Thiago Maia tem primeira participação em gols na temporada

Meia deu assistência para Gabigol na goleada sobre o Tolima na Libertadores


A vitória do Flamengo de 7 a 1 no Tolima (COL), pela Libertadores, foi a melhor atuação do Mais Querido no ano. O jogo serviu até para quem não vinha bem no time “mostrar serviço”. Thiago Maia conseguiu a primeira assistência na temporada com o passe para Gabigol marcar o quarto da goleada rubro-negra.

O desempenho do atleta vem incomodando parte da torcida, acreditando que o meia pode apresentar um melhor futebol. Na partida, no entanto, Thiago Maia voltar a jogar bem e ajudou o Fla a construiu o placar elástico e avançar de fase na Libertadores.

Em postagem nas redes sociais, o volante parabenizou o time e a torcida que compareceu em peso no Maracanã para apoiar o time. Na publicação diversos torcedores elogiaram a atuação do camisa 8 rubro-negro.

Saiba como ganhar dinheiro com jogos de futebol!

Thiago Maia está à disposição do técnico Dorival Júnior para a partida do próximo domingo (10), contra o Corinthians, na Neo Química Arena. O jogo do Brasileirão vale vaga no G6 para o Flamengo, uma vez que o clube da Gávea ocupa no momento a oitava posição, com 21 pontos. Do outro lado, o time paulista, é o quarto colocado, com 26.

Veja também

  • Eu tenho uma visão bem particular do Wiliam Arão, não acho que vão concordar comigo. O Arão com o JJ aprendeu a sair com a bola. Quando ia receber já virava a cabeça uma ou duas vezes pra saber a opção do passe, e dali só pegava e soltava fácil. Muitas vezes sabia o que fazer mesmo sem olhar, e por isso escapava bastante da pressão do adversário, com passes de primeira, voltando o jogo quando necessário, etc. Hoje não faz isso, acredito eu muito mais por displicência e falta de uma cobrança mais direcionada, do que por não saber fazer, afinal ele fazia em 2019/2020. Acontece que o Thiago Maia simplesmente não sabe fazer, de jeito nenhum. Nunca vi a mesma facilidade dele de sair pro jogo, mesmo com o JJ no comando. Thiago tem um passe mais qualificado, tem uma condução melhor, mas ele recebe de cabeça baixa pra depois virar o corpo e ver o que vai fazer. Quando o adversário aperta ele ali na saída, essa característica atrapalha muito, vide o primeiro jogo das oitavas. Se o Dorival enxerga nele um primeiro homem, vai precisar treinar bastante essa saída, porque ele só vai saber fazer bem quando tiver espaço ou quando entrar na linha dos zagueiros pra receber de frente, coisa que nem sempre vai ser possível.

  • Uma assistenciazinhaainda é muuuuuito pouco para um medalhista olímpico (de ouro). Ainda mais porque Gabigol teve um trabalho para driblar, avançar e chutar (isso sim, foi a beleza do gol).
    Thiago Maia anda displicente, quase no nível do horroroso Arão, que foi vaiado logo depois que entrou, pois errou 2 bolas seguidas e não acerta uma bola bacana. Aliás Arão nunca me convenceu. Falhou em várias oportunidades, principalmente na final da Libertadores (no gol do River) e em várias oportunidades. Sua compensação ficou por conta de alguns gols…mas não é para isso que é volante.

Comentários não são permitidos.