Jorge Jesus relembra 3 anos do título da Libertadores de 2019 pelo Flamengo

Jorge Jesus comandou o time ao título continental após 38 anos


O Flamengo conquistou a Libertadores da América pela terceira vez na história nesta temporada de 2022. Antes disso, o bicampeonato veio em 2019, após campanha épica sob comando de Jorge Jesus, já que o torcedor rubro-negro não conhecia a “Glória Eterna” há 38 anos, quando foi o primeiro título, em 1981. Nesta quarta-feira (23), completam três anos desde que o Fla venceu pela segunda vez o torneio, e o ex-treinador português fez questão de relembrar o momento.

Faz hoje três anos de um dia que eu nunca irei esquecer na minha carreira. Final da Libertadores. Flamengo x River Plate. 23/11/2019“, escreveu o ex-treinador do Fla, no Instagram.

VEJA PUBLICAÇÃO:

A final contra o River Plate (ARG) foi marcante para cada torcedor rubro-negro. Após começar a partida sofrendo um gol de Borré, logo aos 14 minutos do primeiro tempo, o Flamengo pressionava, mas não conseguia balançar a rede. Com as esperanças quase no fim, aos 44 da segunda etapa, Bruno Henrique encontrou uma bola magistral para Arrascaeta, que cruzaou para Gabigol apenas finalizar e empatar a partida.


Clique aqui e ganhe R$50 de bônus para jogar no galera.bet



O gol da virada veio apenas três minutos depois, nos acréscimos. Diego Ribas havia entrado no lugar de Gerson aos 21 do segundo tempo e, aos 47, chutou uma bola afortunada para o ataque, que foi afastada por Pinola, do time argentino. O que o jogador adversário não esperava era entregar nos pés do artilheiro e predestinado Gabigol, que chutou e marcou o tento do título.

A campanha do Flamengo na Libertadores 2019 foi histórica, com fortes emoções para o torcedor rubro-negro. Após perder por 2 a 0 para o Emelec (EQU) no jogo de ida das oitavas, o Mais Querido, ’empurrado’ pela Nação, marcou 2 a 0 na volta, e avançou de fase após disputa de pênaltis. Depois disso, o Fla superou Internacional e Grêmio, até chegar à decisão contra o River Plate.

Ao total, o Flamengo disputou 13 jogos na campanha de 2019, assim como este ano. Foram sete vitórias do Rubro-Negro, três empates e três derrotas. Em busca do título, Gabigol foi uma das peças fundamentais e se tornou o artilheiro do time na competição, balançando as redes em nove oportunidades.

Nesta quarta-feira (23) também completam exatos 41 anos desde que o Flamengo foi campeão da Libertadores pela primeira vez, liderado pelo ídolo rubro-negro Zico. Na ocasião, o Mais Querido venceu o jogo de ida por 2 a 1, mas perdeu o segundo duelo por 1 a 0, levando a decisão ao desempate para campo neutro, no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. No dia 23 de novembro de 1981, o Time da Gávea derrotou o Cobreloa (CHI) por 2 a 0, conquistando o torneio continental.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O melhor time da história do flamengo que eu vi já que o da década de 80 eu não era nascido chega da emoção lembrar de 2019 JJ já