Descansado, Fla visita Rio Claro de olho no continente.

Compartilhe com os amigos
O melhor time do continente americano (fora os dos EUA) volta recarregado à disputa do NBB na noite desta quarta-feira para enfrentar o dono da casa, Rio Claro, às 20h, no Ginásio Felipe Karam. Sem jogar há 16 dias, o Flamengo aproveitou a “folga” para dividir seu tempo entre treinos e descanso durante as festas de fim de ano, logística feita para recuperar o melhor condicionamento físico e técnico do grupo, bastante desgastado com a estressante temporada de muitos jogos – e decisivos – que o Rubro-Negro realizou. Com três derrapadas para equipes que não devem lutar pelo título (Minas, Uberlândia e Macaé) neste início de competição, os cariocas esperam diminuir o número de oscilações dentro das partidas e evoluir sua regularidade, já de olho no bicampeonato da Liga das Américas, que terá sua primeira fase realizada entre os dias 23 e 25 de janeiro, na cidade de Cancún (MEX), contra o anfitrião Pioneros de Quintana Roo, Malvín (URU) e Leones de Quilpué (CHI).
– A verdade é que a gente não teve uma pré temporada por conta de seleção, mundial, enfim, foram vários fatores. Todo tempo que a gente pode treinar é muito importante. Precisamos usar esse tempo para fazer os ajustes necessários na equipe, formatar o elenco da maneira que acreditamos que tem que ser. Tudo isso seria feito na pré-temporada, por isso paramos apenas nos feriados de final de ano/festas e treinamos durante todo o restante do tempo. Estamos construindo um caminho para chegarmos bem aos playoffs, que é (a fase) onde se decide a competição. Além disso, temos que nos concentrar na primeira etapa da Liga das Américas, onde temos que ir bem. O que temos que mostrar é evolução para chegarmos bem nesses momentos decisivos – explicou o técnico José Neto.
Caçula desta edição, o Rio Claro terá a missão de ser mais uma zebra na vida dos cariocas. Para isso, precisará fazer o que quase não conseguiu no NBB 7: vencer em casa. Antepenúltimos na tabela, com três vitórias e 10 derrotas, os paulistas só conseguiram um resultado positivo atuando em seu ginásio, foi contra o São José, quando venceram por 79 a 66, ainda no mês de novembro.
– Em um campeonato como esse, com muitas equipes e bem longo, se a gente olhar a classificação de cada adversário, estaríamos fazendo errado. O Flamengo sempre joga olhando onde o adversário pode nos causar dificuldades e trabalhamos em cima disso para anularmos esses fatores. Temos que trabalhar também nossas qualidades para superar a equipe que enfrentamos. O maior erro que um time comete é olhar a posição da tabela. Vamos olhar para o Rio Claro como uma equipe que busca uma melhor classificação, além do fator casa, favorável a eles – completou o treinador rubro-negro.
“ESPIÃO”, DUDA
Principal contratação da equipe de Rio Claro, o ala-armador Duda Machado será uma espécie de espião de Chuí. Ex-jogador do clube carioca, o camisa 3 jogou ao lado de alguns dos rivais, especialmente seu irmão Marcelinho, e espera fazer com que sua equipe saia vencedora diante dos favoritos rubro-negros.
– É um jogo muito difícil como sempre é jogar contra o Flamengo, mas estamos muito focados, treinando desde o dia 2. Os últimos NBBs provaram que nem sempre os times da frente são favoritos. Eles são favoritos, mas podemos vencê-los. A maioria dos jogos que perdemos dentro de casa, nós perdemos nos detalhes. Estamos assistindo bastante vídeos e vendo o que fizemos de certo e de errado. Também vimos o que o Macaé fez para ganhar deles e tentaremos fazer igual. Se Deus quiser, vamos surpreendê-los e retomarmos o caminho das vitórias para alcançarmos os playoffs, que é o nosso objetivo – disse Duda Machado.

Fonte: GE
Compartilhe com os amigos

Veja também