O Campeonato Carioca.

Compartilhe com os amigos

O campeonato carioca é um campeonato muito tradicional. Isso é algo inegável. Porém, nos moldes atuais, até onde isso é realmente atrativo para: Clubes, torcedores e mídia?

No ano passado, a FERJ realizou o I Fórum de debates do futebol carioca. Os assuntos abordados foram: Estudo sobre o horário das partidas, preço diferenciado dos ingressos, mídia, estádios, segurança, importância social e laborativa do futebol carioca, código de postura, Fair play financeiro, aspectos econômicos e financeiros, gratuidades e meia-entrada e temporadas 2016-2020 – Não foi aberto ao público, porém, podia ser acompanhado através do próprio site – Infelizmente, não pude acompanhar todos os temas, mas confesso que a contextualização dos assuntos foram animadores e por vezes inovadores.
Os horários das partidas foi um dos assuntos que eu pude acompanhar. Dentro do debate, representantes da segurança do Rio de Janeiro estavam presentes, assim como alguns representantes dos clubes do RJ.
Hoje sabemos que cada ano que passa, o Rio de Janeiro caminha para o caos no transito. Com isso, muito se questionou sobre o horário dos jogos. 19:30 ou 22:00 em plena Quarta-Feira ou Quinta-Feira? 17:00 ou 19:00 em pleno Sábado de verão?
O preço dos ingressos é outro assunto que realmente causa muita discussão. Dirigentes querem estádios cheios, porém, não querem bancar o custo de um estádio cheio com uma arrecadação não tão favorável.
O formato de disputa do campeonato e a quantidade de clubes também foram bastante discutidos. Assim como, se o interesse do público estaria relacionado ao adversário, além dos clubes escalarem, por vezes, os reservas.
Enfim, todos os problemas foram listados e com suas possíveis soluções. Tá bom, ok. Mas, e agora? Infelizmente, nada disso será aproveitado.
Interesses políticos e financeiros estão ligados diretamente. Quando que a Globo vai mudar o horário das suas novelas ou telejornais, para transmitirem um jogo de campeonato carioca?
Quando ou quem se importará se o trabalhador precisa acordar às 5 ou 6 da manhã, no dia seguinte, depois de atravessar o RJ para assistir ao jogo do seu clube de coração?  
Quando ou quem se importará se os funcionários da Supervia ou Metrô, precisam ficar até depois do horário – Que por muitas vezes nem recebem hora extra – quando um jogo que começa às 22:00 vai pra prorrogação ou pênaltis – assim como aconteceu na CDB em 2014 com Flamengo x Coritiba – ?
Quando ou quem se importará se Policiais precisam ficar até depois do horário – especialmente no citado acima – quando no dia seguinte precisarão se reapresentar aos seus respectivos batalhões na manhã seguinte?
Resumindo. Que façamos por amor e que torçamos para que um dia, o milagre possa acontecer em prol daqueles que sofrem, pelas péssimas administrações em vários setores – para não dizer todos – do nosso país.
Que dias melhores venham!
Saudações Rubro-Negras!
Kaian Oliveira

*Deixe sua opinião aqui. Ajude-nos a melhorar. Juntos somos sempre melhor!
Compartilhe com os amigos

Veja também