Ai meu coração, Fla Madrid!

Ai Meu Coração que as notícias que chegam de Atibaia é que o Luxa está armando o Flamengo como se fosse o Real Madrid. Será que meu (nosso) coração aguenta ver o Flamengo com intensa movimentação, toques curtos, a maioria de primeira e muita objetividade?
Não é fácil. Esse tipo de jogo requer muito treinamento e um entrosamento enorme de quem está em campo, alé, claro, da disposição dos jogdores. Se for pela gritaria no treino, o treinador está disposto a implantar isso no time e passar para os jogadores. Até Léo Moura levou bronca!
Ontem, Vanderlei primeiro ajeitou a movimentação da equipe sem a bola. O treinador dividiu o campo em três faixas e exigia que os dez jogadores de linha se agrupassem sempre em apenas uma delas. Depois, já com a bola, os titulares trocavam passes rápidos, com muitas mudanças de posição. AMC!
No ataque: “Domina, vira e passa. Velocidade”, pedia o treinador. Na marcação ele também quer ver o time girando, ocupando espaços: “Vamos. Não quer time robô. Estou fazendo o desenho, mas não é para ficar parado na marcação”.
Ai Nosso Coração! Vem aí um Mengão vitorioso?

Fonte: Primeiro Penta