Marcelo Vido analisa momento do Basquete do Flamengo.

flamengo
Nos últimos anos, o basquete do Flamengo está passando por um processo de reestruturação, e um dos responsáveis por isso é Marcelo Vido. O ex-jogador, agora Diretor Executivo do time da Gávea, conversou exclusivamente com o Garrafão Rubro-Negro sobre alguns assuntos, entre eles, possíveis jogos no Ginásio Caio Martins, em Niterói. Confira os trechos da entrevista na íntegra a seguir.
Jogos na Arena da Barra
“No novo regulamento da Liga, os jogos de TV tem que ser com piso de basquete e placar com algumas recomendações tecnológicas, e o Tijuca não comporta isso. A logística de montar o piso é muito difícil e transportar o placar é impossível. Então, uma das soluções foi a Arena da Barra, e nós conseguimos negociar para os dois jogos (Bauru e Paulistano). O Maracanãzinho fica inviável pelo custo.”
NBB 7
“Na minha opinião, o nível competitivo da Liga tem aumentado. Hoje, você vê equipes ótimas perdendo jogos, exceto Limeira, que ainda não perdeu, está tudo muito equilibrado. Flamengo vem de ótimas campanhas nos últimos torneios (NBB 6, Liga das Américas e Mundial), foi para os Estados Unidos disputar pré-temporada, mas nesse início de NBB 7, teve uma pequena queda de rendimento. Não existe nenhum problema interno. O campeonato é longo, nosso grupo é fortef, e vai brigar por título.”
Parceria entre NBA e NBB
“É uma parceria ao longo prazo. A junção entre as duas marcas tem tudo para der certo, apesar da nossa marca ser iniciante. Acho que nesse início é mais na área comercial. Realmente, nós precisamos aumentar a captação de patrocínios para a Liga. Espero que futuramente, ou brevemente, a gente desenvolva umas ações técnicas de aprendizado, troca de conhecimento entre os técnicos, área de marketing, gestão, e etc.”
Jogos no Caio Martins
“Em Novembro, nós tivemos alguns problemas com o Tijuca, mas todos foram sanados. Existe uma outra situação. O time de vôlei do Rio de Janeiro joga lá, então, temos que buscar alternativas. E uma delas é o Caio Martins, que é da Suderj. Vamos discutir e avaliar pra ver se vale a pena.”

Fonte: Garrafão Rubro-Negro