Após passar por decisões, Flamengo terá rodízio no time titular

O técnico Muricy Ramalho não esconde que o time do Flamengo já sofre com o desgaste físico no começo da temporada. Entre viagens, jogos decisivos e pouco tempo para treinar, o Rubro-negro acusou o cansaço no segundo tempo dos últimos jogos.

Foi assim no empate por 0 a 0 com o Fluminense. A equipe parou. Muricy Ramalho conversou com os atletas e definiu que um rodízio será feito entre os titulares. No entanto, nada deve acontecer antes dos confrontos decisivos.

O primeiro deles será quarta-feira (23), quando o Flamengo decide uma vaga na final da Primeira Liga contra o Atlético-PR, às 21h30, em Juiz de Fora.

“Estamos no caminho certo. Disse para os jogadores passarem por cima da dor antes do clássico. Eles foram parceiros. O time está encorpando, mas alguns atletas ainda estão entrando em forma, caso do Ederson. O Mancuello se recupera de lesão. É preciso calma com isso”, afirmou Muricy.

“Definimos que faremos um rodízio mais para frente. Será difícil aguentar essa maratona sem isso. Perguntei a todos sobre as condições para jogar contra o Fluminense. Se não estiver 100%, é difícil aguentar”, completou.

Pelo menos dois jogadores estão fora da semifinal da Primeira Liga. Paolo Guerrero e Gustavo Cuéllar disputam as duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 por Peru e Colômbia, respectivamente.

“Vai ser uma pedreira, mas esperamos fazer um grande jogo mesmo sem o nosso artilheiro e o Cuéllar. É um momento em que a força da torcida será mais importante do que nunca”, encerrou o comandante.

Fonte: UOL

Veja também

  • acho que a discussão agora é em torno do Sheik.
    Sheik, erra muito passe.
    Dá muito contra-ataque
    Fominha, individualista,
    Perde muito a bola tentando driblar.
    As finalizações dele são horríveis.
    Só faz gol de penalti.
    E o pior, boicota o Guerreiro. Não passa a bola nem por decreto.

    acho que sem o Mancuello, poderíamos testar o Alan Patrick e o Ederson no lugar do Sheik
    Quando o Mancuello voltar, continuava o Ederson na ponta, no lugar do Sheik.

  • acho que a discussão em torno do nome do Guerreiro é seguro plano.
    Ele não está sendo nem 30% do que achávamos que poderia ser.
    Artilheiro matador!
    Esperava que com um meio campo, com CUELLAR, ARAO E MANCUELLO. Ele crescesse.
    Mais mesmos com sua falta de gol, e a bola não chegando, e o SHEIK HORRÍVEL, boicotando ele. Ele faz muito bem o povo, distribui muito bem a bola, em velocidade.
    Acho que temos que aguardar a volta do Mancuello, e a saída do Sheik do time.
    Aí sim poderemos cobrar.

  • Se a gente comparar o Guerrero em campo com o Lucas Pratto do Atlético-MG, é pra ficar preocupado..

    O centroavante argentino se movimenta, busca jogo, faz gol, batalha em campo, se posiciona….

    O nosso peruano não rouba uma bola, só reclama, fica paradão, não participa, só vive de cara feia e faz gol numa míngua terrível.

    Tá muito feio isso.

    • Uóti????? Cara segurou todos os canudos que jogaram pra ele ontem, se movimentou, saiu da área… n procede isso aí… e ficar culpando um jogador não leva a lugar nenhum.

      • Culpando de quê? Não estou falando de culpa de nada…

        Estou fazendo uma comparação entre dois centroavantes.

Comentários não são permitidos.