Erazo quer pagar para jogar no Grêmio, mas Clube esnoba.

Erazo quer pagar para jogar no Grêmio, mas o Tricolor não quer completar o valor pedido pelo Barcelona de Gyauaquil pelo empréstimo. O total pedido é 300 mil dólares, Erazo pagaria 100 mil, mas o time gaúcho rejeita pagar os 200 mil que restam e o jogador não deve atuar em Porto Alegre nesta temporada.
“O Grêmio tem acertado tudo com jogador. Valores, comissões, previsão de permanecer conosco após o período. E não vamos abrir mão disso. É o que temos definido. Se não for isso, não vamos concluir a negociação”, disse o diretor executivo de futebol gremista, Rui Costa.
“O Barcelona quer 300 mil dólares pelo empréstimo do jogador. Dos quais ele está disposto a pagar 100 mil do próprio bolso. Agora, os outros 200 mil podem vir do Grêmio, ou Flamengo, é um acerto que eles têm que fazer”, completou o empresário do jogador, André Cury, ao UOL Esporte.
Enquanto isso, o Colo-Colo, do Chile, surge como terceiro interessado. Os rivais gremistas têm, inclusive, uma proposta melhor financeiramente. Mas a intenção do jogador de seguir no Brasil e atuar sob comando de Felipão o fará desembolsar o dinheiro.
“A proposta do Colo-Colo é mais alta que a do Grêmio. Mas o jogador quer ir para Grêmio e já tínhamos um acordo verbal com o Rui, vamos manter a palavra”, garantiu Cury.
Erazo receberia R$ 120 mil mensais do Grêmio. O restante do salário (40%) seria pago pelo Flamengo. O clube não desistiu oficialmente, mas a data para isso é quarta-fera. 
“Não é nada porque o Colo-Colo atravessou negociação ou algo do gênero. O Grêmio não abre mão do negócio que tinha estabelecido”, concluiu Rui.
O jogador encontra-se no Rio de Janeiro realizando treinamentos para chegar em condições de atuar no clube que o contrate.
Sem Erazo, o Grêmio não irá contratar outro zagueiro. A aposta será nos defensores que já estão no grupo e subiram das categorias de base.

Fonte: UOL