Entenda tratamento realizado em Bruno Henrique para atacante voltar aos gramados em 2023

Camisa 27 completou três meses lesionado 


A grave lesão sofrida por Bruno Henrique, na vitória por 2 a 0 sobre o Cuiabá, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, completou três meses. Para cumprir a previsão de que o atacante retorne aos gramados em meados de 2023, o Departamento Médico do Flamengo está realizando um tratamento intenso.

Logo após a cirurgia, realizada no dia 26 de junho, Bruno Henrique ficou um mês e meio imobilizado. Além disso, foram seis semanas do jogador sem pôr nenhum tipo de carga na perna direita para não sobrecarregar o joelho recém-operado. Há cerca de um mês, segundo informações divulgadas pelo GE, o camisa 27 entrou na fase de reforço muscular junto à fisioterapia.

O Departamento de Fisioterapia do Flamengo, inclusive, segue cuidando de Bruno Henrique na academia do Centro de Treinamento do Ninho do Urubu. O atleta já realiza algumas atividades de força, piscina e bicicleta, mas ainda não pode correr.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


O Flamengo, que não gosta de trabalhar com prazos, estipulou que Bruno Henrique deve retornar aos gramados entre dez a 12 meses e, mesmo em meio ao tratamento, a previsão não foi alterada. A lesão multiligamentar que o camisa 27 sofreu, fez com que ele ficasse ‘parado’ por seis semanas.

Como dito anteriormete, Bruno Henrique passou por cirurgia no dia 26 de junho, ou seja, 11 dias depois que sofreu a lesão. O procedimento, realizado em um hospital na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi para reconstruir o ligamento cruzado anterior, o ligamento colateral lateral e o canto posterolateral do joelho direito.

Considerado um dos grandes xodós da torcida do Flamengo, Bruno Henrique compareceu aos últimos jogos decisivos do Mais Querido, no Maracanã. O camisa 27 chegou a pisar no gramado após as classificações do Fla às finais da Libertadores da América e da Copa do Brasil.

Na quarta-feira (14), inclusive, os rubro-negros presentes no estádio entoaram o grito de “Ah! É Bruno Henrique”. Os companheiros de equipe, claro, entraram na onda e pularam em volta do atacante, que agradeceu o carinho com palmas e reverência aos torcedores.

Pelo Flamengo, Bruno Henrique soma 79 gols e 46 assistências em 186 jogos realizados. O atacante é considerado peça-chave no time e já conquistou nove títulos pelo Mais Querido: Libertadores (2019), os Brasileiros de 2019 e 2020, as Supercopas do Brasil de 2020 e 2021, a Recopa Sul-Americana de 2020 e os Cariocas de 2019, 2020 e 2021.

Com Bruno Henrique na torcida, o Flamengo se prepara para o próximo compromisso na temporada. No domingo (18), o Mais Querido recebe o Fluminense, no Maracanã, para disputar a 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico acontecerá a partir das 16h (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Domingos, ambos os jogadores se machucaram em lances de disputa isolada…

  • Acho engraçado que nesses casos de contusões graves o cara que provocou a lesão nem é citado, nem criticado e nem punido severamente. É muita hipocrisia. Na minha opinião o cara que provocou a lesão só deveria voltar a jogar quando o lesionado voltasse a jogar(duvido que as entradas violentas voltassem a acontecer). Vide os casos de Tiago Maia e BH

  • Volta logo BH. Porqu até o Cebola se adapetar ao futebol brasileiro novamente cada vez que ele estiver em campo é um a menos. Foi Vitinho veio Cebolinha.