“Ele disse várias vezes que queria jogar no Flamengo”: dirigente revela diálogo com ex-jogador da Seleção Brasileira

Marcos Braz afirmou no PODFLA que Rubro-Negro não desistiu do atleta


O convidado especial do PODFLA, podcast do Coluna do Fla, desta quinta-feira (29), foi Marcos Braz. Em entrevista ao programa, o vice-presidente de futebol do Flamengo confirmou que as intenções sobre negociação com Oscar, do Shanghai Port (CHI), continuam existindo.

— Sim. O nome do Oscar está na pauta até quando for o retorno dele oficial à China. Ele tem dois anos de contrato com o time chinês. É dificílimo, porque ele é um jogador adaptado lá, e os chineses sabem disso. Eles têm uma dificuldade enorme com brasileiros, e esse não foi o caso do Oscar. Isso dificulta, sempre tentam segurar. Ele disse várias vezes que teria interesse, que queria jogar no Flamengo – declarou o dirigente.


Saiba como ganhar dinheiro com jogos de futebol!


Oscar foi especulado no Flamengo na última janela de transferências. Entretanto, o Mais Querido não conseguiu atingir um acordo com o clube chinês. A torcida rubro-negra, durante o período, vivia a expectativa pela chegada do ex-Chelsea (ING), São Paulo e Internacional.

O Flamengo tentou um acordo até o final da janela de transferências, em agosto, mas não conseguiu negociar com o Shanghai Port, da China, a tempo, já que o clube não quis liberar o jogador. O Time da Gávea inclusive tentou, em um primeiro momento, fazer com que Oscar pudesse vir para o Fla e treinar no CT Ninho do Urubu, até que a negociação estivesse fechada. Entretanto, a proposta também não foi aceita. 

O tema sobre a negociação com Oscar e muitos outros assuntos sobre o dia a dia do Flamengo estão sendo abordados no PODFLA com Marcos Braz. O programa teve início às 18h (de Brasília) desta quinta-feira (29), no canal do Coluna do Fla no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Belo critério p o vereador, de eme, DECIDIR contratar, sem nem consultar os técnicos responsável pelo sucesso, ou fracasso, do time. Ou seja, basta o jogador dizer que quer jogar no flamengo ou q é flamengo. Dai, a PAIXÃO se encarrega do resto, até de passar p cima de todos, contra, como a própria TORCIDA. Coitada, q acaba a maioria das vezes se iludindo por influência dos canais amigo$ do $r MB.