Torcedores arremessam pipoca em Marcos Braz, e Flamengo é recebido com protestos em Fortaleza

Dirigentes, jogadores e até o Departamento Médico foram os alvos principais das manifestações

Nesta sexta-feira (13), o Flamengo desembarcou em Fortaleza, onde terá o seu próximo compromisso no Campeonato Brasileiro, neste sábado (14), contra o Ceará. A chegada da delegação rubro-negra, no entanto, foi sob protestos por parte de torcedores presentes no local.

Com apenas cinco pontos conquistados no Brasileirão até o momento e bastidores agitados fora das quatro linhas, dirigentes, jogadores e até o Departamento Médico do Flamengo têm sido constantemente cobrado pela torcida. De acordo com informações divulgadas pelo GE, torcedores jogaram pipoca no vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz, e no diretor executivo da pasta, Bruno Spindel.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


 

Além disso, quando o ônibus rubro-negro surgiu na entrada do hotel, a partir das 20h10 (horário de Brasília), começaram os gritos de “Nós queremos respeito e comprometimento, isso aqui não é Vasco, isso aqui é Flamengo. O presidente Rodolfo Landim, que não viajou junto a delegação, foi o mais xingado. Torcedores presentes no local gritavam: “Ô, Landim, vai se f****, o meu Flamengo não precisa de você”.

Ainda de acordo com o portal, os únicos que tiveram um momento de mais tranquilidade foram Paulo Sousa e David Luiz. Isso porque, tanto o treinador rubro-negro quanto o zagueiro foram presenteados por um torcedor, que levou um ‘retrato’ de cada um feito em xilogravura, impressos em pedra cariri.

Em meio aos protestos, o Flamengo entra em campo neste sábado (14), quando enfrentará o Ceará, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto acontecerá a partir das 16h30 (horário de Brasilia), na Arena Castelão, em Fortaleza. Até o momento, a equipe comandada por Paulo Sousa ocupa a 14ª colocação na tabela de classificação da competição nacional, com apenas cinco pontos conquistados.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • PARABÉNS A NAÇÃO RUBRO NEGRA DO CEARÁ…. QUE FOI LÁ E COBROU GERAL DESSE TÉCNICO LUNÁTICO E DA DIRETORIA.
    JÁ AS TORCIDAS DO RIO, QUE POR SINAL SÃO INÚMERAS. TODOS QUIETOS, TODOS CALADOS, PASSIVOS A ESSA SITUAÇÃO RIDÍCULA QUE VIVEMOS….
    BANDO DE FROUXOS, DEVERIAM IR NA SEDE NO TREINO NO ESTÁDIO E COBRAR, COBRAR, COBRAR.
    COMO É POSSÍVEL O TIME MAIS CARO DO BRASIL UMA FOLHA MILIONÁRIA E JOGOS VEXATÓRIOS , VEXAMES ATRAS DE VEXAMES.
    ESSE TÉCNICO PORTUGUÊS CAVALO JA PASSOU O PRAZO VAI FAZER 6 MESES E ESSE TIMINHO SE TORNOU PREVISÍVEL, SEM TÁTICA DE JOGO, SEM ESQUEMA, SEM LATERAIS EFICIENTES…. E COM A ESTRELA GABILIXO PERDENDO 50 GOLS PARA FAZER 1 DE PENALTY E SE ACHAR Á ESTRELA.
    FRANCAMENTE NÃO GANHAREMOS NADA ASSIM!

  • Confesso que me preocupa o momento do mengão, de um lado, um treinador que não
    consegue dar um padrão técnico de nível ao time(a colocação no br 2022 e os últimos jogos)
    não deixam margens de dúvidas e são quase 6 meses de trabalho. Do outro lado a paixão da
    torcida pelo JJ e a disponibilidade do técnico. Paulo Souza tem mais algum tempo pra ajustar
    o time e subir na tabela, se não conseguir, o caldeirão vai ferver, e ai ninguém sabe como vai
    terminar.

  • Precisamos apoiar a equipe para sairmos vencedores .