Vice do Inter em 2009 rebate Felipe e nega mala branca ao Fla

Fernando Carvalho nega qualquer oferecimento ao Corinthians para facilitar busca por título no campeonato. Seis anos depois, goleiro disparou contra o clube gaúcho

Se o goleiro Felipe disparou contra o Inter e levantou possibilidade do oferecimento de “mala branca” em um dos jogos mais polêmicos do Campeonato Brasileiro de 2009 – vitória por 2 a 0 do Flamengo sobre o Corinthians –, a direção colorada negou a informação. Vice de futebol na época, Fernando Carvalho negou qualquer oferecimento financeiro ao clube paulista para ter as chances de título aumentadas.

– Não, não e não. O Inter não ofereceu. Eu era vice e não tenho conhecimento. Se algum outro clube ofereceu, não sei – contou ao GloboEsporte.com.

Com a vitória do Flamengo, o time carioca se aproximou do título do Brasileirão, já que deixou o Rubro-Negro com dois pontos de vantagem sobre o Inter, que era o vice. Válido pela penúltima rodada do Brasileirão de 2009, o jogo foi disputado em 29 de novembro, no Brinco de Ouro.

Felipe foi peça central da polêmica porque não pulou em um pênalti cobrado por Léo Moura, no fim do jogo, quando o Flamengo já vencia por 1 a 0.

– Zé Roberto havia aberto o placar. Fernando Carvalho, no entanto, não considera que teve “corpo mole”.

– Muitos goleiros fazem aquela estratégia de não sair do gol. Não acho que tenha feito corpo mole – afirmou Carvalho.

Em entrevista ao jornal Lance!, o goleiro voltou a afirmar que não entregou o jogo, seis anos depois do jogo. E trouxe à tona a suposta oferta do Inter.

– Achei mesmo que ele (Léo Moura) fosse bater no meio. Juro por Deus. Igual aconteceu dois anos depois, com o Elano, que peguei o pênalti. Mesmo se tivesse pegado, não teria mudado nada. São Paulo tinha tomado quatro do Goiás. Flamengo foi campeão não porque ganhou do Corinthians. Se eu pegasse, ficaria 1 a 0. A gente tinha premiação muito boa do Internacional só para empatar o jogo. Não tem esse negócio de ter deixado – afirmou Felipe.

Na época, Felipe e outros jogadores do Corinthians também negaram qualquer favorecimento ao Flamengo. O goleiro atuou pelo Timão até 2010, e acertou com o clube carioca na sequência. A saída foi conturbada e pela porta dos fundos, após briga com o então presidente Andrés Sanchez.

Aos 31 anos, Felipe vai defender o Bragantino nas disputas da Série A2 do Campeonato Paulista e Série B do Campeonato Brasileiro. Ele passou pelo clube entre 2006 e 2007.

Fonte: GE

Veja também

  • O título diz mala branca ao fla. Kkkkkkk quanto amadorismo. Kkkkkkkk

Comentários não são permitidos.