Para comentarista, Carlos Eduardo não serve para as necessidades do Flamengo.

A principal contratação do Flamengo para a temporada, o meia Carlos Eduardo, foi equivocada, na opinião do repórter Carlos Eduardo Mansur, de “O Globo”. O jornalista afirmou que, depois da saída de Vagner Love, o Rubro-Negro precisava de um jogador pronto para entrar no time. No entanto, fechou com um jogador que tinha disputado apenas 13 partidas em dois anos, antes de chegar ao clube.
– Se você tem um clube com dificuldade financeira gigantesca, tendo que fazer cortes importantes, como você faz o seu investimento mais caro em um jogador que estava em inatividade há dois anos? É óbvio que, além de se readaptar ao futebol brasileiro, porque vinha da Rússia, esse jogador será uma grande interrogação. Porque você não sabe quando esse jogador estará pronto – afirmou o jornalista, no “Redação SporTV”.
Para Carlos Eduardo Mansur, a contratação de Carlos Eduardo seria viável se o Flamengo tivesse um time pronto, onde o meia entrasse aos poucos, até estar fisicamente recuperado.
– O elenco tem necessidades urgentes, para agora. O Carlos Eduardo poderia vir para o Flamengo se já existisse um time ajustado. Aí, ele poderia ser trabalhado para entrar no time. Para as necessidades atuais do Flamengo, ele não serve.
Na opinião do repórter de “O Globo”, além de Carlos Eduardo, nenhum dos cinco reforços contratados pelo Flamengo para a temporada vingou na equipe.
  O Wallace, até agora, se mostrou um equívoco. O João Paulo é um lateral-esquerdo correto, mas que acrescenta pouco. O Elias é um jogador em quem vale a pena ter paciência, mas até agora está abaixo do esperado.


Fonte: SporTV

E aí Nação, o que vocês acharam? Comentem! Siga-nos também no Facebook!

Veja também