Dorival Júnior promete atenção maior ao Brasileirão

Sob o comando do treinador, Rubro-Negro segue em duas finais na temporada


Nessa quarta-feira (14), o Flamengo venceu por 1 a 0 o São Paulo, no Maracanã, em confronto válido pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil. Com o triunfo conquistado, o Mengo sacramentou a ida para a final do torneio. Após o embate, Dorival Júnior enfatizou que em meio ao desgaste da temporada e convocações de alguns atletas, o elenco precisará de um trabalho especial. Além disso, o treinador comentou que dará atenção maior ao Brasileirão.

— Nós não podemos passar do ponto, isso é importante. Teremos a primeira semana de atividades mais diretas com os jogadores. Não podemos esquecer que não teremos seis atletas (convocados). Precisamos ter muito cuidado, não vamos usar esse período para resguardar, mas tomaremos cuidado com o volume de trabalho — declarou, antes de concluir:

— Estamos do meio para o fim de uma temporada, teremos decisões importantíssimas logo após esse período, jogos de altíssimo nível. Com certeza daremos uma atenção maior ao Campeonato Brasileiro, apesar de já termos levado a melhor equipe sempre — finalizou Dorival Junior, em entrevista coletiva.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Vale destacar que sob o comando de Dorival Júnior, o Flamengo utiliza uma espécie de rodízio nos três campeonatos que ainda disputa na temporada. Na Copa do Brasil e  na Libertadores, o treinador entra com a equipe principal. Já no Brasileirão, o comandante escala um ‘time alternativo’. Porém, com as decisões das Copas acontecendo só no mês de outubro, a probabilidade é que aconteça um revezamento entre os jogadores na competição nacional.

Pela Copa do Brasil, com um agregado de 4 a 1 no placar sobre o São Paulo, o Flamengo, após cinco anos, volta a ser finalista do torneio. Agora, o Rubro-Negro fica no aguardo para saber qual será o adversário na decisão. Nesta quinta-feira (15), às 20h (horário de Brasília), na Neo Química Arena, Corinhtians e Fluminense se enfrentam em busca da vaga.

De olho no confronto, o Flamengo já inicia a preparação para o próximo compromisso da temporada. No domingo (18), o Rubro-Negro encara o Fluminense, às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida será válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. No atual momento, o Mengo é o terceiro colocado, com 45 pontos. Já o tricolor carioca é o quatro, com a mesma pontuação.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CERTAMENTE q o DJ não irá usar sempre esse mesmo conceito em todos os jogos, pois haverá jogos, como o de ontem, q não dará p por o time B no começo. Temos q impor a camisa, o manto, os melhores p minar o adversário mesmo antes do jogo. Durante, como ontem, basta imprimir o toque, fazer a bola e o adversário se desgastar, p aí sim, num contra ataque fulminante liquidar quaisquer reação ADVERSÁRIA. Contra o Velez foi assim, em poucos minutos deixamos todos de calças arriadas, sem pais e sem mães. Isso sim, é Flamengo! Boa sorte, DORIVAL!

  • Tem que continuar fazendo o que achar melhor. Ontem, o jogo foi muito pegado desde o INÍCIO, isso se continuasse certamente iria desgastar muito nossos jogadores. A questão é jogar em banho Maria, tocando p minar a retranca dos adversários, ou começar c o time B, e depois, migrar p o time A p acabar de vez c o jogo? Eu acho q o q não deu certo foi mesclar os 2 times, A e B, desde o início, já q normalmente não treinam juntos, não estão entrosados. Eu cito alguns contratempos q normalmente têm atrapalhado o time, B e A, desde o início dos jogos,vó desempenho de alguns elementos do time, como Marinho, V Hugo, cebola ESTRAGADA, PULGAR, Varela e até mesmo o Diego Ribas. Desentrosamento? Foras de forma? Cansaço? Tremedeira? Taí imprevistos q até o DJ não pode tranquilizar nem resolver. Portanto, mesclar não é a solução certa ou infalível. Tem q pegar os melhores jogos do time B e voltar a mesma prática q deu muito certo. Ok?! Agora, DIFÍCIL será fazer o ataque, sem o coringa LÁZARO surpreender de novo os adversários. Eu tentaria novas formações utilizando os novos jovens Matheus França, Peterson e MATHEUSAO. Um novo time B porém muito mais rápido reativo e c sede de Vitórias.