Fla não aprova contrato para receber delegação dos EUA nas Olimpíadas 2016.

Postado em: 6 de mar de 2013.

Em meio a uma profunda crise financeira, que culminou com o fim dos investimentos nas equipes adultas de judô e ginástica, o Flamengo voltou suas atenções para concretizar um acordo com o comitê olímpico dos Estados Unidos. Após analisar o contrato firmado pela antiga gestão, a nova diretoria rubro-negra vai receber entidades americanas para renegociar os termos, a fim de tornar mais “equilibrado” o acerto.
Antes de deixar o Flamengo, a antiga diretoria, liderada por Patrícia Amorim, firmou um acordo para que o Rubro-Negro recebesse a delegação americana durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Em contrapartida, o Comitê olímpico americano iria investir uma quantia de 400 mil dólares em melhorias na sede do clube, na Gávea, divididos em quatro parcelas anuais de 100 mil. Os valores e os termos, no entanto, não agradaram os novos membros da cúpula do Flamengo.
– Nós já fizemos uma revisão no contrato e não gostamos dos termos. Não achamos que seria uma relação muito justa. Há uma enorme desproporção entre as obrigações que o Flamengo assumiria e os direitos que o clube teria no que diz respeito a recebimento de recursos. Vamos procurar equilibrar isso. Eles poderiam contribuir muito mais – explicou o vice-presidente de Esportes Olímpicos, Alexandre Póvoa.
O dirigente garantiu, no entanto, que o Flamengo ainda tem grande interesse em firmar o acordo. Para Póvoa, receber a delegação americana seria motivo de orgulho para os rubro-negros. Para que tudo seja concretizado, a diretoria espera os membros do comitê americano ainda neste mês de março.
– Eles estão vindo para o Brasil para rediscutirmos o acordo. Receber uma delegação como a americana é bom em diversos aspectos. Seja em troca de experiências, já que estamos falando do principal time olímpico do mundo, ou pelo fato de eles serem mais ricos. Então queremos ter uma contrapartida a altura do Flamengo – disse ele, afirmando também que a torcida rubro-negra retribuiria a ajuda – Muito mais que o espaço físico, o que já é muito importante, o Flamengo tem uma massa de torcedores e apoiadores que aumentaria a torcida deles nos Jogos.
Fonte: Ahe

O que vocês acharam Nação? Comentem sem precisar de cadastro (Nome/URL ou Anônimo)!

Veja também

  • Acho que o Flamengo está indo pelo caminho certo, o caminho da profissionalização, também acho que esse acordo deveria visar intercambio de técnicos e atletas e capitalização de recursos financeiros .

Comentários não são permitidos.