Dirigente do Flamengo é absolvido de denúncia por cobranças à arbitragem em clássico contra Fluminense

Cacau Cotta seria proibido de frequentar os jogos do Flamengo por três meses


Por: Paula Mattos e Jonas Coelho

O diretor de relações externas do Flamengo, Cacau Cotta, foi absolvidos pelo TJD-RJ, nesta sexta-feira (20), após denúncias por cobrar a arbitragem no clássico contra o Fluminense, pelo Carioca. Em contato com a reportagem do Coluna do Fla, o dirigente celebrou a decisão e disse: “A justiça tarda, mas não falha”.

Cacau Cotta havia sido denunciado por ter reclamado de forma exacerbada contra a arbitragem na derrota do Flamengo para o Fluminense, na final do Campeonato Carioca. Agora, entretanto, o dirigente acabou absolvido por unanimidade no tribunal.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Caso a denúncia fosse confirmada pelo TJD-RJ, Cacau Cotta seria proibido de frenquentar os estádios nos jogos do Flamengo nos meses de abril, maio e junho. O dirigente chegou a ser afastado pela justiça, mas conseguiu efeito suspensivo.

No clássico em questão, o Flamengo acabou perdendo por 2 a 0, e o Fluminense encaminhou o título estadual, que se confirmaria no duelo de volta. O Mengo, contudo, reclamou bastante da arbitragem, que deixou de marcar falta para o time rubro-negro justamente no lance do primeiro gol tricolor.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *