Zagueiro do Corinthians faz ‘defesa’ com o braço, mas arbitragem ignora pênalti para o Flamengo

Balbuena colocou a mão na bola em lance no início do segundo tempo


O Flamengo perdeu de 2 a 1 para o Corinthians, nesta quarta-feira (02), pelo Brasileirão, em pleno Maracanã. Mas o placar poderia ser outro. Isso porque, aos 14 minutos do segundo tempo, o árbitro Ramon Abbati Abel ignorou um pênalti para o Mengão. O lance revoltou os rubro-negros internautas e até mesmo muitos corintianos reconheceram a infração.

VEJA REAÇÕES

No lance, o zagueiro paraguaio Balbuena colocou a mão na bola após finalização de Matheus França, dentro da área. O árbitro de vídeo também não enxergou pênalti no lance.  Aliás, foi o próprio jovem que marcou para o Flamengo, nove minutos antes. Já o Corinthians, que com a vitória se classificou para a Libertadores de 2023, abriu o placar com Du Queiroz, no primeiro tempo, e deu números finais com Yuri Alberto, aos 30 da etapa complementar.


Ganhe dinheiro com vitórias do Mengão


Sem chances de ser campeão brasileiro e já garantido na Libertadores do ano que vem, o Flamengo só cumpre tabela agora. Mesmo assim, a torcida lotou o Maracanã para recepcionar os campeões continentais de 2022. Nesta temporada, o Mais Querido também ganhou a Copa do Brasil. Antes da partida, aliás, os jogadores desfilaram e ‘apresentaram’ as taças para os torcedores.

Como já destacado, o Flamengo só cumpre tabela agora. No próximo domingo (06), o Mengo visita o Coritiba. Depois, o Mais Querido joga contra o rebaixado Juventude, também fora de casa, e recebe o Avaí, nos dias 09 e 13, respectivamente. O Mengão está em terceiro lugar, com 61 pontos em 35 rodadas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • A mesma defesa que o zagueiro dos curubu fez não final da libertadores

  • Acho que o VAR consulta a posição Ricci (o grande babaca anti-fla, da globolixo). Tudo o que ele fala, depois de algum tempo, os juízes marcam.
    Não como não expulsou o Fabrício, mesmo com a “indicação” deste babaquinha cruzeirense.