Varela quebra silêncio sobre saída turbulenta da Rússia para jogar no Flamengo

Lateral direito ‘comprou briga’ com diretoria do Dínamo de Moscou (RUS)


O Flamengo se faz presente e ativo nesta janela de transferências. Uma das quatro contratações internacionais já confirmadas, Guillermo Varela chegou ao Mengo para tentar se firmar como lateral direito titular da equipe. Para vestir rubro-negro, o uruguaio ‘comprou briga’ com a diretoria do Dínamo de Moscou (RUS). No entanto, o jogador agradeceu à torcida russa e aproveitou a oportunidade para negar que tenha fugido da concentração do clube.

— A passagem pela Rússia foi incrível, tenho boas lembranças e nada disso vai manchar, sempre me trataram bem e o respeito sempre foi mútuo com as pessoas do clube e com os torcedores muito mais. Hoje, entendo que os torcedores estão com raiva porque só ouviram a outra versão, mas eu não escapei, avisei que ia deixar o clube — contou Varela, em entrevista ao Yahoo Esportes.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Na Dínamo desde 2020, Varela disputou 47 jogos e deu duas assistências. Mesmo sendo avaliado como importante por alguns integrantes da comissão técnica local, o uruguaio de 29 anos não pensou duas vezes para abrir conversas com o Flamengo. Então, logo depois de ter se desvinculado do clube de Moscou, fechou contrato de empréstimo com o Mais Querido. Deixar a Rússia, inclusive, já estava nos planos do lateral.

Quando você recebe uma oferta do Flamengo, é muito difícil dizer não. Além disso, a Fifa concedeu o direito de deixar a Rússia para estrangeiros, e eu já estava considerando essa opção antes que essa proposta do Flamengo chegasse até mim — justificou Varela.

Mesmo já de casa nova, o Dínamo de Moscou avalia multar Guillermo em 30% do que o atleta ainda tem a receber dos russos, isso porque o clube alega que o jogador tenha faltado a treinos. Entretanto, ao Yahoo Esportes, o uruguaio disse que se reapresentou à equipe depois do jogo contra o Torpedo (RUS), o qual o atleta deixou a concentração no dia anterior.

— Meu último dia no clube não foi antes do jogo (contra o Torpedo) porque voltei no dia seguinte ao jogo, considerando executar meu direito de acordo com os novos regulamentos da Fifa. Eu não vou falar sobre isso porque eu tenho respeito. Posso imaginar que ver jogadores estrangeiros sair não é uma situação fácil, mas isso é um problema entre o Dínamo e a Fifa. Como profissional, tenho que proteger minha carreira e simplesmente agir de acordo com uma regra da Fifa — disse Varela.

Agora no Flamengo, Varela se prepara para uma nova etapa da carreira. Mais próximo da família uruguaia e ainda visando a seleção de seu país, o jogador já está regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e já pode estrear. A comissão técnica do Fla, por sua vez, mantém cautela para escalar o recém-contratado, esperando que ele atinja, primeiro, um bom condicionamento físico e técnico.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *