“Não recebo recado pela imprensa”, avisa Caetano a Felipe.

A cada dia que passa, o goleiro Felipe e a diretoria do Flamengo parecem não falar a mesma língua. Um dia depois da reapresentação do goleiro e de algumas queixas públicas que o ex-camisa 1 fez sobre as dívidas do clube, o diretor de futebol, Rodrigo Caetano, falou mais duro. E se queixou das tentativas de recado do jogador via imprensa.
“Já falei. Não mando recado pela imprensa e não recebo recado pela imprensa. Ele (Felipe) sabe. Se algo aconteceu antes, não vou avaliar. Vou avaliar daqui para frente. E falamos com ele sobre a real situação dele. É um atleta inteligente, esclarecido e está sendo costurado junto com seu estafe o melhor acordo que será o melhor para ele e para o Flamengo. Ele está treinando com a mesma condição, talvez não com a mesma perspectiva, com os que estão aqui. Quando falo e acordo falo de algo bom para ele e para o Flamengo”, disse Caetano.
Na segunda-feira, Felipe foi avisado que deveria se apresentar apenas na quinta-feira, no Ninho do Urubu, com os jogadores que não viajariam para Atibaia. Ele foi recebido por Caetano, que deixou Atibaia para chegar ao Rio. Insatisfeito, o goleiro divulgou nota oficial cobrando dez meses de atraso em direitos de imagem. A diretoria não gostou da postura e os ânimos se acirraram.
Felipe não admite reduzir o valor da dívida passada, cerca de R$ 1,4 milhão dos dez meses de imagem atrasados e outro montante referente a luvas e direitos adquiridos por Felipe na negociação para a saída do Braga, de Portugal, em 2011. Os valores restantes do contrato, válido até o fim de 2015, podem ser negociados, segundo o goleiro. O Flamengo deseja um abatimento na dívida para concretizar a rescisão.

Fonte: ESPN