Diretor diz que houve uma sobrecarga em refletor do Moacyrzão

Após um pequeno incêndio em um dos refletores do estádio na partida entre Macaé
e Flamengo nesta quarta, Tales Coutinho aponta causas e rechaça novo problema

A partida entre Flamengo e Macaé nesta quarta-feira já se encontrava na metade do segundo tempo, quando, aos 23 minutos, um refletor do Estádio Claudio Moacyr, o Moacyrzão, começou a pegar fogo e assustou parte da torcida, que precisou ser removida da arquibancada próxima ao local. Apesar do susto, a partida prosseguiu normalmente, mesmo com o objeto ainda em chamas até o fim do confronto, que acabou vencido pelo Rubro-Negro por 2 a 0.

Na manhã desta quinta-feira, o administrador do Moacyrzão, Tales Coutinho, se manifestou sobre o ocorrido em uma rede social e apontou quais foram as causas para o pequeno incêndio em um dos refletores. Além disso, o diretor ainda afirmou quais os procedimentos foram feitos para acabar com o fogo e revelou que as medidas para a solução do problema na parte de iluminação do estádio já estão encaminhadas.

– Com os dois jogos consecutivos entre Macaé x Flamengo (juniores e profissionais) com refletores ligados (aproximadamente 5h ininterruptas), houve uma sobrecarga, fazendo com que um reator não aguentasse e, consequentemente, o capacitador apresentasse uma pequena chama. A direção do estádio e a Defesa Civil optaram por isolar a área como medida de segurança e monitoraram a chama que permanecia pequena. Acionamos o Bombeiro imediatamente e, como a partida se aproximava do fim, optamos por aguardar o término do jogo, para a entrada de equipe de bombeiros. E, em seguida, a própria equipe de manutenção do estádio subiu ao local para efetuar os devidos reparos – disse em postagem no Facebook Tales Coutinho, que ainda rechaçou a chance de um novo problema semelhante ao desta quarta-feira.

– Não, tanto é que não me recordo de nunca ter acontecido aquilo no Moacyrzão, que sempre se mostrou muito seguro. Então a gente está se mobilizando desde a noite de ontem (quarta), de madrugada, para averiguar. O caminhão para a manutenção já foi lá. Foi uma coisa pontual. Já estão sendo feitos os reparos, até porque o Moacyrzão é muito acionado no estadual. Estamos trabalhando para corrigir os problemas – completou Tales em entrevista ao GloboEsporte.com

Após o pequeno incidente, a partida seguiu normalmente, e o Flamengo, logo sem seguida, chegou ao segundo gol com o atacante Marcelo Cirino e decretou a vitória por 2 a 0 sobre o Macaé, que amargou a sua segunda derrota em dois jogos até aqui no Campeonato Carioca.

Fonte: GE

Veja também