Paulo Sousa monta estratégia para usar garotos da base no Flamengo em 2022

Desde que chegou, o técnico deu indícios de que olharia com amor para as promessas do clube

Em sua estreia no Flamengo, Paulo Sousa venceu o Boavista por 3 a 0, pelo Campeonato Carioca. Neste duelo, a escalação inicial do Rubro-Negro surpreendeu, visto que foi marcada pela presença de jovens da base entre os titulares.

Em entrevista coletiva, o técnico explicou a utilização dos atletas, que, no geral, recebem poucas oportunidades entre os 11 principais. No entanto, Paulo Sousa utilizou Noga e Cleiton na zaga, além de João Gomes no meio, assim como Hugo que apareceu no gol.

— A tendência é ajudá-los a crescer e a desenvolver conceitos para estarem mais preparados para jogar em alto nível, que é a exigência no Flamengo. São jogadores em zona de transição. Quando os espaços aparecerem, vamos querer ajudá-los competindo. Eles precisam nos mostrar no treino a clareza. Não é só porque são jovens de potencial que vão jogar.

Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!

Cabe destacar que Paulo Sousa levou três jovens para o banco: o goleiro Matheus Cunha, o meia Lázaro e o atacante Matheus França. O arqueiro, por sua vez, já foi promovido ao elenco profissional. A ideia do técnico é utilizar as grandes promessas do Flamengo junto aos atletas mais experiências ao longo da temporada.

Não à toa, desde que chegou ao clube, Lázaro é um dos jogadores que vem recebendo atenção especial. O meia é monitorado de perto por Paulo Sousa, que, inclusive, mexeu na movimentação do jogador nas rodadas inicias do Carioca, quando a equipe era comandada por Fábio Matias.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *