Fla tenta recuperação contra o pressionado Figueirense

O Flamengo saiu do G-4 do Campeonato Brasileiro na rodada passada, mas terá a chance de encostar nos líderes da Série A neste domingo. No entanto, os rubro-negros vão até Florianópolis para enfrentar o Figueirense. Os donos da casa entram em campo pressionados por estarem próximos da zona de rebaixamento.

O Figueirense joga com a necessidade da vitória para não correr o risco de terminar a rodada na degola. Os catarinenses têm seis pontos, um acima da degola. O zagueiro Marquinhos sabe da importância de um triunfo para amenizar a pressão sobre o elenco e a comissão técnica.

“Uma vitória vai tirar toda essa pressão da gente. O principal é fazer uma bela partida no domingo e vencer. Temos que encarar cada partida como uma decisão e começar a ter uma regularidade dentro do campeonato”, disse.

O técnico Vinícius Eutrópio comemorou a semana livre para treinar. Com isso, ele pôde testar algumas mudanças. O comandante foi mais um a destacar que uma vitória sobre o Flamengo vai dar moral para a sequência da Série A.

“Essa semana foi de foco total, pois conseguimos treinar. Temos um grande adversário pela frente, no aniversário do clube, então, vai ser fantástico para fazermos um grande jogo”, declarou.

Em relação a escalação, Eutrópio manteve o mistério, mas só tem uma dúvida. O meia Carlos Alberto, que se recupera de lesão, pode iniciar entre os titulares na vaga de Bady. Já o atacante Lins ficará como opção no banco.

Pelo lado do Flamengo, a semana foi de novidades na defesa. O clube apresentou os zagueiros Rafael Vaz e Réver. Ambos já estão regularizados e, inclusive, podem formar a dupla titular no domingo. No entanto, o mais certo é que eles disputem um lugar ao lado do jovem Léo Duarte, já que César Martins está suspenso. O goleiro Alex Muralha minimizou uma possível escalação dos estreantes.

“Não acho arriscado escalar os dois juntos. São jogadores de muita experiência. Tanto o Rafael Vaz quanto o Réver só jogaram em times grandes. Quem jogar vai dar conta do recado tranquilamente”, falou.

or sinal, Alex Muralha vai encarar pela primeira vez seu ex-clube. O goleiro foi confirmado entre os titulares, pois Paulo Victor segue se recuperando de lesão e não foi liberado pelo departamento médico. Ele minimizou o fato de atuar contra o Figueirense.

“É meu trabalho e agora estou aqui defendendo o Flamengo da melhor maneira. Tenho grande respeito pelo Figueirense, fiz grandes amigos lá. Dentro de campo, quando começar o jogo, vou dar o melhor para sair com a vitória”, comentou.

Se na zaga ainda há mistério, no restante da escalação, o técnico interino Zé Ricardo deve repetir a base dos últimos jogos. Alan Patrick, que não participou do treino de sexta-feira, está confirmado. No ataque, a esperança segue com o jovem Felipe Vizeu.

622_7ea7c7dc-b54e-392d-88f2-7d7ed3919386[1]FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X FLAMENGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 12 de junho de 2016, domingo
Hora: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández, Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Ferrugem e Bady (Carlos Alberto); Dudu, Gustavo Ermel e Rafael Moura
Técnico: Vinícius Eutrópio

FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Réver (Rafael Vaz), Léo Duarte e Jorge; William Arão, Márcio Araújo, Everton e Alan Patrick; Fernandinho e Felipe Vizeu
Técnico: Zé Ricardo (interino)

Fonte: ESPN

Veja também