Winning Eleven Rubro-Negro

Tenho assistido com certa impaciência o time do Flamengo ultimamente. Talvez isso se dê pelo fato de ter esperado um 2016 avassalador desde o início, quão ingênuo. Mas o fato é que apesar da leve melhora em relação ao patético ano de 2015, nosso Flamengo ainda não está da maneira que imaginei e quero.

É claro que todo torcedor do Flamengo tem que ter certa paciência com o time e para manter os costumeiros pensamentos revolucionários do tipo “Fora Wallace, Gabriel e Paulo Vitor”, me propus a assumir o trabalho do Muricy neste exercício, dada a liberdade poética de sonhar com dias melhores e uma escalação utópica dentro do elenco que hoje nos dispomos a manter. Sem mais delongas, vai ai meu Starting Eleven (titulares) dos sonhos:

Esquema: 4-4-2

Nos últimos anos, aonde quer que olhe, você verá times brasileiros usando o esquema criado pelo velho Lobo Zagallo na década de mil novecentos e vovó virgem, como se fosse a coisa mais revolucionária da história, o famoso 4-3-3. Acontece que deu certo por uma década, mas já esta ultrapassado ! Todo mundo reaprendeu a marcar os dois pontas, e o meio de campo perdeu o total sentido, na medida em que só se escalam volantes brucutus para cobrir as falhas dos atacantes de lado. Em outras palavras, trocamos o jogo pensado pelas bicudas pros lados. Um horror. Joguemos com 4 meias, talvez até com um ou dois volantes, mas com duas cabeças pensantes e dois atacantes de área, para infernizar a dupla de zaga dos adversários.

Alex Muralha

Contratamos um goleiro por 4 milhões, destaque do ultimo Campeonato Brasileiro, para ser reserva de um goleiro tão fraco quanto Paulo Vitor ?? Se alguém ainda encontra sentido nisso, sugiro um tratamento do desapega, porque está ficando feio já. Vamos vender o PV no OLX e fica todo mundo bem. Desapega, desapega…

Rodinei

A maior surpresa dessa janela de transferências foi a contratação do lateral direito, por quem eu não pagaria duas mariolas, mas que vem fazendo um trabalho ofensivo e principalmente defensivo impressionante. Lembra um pouco o Léo Moura no auge. Merece vaga na minha ‘seleção’.

César Martins

Pela simples falta de opção. Wallace não dá, e Leo Duarte ainda precisa ser testado e, jogando bem, quem sabe. Mas no momento, César é melhor que Wallace e deve ser titular.

Juan

Ótima temporada, mas se continuar a ser poupado em momentos decisivos como foi nesse jogo contra o Fluminense, teremos sérios problemas quanto a zaga em 2016, nenhuma surpresa até então.

Jorge

Vem fazendo bem o seu papel, apesar de certa implicância de alguns torcedores que o consideram acomodado demais para sua idade. Apesar de o ver sendo um jogador que atua com uma aparente arrogância, o considero apenas um lateral com visão de jogo e de posicionamento, atributos que facilitam seu jogo, o permitindo correr de forma inteligente e não como um moleque qualquer vida louca desenfreado.

Cuellar

Volante bruto, correria e com bom passe. Não vimos muito de seu futebol ainda, mas o primeiro tempo contra o Fluminense foi um bom indício de que grandes coisas estão por vir, grandes coisas vão acontecer nesse lugar.

Willian Arão

Melhor jogador esse ano, tanto no Euricão 2016, quanto na Primeira Liga. Melhor do time disparado. Segundo volante com características de Elias, velocidade razoável, boa marcação e presença ofensiva incrível. Temos um projeto de ídolo bem aí.

Éderson

Camisa 10 tem que jogar. Calma, eu sei muito bem da lesão e da recuperação, não se esqueça que é minha escalação utópica ok ?? Enfim, do pouco que vimos em 2015, o ex-Lazio é um jogador muito qualificado, com bom passe e excelente finalização, pode jogar como meia pela direita e é capaz de decidir no detalhe. Só falta mesmo a parte física.

Mancuello

Um bom jogador, mas não como ponta. Jogando atrás da linha do meio, pode ser para Guerrero o que Petkovic foi para Adriano. Espero grandes conquistas com base na raça argentina do Tenente. Pode fazer o lado esquerdo do campo no meu 4-4-2, mas não espere que vá a linha de fundo a todo momento, porque não é a dele.

Guerrero

Sem surpresas certo ? Guerrero é o melhor atacante do time e tem que jogar. Não é ídolo, porque esse papo da imprensa de que é só custar milhões que vem para ser ídolo é balela. Mas com mais gols e conquistas, pode muito bem se tornar um. Tem feito um ótimo trabalho esse ano, como definir os clássicos de domingo e contra as frangas de Minas, por exemplo.

Felipe Vizeu

Ahh… tem surpresa sim ! Sheik pra mim é o tipo de jogador que decide clássico, mas murcha em jogos de tabela, que são os que realmente definem os campeões. Sou da crença de que melhor dois bons atacantes tabelando na área, e atazanando beques alheios, do que um grande atacante isoladão lá na frente. Sou saudosista, e lembro-me dos grandes ataques da história… Messi/Neymar/Suarez, Cristiano/Benzema, Pelé/Didi, Ronaldo/Romário, Romário/Edmundo, Ronaldo/Adriano, Adriano/Ibrahimovic, Ibrahimovic/Henry… Enfim, times em que grandes atacantes tinham companhia e, consequentemente, entortavam os adversários que não sabiam a quem marcar. Vamos jogar com dois atacantes por favor.

