Bragantino dará prioridade ao Flamengo em suas promessas.


A parceria entre Flamengo e Bragantino será uma via de mão dupla. O rubro-negro já emprestou quatro jogadores ao clube paulista para 2015 e, em compensação, terá preferência por atletas que se destacarem pelo Massa Bruta. Nos últimos anos, o Braga revelou nomes como o volante Paulinho (Tottenham), o atacante Romarinho (El Jaish), o zagueiro Guilherme Mattis (Fluminense) e o goleiro Felipe, que defende o Fla, mas está de saída.
O acordo entre Flamengo e Bragantino foi costurado na boa relação que o presidente Marco Chedid tem com Vanderlei Luxemburgo. O Massa Bruta projetou o treinador para o futebol no início da década de 1990. No ano passado, tentou recontratá-lo para um projeto de longo prazo, mas como o técnico já negociava com o Fla, recusou a proposta e indicou PC Gusmão para a vaga.
Nesta semana, o volante Muralha, o atacante Igor Sartori e os zagueiros Fernando e Renato Santos chegaram ao Bragantino por empréstimo. A contratação de outros atletas não está descartada. Os nomes são indicados por Luxemburgo de acordo com as carências do elenco do clube paulista. Negueba foi outro nome que chegou a ser negociado, mas acertou sua transferência para o Coritiba.
– Tenho conversado muito com o Vanderlei Luxemburgo e com o Rodrigo Caetano (diretor-executivo do Flamengo). O Vanderlei é quem faz as indicações de acordo com as carências que apontamos. Vamos experimentar os jogadores e dar oportunidade para uma garotada que tem base. Queremos atletas que tem base nos grandes clubes e não tem oportunidade de jogar – afirmou Chedid, sem entrar em detalhes sobre como ficou definido o pagamento dos salários.
Após lutar para não cair na Série B do Campeonato Brasileiro de 2014, o Bragantino passou por uma reformulação geral. Todo o elenco foi trocado, além da comissão técnica. O atual treinador é Marco Aurélio Moreira, ex-comandante de equipes como o Cruzeiro e Atlético-MG. Neste ano, o Braga vai disputar Paulistão, Copa do Brasil e Série B.

Fonte: GE