Braz revela que Flamengo e Uruguai têm plano para ‘cuidar’ de Arrascaeta

Meia tem sofrido com pubalgia e vem atuando no sacrifício


Um dos jogadores mais importantes do Flamengo desde 2019, Arrascaeta convive com um problema nesta temporada. O meia tem sofrido com pubalgia e vem atuando ‘no sacrifício’ nos últimos jogos. O incômodo, inclusive, tem sido motivo de preocupação do departamento médico do Mengo, que mantém cuidado com o atleta e tenta estreitar laços com a Seleção Uruguaia para preservar o camisa 14. Vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz garantiu que o clube tenta construir essa relação para ter o jogador nas decisões.

Nós já tivemos uma relação pior (com a Seleção Uruguaia). Isso passa muito, nem é de termos da federação uruguaia, às vezes é com a comissão técnica. E a gente tem que respeitar algumas posições, temos que entender. A preocupação do Uruguai com o Flamengo é zero, por razões óbvias. E o jogo é esse. E dentro desse jogo, a gente tem que chegar e fazer alguns pedidos e construir uma relação para que a gente possa minimizar esse desconforto que não é ter esses atletas em uma reta final tão importante, tendo títulos importantes para disputar, como o Flamengo está disputando agora -, disse o dirigente rubro-negro.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!



O problema no púbis do uruguaio, no entanto, não é considerado grave pelo departamento médico do Flamengo. Além disso, o camisa 14 tem conseguido suportar as dores o que, de certa forma, vem facilitando o planejamento do Mais Querido, já que a ideia é preservar Arrascaeta para as finais da Libertadores da América e da Copa do Brasil, que serão disputadas em outubro.

Arrascaeta, inclusive, está com a Seleção do Uruguai, que disputará amistosos contra Irã e Canadá nos dias 23 e 27 de setembro. Para evitar que o problema do camisa 14 seja agravado, o departamento médico do Flamengo mantém contato quase que diário com o da Celeste Olímpica tentando minimizar conflitos de informações que atrapalhem os cuidados com a parte física do meio campista.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *