Político explica como virou amigo de Petkovic, ídolo do Flamengo

Maurício Branco foi convidado do Fla nas Eleições, do Coluna do Fla


A história do Flamengo é cercado por grandes jogadores e, entre eles, aparece o nome de Dejan Petkovic. Ídolo da Nação Rubro-Negra, o meia ficou marcado pelo gol de falta histórico contra o Vasco, em 2001, que consagrou o Mengo Tricampeão do Campeonato Carioca. E foi justamente por esse lance que deu início a uma amizade. Na última quinta-feira (29), no programa Fla Nas Eleições, do Coluna do Fla, Mauricio Branco comentou como foi a aproximação com o Sérvio e o que aconteceu para o retorno do atleta para o Mengo em 2009.

— Todo mundo me disse que o Petkovic era marrento, aí fui conferir. Desci, ele estava no elevador. Fiz uma tirada com ele, e acabei indo para a festa do time. E de 2001 para cá, criamos essa amizade, de um frequentar a casa do outro, uma parceria bacana — declarou, antes de concluir:

— Em 2009, eu pedi ao Kléber Leite para o Pet retornar ao Flamengo, porém não fui atendido. No entanto, quando foi em Abril/Maio, Pet voltou e o botaram para treinar na Gávea. Falando treinava no Ninho do Urubu e o atleta treinava sozinho. Quando foi convocado para o jogo contra o Goiás, ele me disse: “Maurinho, vou arrebentar!” e foi o que aconteceu. E a partir daquele jogo, ele, junto com Adriano e outros jogadores, levaram o Flamengo ao Hexa — finalizou Maurinho Branco, no Coluna do Fla.


Ganhe dinheiro com vitórias do Flamengo


Como mencionado, Petkovic foi um dos principais jogadores na trajetória do Hexacampeonato do Flamengo no Brasileirão. Desde a integração do meia ao time rubro-negro, a equipe comandada na época por Andrade conseguiu uma arrancada impressionante na competição. Com vitórias em sequência, o Mengo foi batendo concorrentes diretos e, após derrotar o Grêmio por 2 a 1 na última rodada, diante de um Maracanã lotado, o Mais Querido se sagrou campeão do torneio.

Na trajetória pelo Flamengo, o jogador, que se aposentou aos 39 anos, teve 57 gols marcados em 198 partidas. O último duelo pelo Mengo foi em 2011, contra o Corinthians, no Engenhão. O embate foi válido pelo Campeonato Brasileiro da época.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *