Déjà-vu? Paulo Sousa é o terceiro técnico que Diego Alves tem problemas

Goleiro de 38 anos já protagonizou discussões acalorados em outros episódios


Nesta semana, Diego Alves voltou a ser assunto no Flamengo. Mesmo com pubalgia, o goleiro se colocou à disposição de Paulo Sousa logo após ter reunião com o dirigente Bruno Spindel. Entretanto, o treinador não gostou do episódio e expôs o goleiro publicamente alegando que ‘os processos não são assim’. Dessa forma, o português se torna o terceiro técnico em que o arqueiro de 36 anos desenvolve problemas de relacionamento.

O primeiro episódio de atrito entre Diego Alves e seu técnico aconteceu em 2013. Quando defendida o Valencia (ESP), o goleiro se irritou ao perder a posição de titular para Vicente Guaita. O estopim para a revolta do brasileiro foi não ter sido escalado pelo técnico recém-contratado Nico Estévez no jogo contra o Real Madrid (ESP). Depois do duelo, o arqueiro teve de ser contido por companheiros em discussão com o treinador espanhol. Tal “briga” fez com que o atleta fosse punido com multa.

Em 2018, já no Flamengo, foi a vez de Dorival Júnior ser motivo da ira de Diego Alves. O goleiro se recusou a viajar para Curitiba por saber que César seria o titular contra o Paraná. Depois, o jogador experiente disse aos companheiros que foi dispensado pelo departamento médico. Tal argumento irritou o treinador, que reuniu o elenco para explicar a situação. Logo, o clima de confronto tomou conta e os dois precisaram ser contidos por atletas e pelo então diretor Carlos Noval.

Agora, em 2022, Paulo Sousa é o algoz de Diego. O goleiro se colocou à disposição mesmo sem ter se recuperado de pubalgia, aproveitando momento em que Hugo Souza sofria com críticas após falhas em dois jogos seguidos. Tal episódio foi escancarado publicamente pelo técnico português, que reclamou, em entrevista, após vitória do Flamengo sobre a Universidad Católica: “Ele (Diego Alves) teve uma reunião com Bruno Spindel na hora do almoço dizendo que estava disponível. Os processos não são assim. O jogador tem que treinar para jogar e ele não treinou desde o Botafogo, então não podia ser relacionado”.

No Instagram, Diego postou a icônica foto de Adriano “Imperador” com a camisa tendo a frase “que Deus perdoe essas pessoas ruins”, respondendo Paulo Sousa e Paulo Grilo. O preparador de goleiro, inclusive, havia publicado uma imagem do elenco flamenguista reunido sob o texto: “Somos todos, menos alguns”. Assim, a rixa entre o arqueiro e seus superiores ganharam o foco dos holofotes.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!

 


Com esse clima pesado nos bastidores, o Flamengo se prepara para enfrentar o Goiás no próximo sábado (21), às 16h30 (horário de Brasília). Pela sétima rodada do Brasileirão, o Rubro-Negro busca se reabilitar no campeonato, já que ocupa a 16ª posição, com apenas seis dos 18 pontos disputados. E você poderá acompanhar todos os lances, ao vivo, na transmissão do Coluna do Fla, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O Flamengo, nesta administração, virou uma bagunça generalizada. Um goleirinho chinfrim, frangueiro, criando problemas. Esse indivíduo não era para ter sido contratado, foi. Após o primeiro contrato (equivocado) era para ter sido dispensado e boa viagem.

  • Conserta o título.

    O correto é “Paulo Sousa é o terceiro técnico COM QUEM Diego Alves tem problemas”.

    Concordância!!!