma, pelo menos, mais duas edições com o formato atual de sete clubes, um de cada continente e um convidado do país sede. Para 2022, já era esperado que o Mundial de Clubes não mudasse repentinamente, por conta do calendário apertado pela Copa do Mundo, que será disputada em meses alternativo: novembro e dezembro.

Antes da pandemia, o Super Mundial de Clubes já era uma realidade. No entanto, o novo coronavírus atrapalhou os planos da FIFA, especialmente por conta do adiamento de competições de equipes e até Seleções. Agora, tudo depende da possível mudança no calendário do futebol internacional para 2025. Se a Copa do Mundo realmente se tornar um evento bienal, ou seja, de dois em dois anos, a ideia de um torneio intercontinental com 24 times deve ser esquecida.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Realizado neste formato desde 2005, o Mundial de Clubes está tendo um domínio cada vez maior dos europeus. Na última década, por exemplo, apenas um time sul-americana venceu o torneio: o Corinthians, em 2012. No mais, apenas equipes do Velho Continente triunfaram. O Flamengo, inclusive, foi um dos que mais chegou perto de desbancar essa soberania em 2019, quando perdeu para o Liverpool (ING) por 1 a 0, na prorrogação, em Doha, no Catar.

Compartilhe com os amigos

Veja também