Gerson fica distante de retornar ao Flamengo em 2023

Flamengo e Olympique de Marselha (FRA) ainda não chegaram em um acordo


O Flamengo continua em busca de contratar o volante Gerson para a temporada de 2023. Nesta quarta-feira (23), o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, se reuniu com representantes do Olympique de Marselha (FRA), mas as partes não chegaram em um acordo e o retorno do meio campista ao Rubro-Negro se torna cada vez mais improvável.

A alta quantia pedida pelo Olympique de Marselha é o principal entrave para a negociação com o Flamengo não progredir. O time francês pede cerca de 20 milhões de euros (R$ 110 milhões na cotação atual) por 80% dos direitos econômicos de Gerson, mas o desejo do Rubro-Negro é comprar entre 50% e 60% do volante por 16 milhões de euros (R$ 88 milhões de reais aproximadamente). A informação é do GE.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Desta forma, a possibilidade de Gerson retornar ao Flamengo se torna pequena, visto que o Olympique de Marselha mantém a postura de não vender o ‘Coringa’ por um valor menor que 20 milhões de euros (R$ 110 milhões). Apesar da dificuldade na negociação, a diretoria rubro-negra manterá o diálogo com os representantes franceses, com intuito de chegar em um denominador comum.

É importante destacar que Gerson desembarcou no Rio de Janeiro no dia 12 de novembro, visto que está em um curto período de recesso por conta da Copa do Mundo. No entanto, o volante voltará para a França no dia 30 deste mês, já que o Olympique de Marselha definiu que esta é a data de reapresentação do elenco francês.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Compraram um monte de salsichas e agora quer dizer que o sanduíche vai sair caro vende esses meninos e trazem o coringa gastam mal e ficam achando Gerson caro, um monte de coroas ganhando muito e jogando porra nenhuma , vende esse tal de J.Gomes e traz o Gerson, estou de saco cheio, cadê a tal contratação. Me poupem.