Metade da renda do Fla-Flu no Pacaembu ‘vai para PM e federações’; veja valores

O Fla-Flu realizado no último domingo, no Pacaembu, em São Paulo, foi um sucesso de público, com 28.727 de 30.875 ingressos vendidos. No entanto, as despesas do duelo foram tantas que simplesmente metade da renda do duelo “evaporou”.

De acordo com o boletim financeiro divulgado pela Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), a renda bruta foi de R$ 1.374.375,00, enquanto a renda líquida (o que sobra após os descontos) foi de R$ 692.951,47.

Portanto, quase metade do bruto foi consumido em despesas como pagamento da Polícia Militar e as taxas das federações de São Paulo e do Rio: R$ 681.423,53.

A “mordida” mais forte foi a taxa da Ferj, que ficou com R$ 135.047,50 – a FPF (Federação Paulista de Futebol), por sua vez, levou “apenas” R$ 68.718,75.

O aluguel do Pacaembu ficou em R$ 71.935,00, enquanto a confecção, venda e pré-venda de ingressos consumiu nada menos do que R$ 54.453,90.

A taxa de policiamento também foi “salgada”: R$ 54.443,53. Além dela, houve outros gastos com segurança, como orientadores e fiscais (R$ 25.560,20) e monitoramento por câmeras (R$ 6.600,00).

Outras despesas que saíram caras foram o aluguel de grades e tendas, por R$ 22.730,00, e as próprias despesas operacionais do estádio paulistano: R$ 17.200,00.

Após os descontos, sobraram R$ 346.475,73 para cada time.

Como precisa usar parte da renda para o pagamento de penhoras, contudo, o Flamengo lucrou R$ R$ 294.504,37.

Fonte: ESPN

  • O único dinheiro bem aplicado foi com a PM. Havia um “Exército” de policiais e todos dispostos a atender bem aos torcedores. Pela primeira vez, deixo meus parabéns a polícia de São Paulo. Bem mais preparada que a do Rio.

  • Taxa de policiamento de 60 mil?
    Ora, segurança pública não é segurança…pública? Um local onde vai 60 mil cidadãos que pagam impostos deve ter segurança para eles. E mesmo se fosse para pagar, que fosse pagar segurança particular. Essa aí é indecente!

  • Vamos começar a pensar no estádio próprio gente! Nem que seja na baixada! Do jeito que está não pode continuar!

  • Não sei como é lá fora. mas duvido que o Real Madri, o Bayern ou o Barcelona fiquem com apenas 1/4 de uma renda!!!

    É por isso que os clubes brasileiros estão falidos. É muito ladrão metendo a mão.

  • 346.475,73 para cada time. Mas te garanto que o jogo fosse em Macaé ou Volta Redonda o lucro não seria nem a metade.

  • ainda tem gente que apoia federação, como o jornalista carlos cereto e luciano calheiros, uma liga para salvar o futebol brasileiro, e os clubes tem que aprender a organizar seus jogos fora, o ex jogador roni esta ganhando dinheiro igual agua organizando esses jogos principalmente em brasilia cobrando ingressos fora do normal.

Comentários não são permitidos.