Além de buraco, danos causados por fogos podem atrasar entrega do Maracanã

Outro problema pode atrasar a volta do futebol ao Maracanã. Além do buraco aberto no meio do gramado para a festa de Abertura dos Jogos Paralímpicos, em 7 de setembro – conforme o comentarista dos canais ESPN Mauro Cezar Pereira já havia revelado em seu blog no ESPN.com.br – danos causados durante a Olimpíada devem piorar a situação.

Foram dez minutos de queima de fogos de artifícios durante as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, disputados entre 5 e 21 de agosto.

Segundo a revista Veja publicou neste sábado, o governo já teria pedido ao Comitê Organizador mais dois meses de prazo para reparar os danos antes de devolver o estádio.

A princípio, o Comitê Rio 2016 tem até 30 de outubro para fazer a devolução do estádio ao consórcio encabeçado pela Odebrecht.

O desejo do Flamengo era voltar ao Maracanã para a partida contra o Cruzeiro, em 25 de setembro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do imbróglio, até mesmo o Fla-Flu, em 12 de outubro, pode não ser disputado lá, e sim no Edson Passos.

Fonte: ESPN

Veja também

  • Quanto mais esperam pelo Maracanã, mais se atrasam na solução do estádio próprio, nitidamente a melhor solução.

Comentários não são permitidos.