Flamengo Não Usará Primeira Parcela Da Adidas Para Contratar.

Nesta segunda-feira, o Flamengo deve receber a primeira parcela referente ao contrato assinado com a Adidas no valor de R$ 38 milhões. A torcida esperançosa e à espera de reforços, o dinheiro do novo fornecedor de material esportivo não será utilizado pela nova diretoria para a contratação de reforços.
– O dinheiro da Adidas que irá entrar não tem nada a ver com o futebol. Precisamos arcar primeiramente com os compromissos do clube, por isso não tem ligação com as futuras contratações – disse o diretor executivo de futebol, Paulo Pelaipe.
Mas parte desse valor já está comprometido. R$ 2,4 milhões serão utilizados para a finalização das obras do Museu do Flamengo na Gávea, e R$ 5 milhões para o pagamento da rescisão de contrato com a Olympikus, que ainda será fornecedora do material até abril, já que o contrato com a Adidas começa a valer somente em maio.
Além disso, o restante, cerca de R$ 30,6 milhões podem ser bloqueados pela Justiça no processo de penhora em que o Flamengo passa atualmente. O jurídico do clube tenta evitar que essa tragédia aconteça.

Veja também