Flamengo explica reclamações por ‘cansaço’ e garante atletas prontos para decisões

O Flamengo entra nesta semana com a sorte no primeiro semestre em jogo. Depois de duas semanas com folga no calendário, deixando a maratona de partidas que tanto gerou reclamações para trás, o Rubro-Negro chega para as duas partidas decisivas contra Confiança-SE e Vasco satisfeito com a preparação.

O Esporte Interativo conversou com o coordenador científico e de fisiologia do clube da Gávea, Daniel Gonçalves, que explicou o trabalho realizado e detalhou, também, os problemas que explicam as reclamações constantes de Muricy Ramalho quanto ao cansaço do elenco.

“Como a gente não tem o Maracanã, praticamente há viagem o tempo todo. Tivemos situações de ir para um jogo, chegar durante a semana, fazer um trabalho recuperativo na tarde de quinta-feira, na manhã de sexta e viajar de novo para jogar no sábado, às 16h. Isso atrapalha muito não só fisicamente. Também há o estresse mental”.

“Além dos parâmetros neuromusculares, há a fadiga central, mental, de neurotransmissores… A gente faz algumas avaliações para identificar todos esses tipos de fadiga e constatou que, com este período com dois jogos durante as semanas, os jogadores se encontravam, realmente, cansados. Agora, a gente conseguiu coloca-los em condições satisfatórias, para que eles consigam corresponder fisicamente e também mentalmente e cognitivamente”.

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
 

Gonçalves explicou que o problema não está apenas no desgaste dos atletas. Com as viagens e o número escasso de horas descansadas e de treinos, os jogadores perdem atributos importantes para o rendimento em campo: a força e a potência.

“São os aspectos de força e potência, situações importantes do atleta de futebol. Para treinar isso, você precisa ter disponibilidade, porque é concorrente ao jogo. Se você joga muito, não consegue fazer, pelo contrário. Com o jogo demasiadamente, além de não conseguir treinar, faz com que se perca força e potência. Além dos aspectos técnicos e táticos do Muricy”.

Apesar das reclamações, as notícias não são negativas para a torcida rubro-negra. Como citou o coordenador os jogadores do Flamengo estão aptos novamente para evitar a queda nas disputas dos dois títulos deste primeiro semestre: a Copa do Brasil e o Campeonato Carioca. O primeiro desafio será na quarta-feira (20), às 21h45 (de Brasília), no Raulino de Oliveira, diante do Confiança-SE, pela primeira fase da Copa do Brasil. Depois, no domingo (24), a semifinal diante do rival Vasco.

Fonte: Esporte Interativo

Veja também

  • Ué, vejo muitos aqui reclamando desses diagnósticos, eu pergunto a vcs: Pra que serve a modernização do CT com aparelhos médicos e físicos, se vcs querem ignorar os resultados? Vejam o que fizeram com o Éderson, vejam o Juan com toda a idade vendendo saúde, vejam o Guerrero, bichado o ano passado e hj 100%, todos querem o Flamengo com equipamentos de ponta, porém é preciso saber como funciona antes de criticar, é cada tipo de torcedor. SRN

  • Desculpas e mais desculpas …mas, e futebol mesmo, de verdade, qundo virá ?
    Eles irão usar essa desculpa o ano inteiro para tudo….isso será a muleta deles.

  • engraçado é que o Fluminense passou pela mesma maratona e lá ninguém fala nisso e eles ainda conseguiram se livrar do jogo de volta da Copa do Brasil, estão na final da Liga e com vantagem no Carioca com técnico recém chegado ….

    • Concordo plenamente com o que você disse, e assistindo a entrevista do Levir Culpi ele disse:” essas viagens não atrapalham tanto assim, é até bom que mais pessoas podem ver o fluminense jogar” e os jogadores conhecem outros lugares,..

      Também acho que é muito mimimi do treinador e dos jogadores….que querem conforto, tem é que jogar bola, e antes que eu me esqueça, ganhar do Vasco domingo é obrigação

  • Ufa então…..neurotransmissores….a que ponto chegamos para explicar corpo mole, vagabundice, MI MI MI de treinador vadio ex profissional, etc…etc…

Comentários não são permitidos.