Coluna do Torcedor: “Esporte Interativo, está na hora de mostrar a que veio”

Dona dos direitos de distribuição de TV nos modos aberto, fechado e pay-per-view do brasileirão no período 2016/2018, a TV Globo, a partir do meio do ano passado, aproveitou-se do fato de muitos clubes brasileiros estarem desesperados por recursos financeiros e propôs o alongamento desse acordo até 2020 dando como troca um adiantamento de até R$ 30 milhões sem cobrança de juros. O Corinthians foi o primeiro a assinar esse acordo mostrando bem que a situação por aquelas bandas realmente não está fácil, mas a tendência era que todos acabassem fechando esse acordo pois não havia até aquele momento quem oferecesse coisa melhor.

Até que o Esporte Interativo, controlado pelo grupo americano Turner, percebeu uma boa oportunidade de poder transmitir os jogos do brasileirão na sua grade de programação. Como ele é um canal de esportes da TV fechada e no contrato da TV Globo a menor fatia destinada aos clubes era justamente nesse modo (Estimados R$ 60 milhões por ano), ela partiu atrás dos descontentes com uma proposta interessante: Luvas por assinatura de contrato de até R$ 40 milhões e mais uma quantia total de R$ 560 milhões para ser distribuídos por ano aos clubes seguindo o padrão do futebol inglês. Esse contrato valeria de 2019/2021 e seria só na TV fechada deixando os clubes livres para assinarem com a Globo ou qualquer outro interessando nos modos de TV Aberta e Pay-Per-View. Para diminuir o receio dos clubes de serem prejudicados pela TV Globo caso eles aceitassem a oferta do EI eles ofereceram mais R$ 250 milhões para ser distribuído aos clubes para a TV Aberta onde o EI negociaria depois em qual canal aberto essas partidas seriam transmitidas.

A partir daí os clubes se dividiram em três grupos sendo o primeiro os dos clubes mais desesperados por dinheiro como Corinthians, Vasco da Gama, Botafogo, Atlético Mineiro, Cruzeiro (para mim uma surpresa!!) e Sport. O segundo grupo era daqueles em que o sentimento de que eram menosprezados pela Globo na distribuição atual era maior que a real necessidade de caixa e viram na proposta do EI uma forma de declarar independência da rede do plim-plim. Esse grupo atualmente é formado por Santos, Atlético-PR, Coritiba, Internacional e Bahia sendo que desse grupo somente o Santos fechou atualmente com o EI. E o terceiro grupo é o grupo dos times que preferiram ver onde essa disputa ia dar para tentar negociar um melhor contrato. Nesse grupo estão São Paulo, Palmeiras, Grêmio e Flamengo.

Vendo que o pêndulo pendia para o lado do EI a Globo resolveu se mexer e melhorar a proposta no modo da TV Fechada oferecendo ao São Paulo luvas de R$ 60 milhões pela assinatura de contrato desse modo, dando ao clube o direito de vender as placas de publicidade dos jogos (Faturamento estimado de R$ 10 milhões ao ano) e prometendo aumentar o total a ser distribuído nesse modo dos atuais R$ 60 milhões para R$ 500 milhões de reais por ano. Isso só na TV Fechada para os períodos de 2019/2021 e deixando os modos de TV Aberta e pay-per-view para serem negociados depois. Como o EI, dizem não acreditando na veracidade da proposta, não aceitou cobrir, o São Paulo acabou por aceitar o acordo da Globo.

Por tudo o que aconteceu até agora devemos agradecer ao Esporte Interativo por ter conseguido que a TV Globo melhorasse e muito a sua proposta. Se antes dela entrar na jogada a TV Globo estimava um gasto total de R$ 1,1 bilhão em todos os modos de transmissão, uma redução de 15% sobre o que ela gasta atualmente que é de R$ 1,3 bilhão, agora ela acena com gastos totais de R$ 1,5 bilhão, um aumento de 15% sobre o que é atualmente pago aos clubes. Sem contar o pagamento de altas luvas por assinatura de contrato em detrimento dos péssimos adiantamentos e o direito dos clubes de negociaram as placas de publicidade de seus jogos. Isso mostra como uma concorrência saudável pela distribuição da TV dos jogos do brasileirão pode ser salutar aos clubes brasileiros faltando só competidores fortes o suficiente para fazer frente à TV Globo.

Essa mudança por parte da Globo chamou a atenção dos clubes do segundo grupo e que ainda não assinaram com o EI, casos do Atlético-PR e Bahia e que já manifestaram o desejo de analisar com mais carinho a proposta que a Globo lhes reservar.

