Ainda contestado, Guerrero tem boa média em 2016

Peruano tem oito gols em dezesseis partidas; prestígio com os rubro-negros permanece, porém cobrança ainda é grande, principalmente em clássicos

Com ou sem caô? Paolo Guerrero ainda não conseguiu mostrar tudo o que é capaz com a camisa do Flamengo e, por isso, não espantou a desconfiança de muitos rubro-negros após tanta euforia com sua chegada. O início foi fulminante: três gols nos três primeiros jogos. Mas depois, uma queda abrupta de produção e o ano de 2015 sendo encerrado com apenas quatro tentos em 20 partidas.

Em razão disso, a pressão sobre Guerrero foi maior que a esperada no começo desta temporada. Com todos os olhos e cornetas apontados para o centroavante, ele tratou de espantar a má fase com dois belos gols diante do Atlético-MG, no Mineirão, na estreia da Primeira Liga. Porém, o flamenguista não conseguiu manter uma sequência de confrontos balançando as redes e, portanto, as críticas continuaram aumentando por parte de alguns torcedores.

Então a dúvida: será que o atacante também não vai conseguir render em 2016? Se for para os números responderem, a resposta é positiva. O jogador esteve em campo em 16 oportunidades neste ano e marcou em oito ocasiões. Média de 0,5 por partida. Ou seja, a cada duas vezes que é escalado, o peruano faz pelo menos um gol.

No geral, a Nação segue prestigiando Paolo, ainda mais apoiada nas estatísticas. A parte mais crítica, contesta suas atuações em clássicos. Em duas aparições contra o Vasco, duas contra o Fluminense e uma diante de Botafogo, nesta temporada, foi apenas um gol. Fato é também, que, o comandado de Muricy Ramalho desperdiçou oportunidades claras de marcar. Mas, se o gol não sai sempre, Guerrero é um camisa 9 versátil, que sabe sair da área e consegue realizar assistências e prender a marcação.

A semana é decisiva para o Flamengo, que enfrenta o Confiança, pela Copa do Brasil, após ser derrotado no primeiro jogo e depois encara o Vasco, pela semifinal do Campeonato Carioca, buscando a vaga na final e espantar o mau momento diante do rival nos últimos duelos. É o momento perfeito para o gringo trazer a torcida para o seu lado de vez.

Confira abaixo os números de Guerrero em jogos oficiais em 2016:

Atlético-MG 0x2 Flamengo – Primeira Liga – Dois gols
Flamengo 1×1 Boavista – Campeonato Carioca – Um gol
Macaé 0x2 Flamengo – Campeonato Carioca- Nenhum gol
Portuguesa 0x5 Flamengo – Campeonato Carioca – Um gol
Vasco 1×0 Flamengo – Campeonato Carioca
Flamengo 1×0 América-MG – Primeira Liga – Nenhum gol
Fluminense 1×2 Flamengo – Campeonato Carioca – Um gol
Flamengo 5×0 Resende – Campeonato Carioca – Nenhum gol
Flamengo 1×1 Figueirense – Primeira Liga – Nenhum gol
Flamengo 1×0 Madureira – Campeonato Carioca – Nenhum gol
Confiança 1×0 Flamengo – Copa do Brasil
Flamengo 0x0 Fluminense – Campeonato Carioca
Flamengo 1×1 Vasco – Campeonato Carioca – Nenhum gol
Botafogo 2×2 Flamengo – Campeonato Carioca – Nenhum gol
Flamengo 3×0 Boavista – Campeonato Carioca – Um gol
Bangu 0x3 Flamengo – Campeonato Carioca – Um gol

A cobertura completa de tudo sobre o futebol brasileiro você confere nesta segunda-feira (18), às 19h e às 0h15, no Caderno de Esportes, às 20h30, no Jogando Em Casa, e às 22h30, no Noite dos Craques, no EIMAXX

Fonte: Esporte Interativo

Veja também

  • A média é ótima, a cada dois jogos é um gol, Guerrero está sendo cobrado não por fazer mais gols, e sim por estar perdendo os gols fáceis,(e assim vem sempre a cobrança do custo beneficio do atleta). Faltou destacar quantas assistência ele fez esse ano, pois além dos gols também é muito importante.

    • 4 se não me engano

Comentários não são permitidos.