Rodrigo Caetano elogia Réver e diz que Fla ainda busca mais um zagueiro

O diretor de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, confirmou que o clube está perto de fechar a contratação do zagueiro Réver, por empréstimo ao Internacional, para fazer companhia a Rafael Vaz, apresentado nesta quarta-feira no Ninho do Urubu. O dirigente falou ainda que a expectativa é pela chegada de um zagueiro estrangeiro para completar o setor no Brasileiro, a partir do dia 20, quando a janela de transferências se abre.

– A gente segue em busca de mais opções para a zaga. César Martins termina o contrato esse mês. Íamos buscar mais um ou dois, não contávamos com a saída do Wallace. Aceleramos em busca de opções. O Réver é um ótimo nome. Mas ainda não posso cravar – afirmou Caetano.

Caetano defendeu a chegada de Réver pelo currículo e ignorou o histórico de lesões. O jogador ainda fará exames médicos no Rio e pode até ficar á disposição para domingo, contra o Figueirense.

– O fato dele não estar sendo aproveitado momentaneamente talvez seja porque eles tem uma ótima dupla. Lesões todos têm. Tem que fazer as avaliações e isso vai ser feito. Ele trabalhou comigo no Grêmio, eleito o melhor do campeonato, ganhou títulos importantes. Jogou na seleção e tem 31 anos. Tivemos saídas e temos que buscar alternativas – concluiu o executivo, reiterando a busca por um zagueiro estrangeiro.

– As coisas devem se encaminhar para isso. A janela abre dia 20, tem até lá para definir alguém de fora, se for viável, por questões financeiras.

 Fonte: Extra

Veja também

  • Os zagueiros no elenco, Juan, Vaz, Rever, Leo Duarte. Querem 5 zagueiros, agora vão buscar um alguem no mercado internacional, como o Hamburgo esta pensando em ter o Guerrero de volta e seu passe custará 25 mi, pega o Cléber desconta 10 mi, sobra 15 dá para trazer o Gustavo Bou. Se não quiserem liberar o Cleber, vai de Donatti.

  • De vez em quando eu acho que o problema do Flamengo é excesso de dinheiro pra gastar. Contratamos Juan (início do ano) e Rafael Vaz (agora). Está chegando o Réver. Ao meu ver, está bom, pois temos que dar condições da base treinar e jogar. Como que Leo Duarte e Rafael Dumas TREINARÃO se o time tem 4 zagueiros contratados pro ano? Sem treino, sem experiência.

    Igual ao meio campo e ao ataque. Cheio de jogadores talentosos da base e nós simplesmente os deixamos relegados ao 3o. plano.

    No Flor, por necessidade, base joga. Revelam jogadores todo ano. Custa ter um planejamento de aproveitamento da base no Flamengo? Isso ainda faz os gastos mensais do futebol serem reduzidos.

    • No Flor (e no Santos) não tem 20% da pressão que existe no Flamengo… O Zé Ricardo que era tão desejado para assumir o time principal, na primeira derrota (sem conhecer totalmente o elenco, enfrentando um time que é candidato ao título e que ao meu ver tem elenco superior, com a zaga cometendo erro tosco) está sendo massacrado por parte da torcida… É exatamente isso que fazem com os jovens jogadores se eles começam jogando mal.

      • Mac Mac, vc está certo, principalmente quando se refere ao Zé Ricardo. Só que eu não disse pros jovens serem titulares, eu comentei para eles serem reservas próximos de jogarem. Com 4 contratações nem nos coletivos eles participam. Sobre isso que estou reclamando. A mescla se faz fundamental.

        Nosso ataque é cheio de pontas com nível de reserva. Se forem p serem reservas, prefiro ter um número menor e ter mais jovens advindos da base, ao invés de emprestar para ganharem experiência. É um exemplo.

        • Não discordo de você… Especificamente no caso dos pontas por exemplo, eu acho que o Thiago Santos (só ví um jogo dele) se saiu muito bem.. Melhor que todos os nossos… Só que já tinham um planejamento (não estou questionando se o planejamento foi certo ou errado) de ter um elenco numeroso… Pelo visto decidiram manter…. Agora em relação aos jovens, a melhor chance que eles tem de serem de fato integrados é o Zé Ricardo se manter como técnico do time titular. Vamos ficar na torcida…. Como sempre!… SRN

        • Temos, Nixon, que é melhor que Gabriel e cia. Thiago santos, Cafu, Paquetá.

  • Caetano, não pense que isso irá resolver os nossos problemas tragam um zagueiro classe A, pq o Juan e o Rever irão desfalcar o time mais do que jogar.

    • Se eu entendi bem, a busca vai continuar… E tem que continuar…

    • Então…. mas quando n tiver o Juan tem o Réver… em tese o Léo Duarte e o Vaz tb estarão a disposição e ainda deve vir o Tóbio.
      Se o Tóbio vier acho q n vem mais ninguém… e na boa… acho q nem precisa.
      Dá pra resolver com esses aí…

      Minha duvida é a zaga titular será Léo Duarte e mais quem?

      • Leo Duarte de titular? Respeito as opniões, mas não vejo o Leo Duarte nem como primeiro reserva, pode ser um bom jogador no futuro, ate torço para ser para o mengão faturar algo, mas o vejo como mais um Frauches da vida, torço para estar enganado e queimar a lingua, mas nao vejo ele como um zagueiro de destaque no futuro, quisa titular hj.

        • Fabiano Santos, concordo em número, gênero e grau, pode ser que daqui a uns dois anos esteja preparado. Mas no momento não. Não tem físico e tempo de bola ainda. O Flamengo precisa de mais um zagueiro que venha para ser titular, pois provavelmente Juan e Rever ( que são bons devem se revezar no DM), ai a dupla seria um desses dois mais um gringo (de preferência) Lollo ou Cuesta. Abram o Cofre.

  • O Rever sim é um zagueiro de respeito… Ele fará uma bela dupla de zaga com o experientissimo Juan.

    • Dedé não.

  • Se o Caetano tivesse feito o trabalho dele na pré-temporada, (contratação de zagueiros) acho que poderíamos estar em um nível muito bom nesse momento, talvez nem Muricy tivesse passado mal do coração, visto que nos últimos anos a defesa do flamengo tem sido verdadeiro teste para cardíaco.

    • Não tinha grana pra todas as contratações, no final teve que escolher entre trazer mais um zagueiro ou o Cuéllar e foi o Muricy quem decidiu priorizar a vinda do volante e segurar pra trazer esse outro zagueiro pro Brasileiro. Em tese, uma zaga com Juan e Wallace seria suficiente pra disputar Carioca, Primeira Liga e as primeiras fases da Copa do Brasil, a questão é que o time não engrenou em momento algum, jogando com um buraco no meio-campo. Sistema defensivo não é só a zaga. SRN

      • bOaaa

    • Boaaa

Comentários não são permitidos.