Com isso a Globo passou a bola para o Esporte Interativo que tem que mostrar agora se ele realmente está disposto a disputar os direitos de transmissão da TV fechada com a Globo ou se só estava se aproveitando de uma lacuna nesses acordos de TV fechada para os colocar seus pés nesse mercado. Nos valores atualmente propostos e levando em consideração as diferenças de alcance de público, publicitário, estrutura e tradição o contrato da Globo é aparentemente muito mais vantajoso do que o do EI. Tem que ser levando em consideração que para o EI seria necessário ter ao menos 8 clubes para que viabilizasse o seu trabalho sem que ele ficasse alguma rodada do brasileirão sem poder transmitir algum jogo. A Globo já conta com 9 clubes e o EI atualmente só 1 (Santos). Quanto mais demorar em fechar com novos clubes mais o EI ficará pressionado.

Até agora a única resposta do EI para essa nova situação foi oferecer um aumento das luvas de assinatura de contrato de R$ 40 milhões para R$ 60 milhões igualando o que a Globo ofereceu ao São Paulo e que na minha opinião é insuficiente para mudar esse jogo. Acredito que o Esporte Interativo chegou ao limite do seu orçamento e, não havendo um grande aporte do seu controlador, não deverá melhorar muito a sua proposta. Com isso a tendência atual na minha opinião é os clubes acabarem fechando com a Globo mesmo.

Aos clubes que ainda não fecharam com nenhuma das emissoras aguardam sentados os próximos capítulos dessa disputa na esperança de conseguirem contratos ainda melhores que o do São Paulo. É bom saber que agora se tem um contrato base muito mais favorável ao que se tinha antes e devemos ao Esporte Interativo essa oportunidade. De qualquer forma, muito obrigado até agora EI!!!

Abraços e SRN,
Carlos Ueslei Rodrigues de Oliveira
carues@gmail.com
ST 2320740-0 OFF-RIO O000016

Obs: O Flamengo lançou, nesse último final de semana, uma nova campanha de tijolinhos para ajudar na construção do CT. Cada tijolo custa R$ 380,00 e só pode ser adquirido por sócios torcedores. Na primeira campanha acabei não contribuindo pois estava bem apertado na época, mas agora não me furtei de adquirir um para mim e outro para o meu moleque que virou estrelinha. É participando de ações como essas que ajudamos o Flamengo a ser cada vez mais forte. Caso esteja interessando o site é o https://www.murodanacao.com.br.

Veja também

  • Flamengo só vai negociar de novo em 2018. Não precisamos desesperadamente como esses timecos falidos que inflaram que nem um balão e agora vão amargar anos de derrotas. Com EI só aumenta competitividade e faz as boladas serem maiores. Flamengo sempre vai sair ganhando pois pode ser turner, globo, rede estatal chinesa, ou uma rede de alienígenas, não interessa, sempre o fato de sermos uma nação de 40 milhões sempre será reconhecido e respeitado.

  • O Santos se antecipou demais nessa decisão, vai sair prejudicado provavelmente.
    Vale ressaltar que na Premiere League os grandes clubes recebem por fora (Luvas) extremamente maiores, o que resulta na mesma discrepância de valores. Ou seja, dá no mesmo. Mas o povo gosta de hipocrisia e de se iludir. Deixa eles pensarem que essa divisão vai resolver algo, mal sabem que o Flamengo cobrará por fora um valor de luvas bem exacerbado.
    No mais, acho engraçado que os demais clubes gostam de mamar na teta do Flamengo, não sabem se garantir. Só demostra que o Flamengo é IMENSO comparado a QUALQUER clubinho de merda desse país de merda.

  • O Mengão tem que usar essa disputa a seu favor, pode esperar até ver o melhor contrato assinado e usa-lo como uma base para o seu. Só não pode o EI pedir penico e desistir antes, aí ficaremos nas mãos da Globo. SRN

    • Pois é
      A meu ver não pode demorar muito.

      Tem que chamar a EI pra conversar e receber uma proposta.

      Depois chama a globo e pede pra cobrir e pronto.

      Ou tenho uma ideia muito boa

      Globo construa um arena pra gente que fechamos para TV fechada de 2019 à 2025 no valor de R$500 milhões

      TV fechada a globo não dava quase nada mesmo

      Acabariamos com o nosso maior problema e a globo ia se entender melhor com o governo do rio.

Comentários não são permitidos.