_________________________

Opiniões do Eyer

G⊗L: Willian Arão. Cada dia que passa, mais um degrau rumo ao status de ídolo Rubro-Negro. Claro que começou a subir a escada agora, mas se continuar nesse ritmo, não demora muito.

Falta: Muricy, jogamos 10 minutos contra o Fluminense com apenas um zagueiro em campo, e o senhor tinha duas substituições para fazer e Leo Duarte no banco. O que houve meu filho ??

Impedimento: Rodrigo Caetano. Cadê o zagueiro ?

Cartão Amarelo: Gabriel. Como pode um jogador desse nível de ‘futibolagem’ (ou ‘peladeiragem’, como preferir) atuar com o Manto Sagrado !?

Cartão Vermelho: Wallace. Mais uma vez, culpado pela falta que originou o gol dos caras, e expulso por molecagem. Pelo amor de Deus, basta !

Bate Pronto: Cuellar mereceu ser expulso ?

Palmas: Emerson Sheik. Não sou um fan, mas a disposição no Fla-Flu é digno de nota. Muito obrigado pelo esforço. Que jogue mais assim além dos clássicos.

Música do dia: Pour it Up – Rihanna (Cultura e entretenimento,  ͡° ͜ ͡°)

PS: Deixa o seu comentário aí e vamos conversar !

SRN, Luis Eyer.

luis.eyer@colunadoflamengo.com

Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer.

Veja também

  • Que matéria horrível! Independente do conteúdo, qualquer escritor de blog faz parte de uma imprensa, mesmo que pequena. Com esse português? Separando os pontos, usando emoção extremamente exacerbada. Eu gosto muito desse blog, mas seja quem tenha escrito este texto, pecou bastante.

  • Pela sua logica do goleiro ter custado 4 milhoes nao pode ficar no banco… Cirino custou quanto pra nao figurar nesse time?

  • Esquece 4-4-2, não tem muita dinâmica e é previsível, na minha opinião. 4-3-3 atacando com, 4-1-4-1 defendendo é muito melhor, futebol “moderno”. Melhor time do Flamengo jogava no 4-3-3, inspiração do Barcelona há anos…Não vi problemas neste atual esquema ainda neste ano, temos peças para jogar bem assim. Time foi reforçado pensando neste modelo de jogo….

    • Parabéns mais um com visão moderna. Se ficarmos acomodados com esquemas e maneiras de jogar antigas vamos ter mais um 7x 1. Técnico Zé Ricardo do sub-20 é um grande estudioso tático e implantou o 4-3-3 com 4-1-4-1 em bloco no Sub-20 e fomos campeões da copinha SP. Muricy está fazendo o mesmo no profissional com detalhes diferentes mas o corpo e a filosofia é a mesma. É o que se está se jogando lá fora nas grandes equipes com algumas variâncias dependendo das características dos jogadores.

      • Respeito a opinião do colega, mas, particularmente, gosto do esquema 4-3-3 no Barcelona, por exemplo, porque não é uma formação fácil de se utilizar, exige-se jogadores com muita objetividade, habilidade, condicionamento físico, toque de bola rápido e fácil, infiltrações…

        Acredito que para ganhar o campeonato brasileiro com o nível técnico dos atletas que possuímos seria mais eficiente o feijão com arroz, o básico (4-4-2), com o meio bem fechado e aproveitando o erro do time adversário (vide cúrintias). Com os players que possuímos, por exemplo: Cuellar, Arão, Ederson e Mancu e jogando dessa forma, com nosso meio campo e ataque, bem servidos como estão, seríamos praticamente imbatíveis.

        Minha humilde opinião.

  • De novo queria registrar minha indignação aqui: o Galo acaba de contratar Clayton. Como o rubro-negro, com toda essa pompa de clube mais lucrativo do Brasil não consegue ter um time titular melhor do que o reserva desse timeco de bairro? Os reforços sempre vem depois de muita humilhação pública, os jogadores desdenham do Flamengo enquanto os outros clubes estralam os dedos e eles assinam os contratos…

    • Você não é e nunca foi flamenguista. Todo mundo já te sacou, você apenas quer aparecer, parece um mini Eurico Miranda.

      Grande bosta Claílton, jogador de 20 anos, que se destacou no Figueirense.

      Acorda, ninguém tolera os seus comentários esdrúxulos e vocês já está mal visto.

      E vai torcer para o Atlético Mineiro, dando paz de espírito aos verdadeiros flamenguistas que participam da Coluna.

      • Obrigado Eduardo eu não tive saco de responder a uma imbecilidade destas. Chega de saudosistas da Paty Amorim e do Kleber Leite.

    • Voce NÃO é e NUNCA foi Flamenguista.
      Só escreve besteiras denegrindo a imagem do clube, da administraçao, dos jogadores e até dos torcedores.
      Sai fora, maluco ! Vai baixar em outro canto.

  • Concordo em relação a tática escolhida, creio que esta (4-4-2) seria a ideal para o Flamengo. Não obstante, na minha humilde opinião, se me permite, faria uma leve alteração. Imagino que o ataque deveria ser composto por Guerrero e Cirino (Sheik, Vizeu), vez que ambos são jogadores inteligentes, porém com características diferentes – goleador / velocista – as quais juntas poderiam formar uma parceria promissora.

    SRN.

  • Luis Eyer, cadê eu nesse seu time? Esqueceu que sou titular absoluto! ?

    • kkkkkk

    • Você está escalado no meu time de botão. Aquela peça que está ali só de enfeite.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Ķkkkķkķkķkķ

    • Kkkkkkkk, muito boa essa!!

Comentários não são permitidos.