Flamengo faz as contas para faturar como o Real Madrid.

A grandeza de um clube de futebol é mais difícil de mensurar do que o tamanho de sua torcida e, com o Flamengo, não é diferente. Considerado o clube com mais torcedores no Brasil, o Rubro-Negro carioca estima poder ter um dia as mesmas condições financeiras do Real Madrid, apostando para isso justamente em sua torcida.
Em entrevista ao jornal Extra, o presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello falou sobre o futuro do clube e, além de apenas demonstrar o desejo de um dia poder chegar ao mesmo orçamento com o que trabalha o Real Madrid, explicou como esse objetivo pode ser alcançado. Para ele, o segredo está em transformar os torcedores em sócio-torcedores do clube, de modo que se possa capitalizar essa paixão em benefício das finanças Rubro-Negras:
“Se o Flamengo atingir a mesma conversão de receita, chega a R$ 1,6 bilhão anual, que é exatamente a receita do Real Madrid, 500 milhões de euros. A gente tem um potencial de ser um ‘top five’ de receita do mundo. Mas isso vai demandar anos”, explicou Bandeira de Mello.
Para essa temporada, estima-se que o Flamengo consiga arrecadar R$ 365 milhões, contudo, esse valor ainda é inferior ao que o clube deve, calculado em aproximadamente R$ 490 milhões. Com o apoio dos torcedores, facilmente essa ação seria revertida, mas no Brasil o Flamengo e as demais equipes têm enormes dificuldades em construir projetos sólidos que estimulem a adesão e, principalmente, a manutenção da adimplência nos programasde sócio-torcedor.

Fonte: Torcedores

Veja também