Flamengo não encontra solução para Felipe.

Carta fora do baralho do técnico Vanderlei Luxemburgo desde 2014, o goleiro Felipe vai se reapresentar ao Flamengo na próxima segunda-feira para treinar separadamente, quase seis meses após seu último jogo. O Rubro-negro não recebeu propostas pelo jogador.
A expectativa da diretoria era chegar a um acordo sobre a dívida com o ex-camisa 1 antes do fim das férias, mas nenhuma solução foi encontrada no período que agradasse as partes.
A diretoria terá o tema como um dos mais importantes a serem decididos no início da temporada. Uma solução possível é emprestar a algum clube interessado pagando boa parte do salário.
O Flamengo deve entre direitos de imagem, décimo-terceiro salário e luvas cerca de R$ 1 milhão, mas a dívida total para a liberação chegaria a R$ 3 milhões se o clube pagasse o restante de contrato até dezembro de 2015.
Felipe chegou em 2011, após o clube não encontrar substituto para Bruno (preso pelo assassinato de Elisa Samúdio), mas nunca conseguiu ser unanimidade. Depois de ganhar o apelido de Paredão, falhou algumas vezes e gerou polêmicas que o desgastaram. Entre elas, a própria passagem do técnico Luxemburgo em 2012, quando a relação teria se desgastado. Na volta do treinador em 2014, Felipe foi afastado depois da goleada para o Internacional no dia 20 de julho, quando ficou um período no departamento médico.
Já são quase seis meses de “geladeira”. Com salário superior a R$ 200 mil, o goleiro virou um impasse na Gávea e o setor financeiro tenta um acordo desde que o treinador o descartou e lançou Paulo Victor como titular. Felipe não deve facilitar as coisas.
— Ele vinha 17 ou 20 e poucos dias sem jogar e jogou contra o Inter, e não jogou bem. E o Paulo Victor eu já conhecia. Falei: tenho que fazer alguma coisa, mudar a cara. Optei pelo Paulo Victor, que foi bem. Então, automaticamente, o Felipe foi ficando esquecido, e aí vai ter que buscar outro clube, faz parte do futebol — disse Luxemburgo ao SporTV em dezembro.
A reportagem procurou representantes do Flamengo e do jogador, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o caso.

Fonte: Extra Globo