A gangorra do Flamengo 2015

Caros Rubro Negros,

Esse ano do Flamengo em especial tem me lembrando muito aquele brinquedo dos idos tempos nos quais parquinhos de diversão destinados aos infantos eram muitos pelas cidades: A Gangorra.

Começamos o ano com boas expectativas ao olharmos para a evolução que o time apresentou no fim do ano passado, com o “pofexô” dando a pinta de que tinha voltado a ser aquele treinador dos bons tempos. Logo a gangorra desceu com péssimas atuações pelo carioquinha, passando por uma vexatória eliminação pelo Vasco e antes por um empate absolutamente ridículo contra o “poderoso” Nova Iguaçu dando ao Botafogo a chance de ganhar um título que segundo alguns foi “igual a ganhar a Champions”. ( Tá bom né…vai que é doença…).

Depois desse início absolutamente desastrado e da demissão do Luxa tivemos uma subida na gangorra. Mesmo que os resultados não tenham melhorado tanto, certamente o amontoado de jogadores que vestiam a camisa do Fla passou a lembrar, mesmo que timidamente, um time de futebol. Até pelo no estado o time se encontrava qualquer melhora já seria suficiente para uma subida nessa gangorra emocional.

Em seguida a descemos novamente. Após muitas oscilações, resultados inesperados e mais uma eliminação para o Vasco estávamos em uma situação de poucas perspectivas, de tentar pensar no ano que vem e já com mais um técnico demitido e um substituto em seu lugar.

Mas o ano ainda não tinha acabado…então essa brincadeira Rubro Negra também estava longe do fim. Com a chegada do novo comandante, o terceiro do ano, o time parecia ter se encontrado. Com 6 vitórias seguidas e algumas boas atuações (outras nem tanto), uma rápida ascensão na tabela aconteceu e entramos no G4. Em algum ponto dessa subida o céu parecia ser o limite. Parecia…

Agora novamente estamos em mais uma decida dessa gangorra sádica, que mais parece ter prazer em nos fazer sofrer. O time vem de 3 derrotas consecutivas, sendo uma goleada para o Atlético MG e 2 derrotas com atuações abaixo da crítica.

Claro que todas essas oscilações tem diversos motivos, entre eles a se destacar o planejamento do futebol, aonde, por exemplo, temos hoje como titulares do time 4 jogadores que não estavam no elenco no início do ano. Porém sou da teoria que ainda enfrentamos muitas dificuldades financeiras e que, mesmo tendo uma situação equacionada e com viés de melhora, inspira cuidados. E isso é um atenuante para o problema acima citado. Mas isso merece uma coluna à parte. O que merece destaque agora é que mesmo estando na parte debaixo da gangorra agora, o ano ainda não acabou. E, como rubro Negro que sou, sempre vou torcer e acreditar no melhor, que é terminar a brincadeira em 2015 com a gangorra no alto, no G4, com uma vaga na libertadores 2016!!!

Nota 10: Para a nossa sorte. Aqueles que acreditam que é possível vaga na Libertadores do ano que vem devem ser muito gratos. Depois de 3 rodadas horrorosas a nossa diferença para o G4 é de apenas 4 pontos. Seria isso um sinal do nosso sucesso???

Nota 0: Flamengo 1 x 2 Vasco. É impressionante como o Flamengo conseguiu perder 4 jogos no ano para esse time horroroso do Vasco. Chega a ser assustadora a nossa falta de vontade, raça ou bola…ou ainda de todos esses fatores juntos em alguns dos encontros entre os times nesse ano. Em especial na vontade fomos goleados. E o futebol apresentado pelo Flamengo no domingo passado foi sofrível…e olha que o jogo foi no Rio de Janeiro…se o jogo tivesse sido em outra praça iriamos ouvir mais um monte de bobagens…

Saudações Rubro Negras!!!

Luiz Henrique Amorim

contato@colunadoflamengo.com.br

Veja também