Fla atua nos bastidores para não ser prejudicado em campo

A liderança do Brasileiro não será mais disputada apenas em campo entre Palmeiras e Flamengo. O Rubro-negro declarou guerra nos bastidores e quer tratamento igual nas questões relativas à arbitragem e às datas das próximas rodadas.

Em função dos desfalques provocados pelas partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo, a diretoria vai solicitar à CBF o adiamento do clássico contra o Fluminense e pleitear o mesmo que o Palmeiras conseguiu diante do Cruzeiro: trocar a data do jogo do dia 12 de outubro para atuar no dia seguinte. O objetivo do clube é contar com a presença do goleiro Alex Muralha e do atacante Paolo Guerrero, convocados.

A irritação dos cartolas do Flamengo se deve à proximidade entre dirigentes do Palmeiras e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, conselheiro do clube paulista.

— A gente só quer que o presidente da CBF seja presidente da CBF, não conselheiro do Palmeiras — esbravejou um dirigente.

Outra demanda é a escolha de árbitros de mesmo nível e experiência para apitar as partidas dos dois clubes de agora em diante . O Palmeiras terá o inexperiente Caio Max Vieira, do Rio Grande do Norte, na partida de hoje contra o Coritiba, em São Paulo. Já o Flamengo enfrenta o Cruzeiro amanhã com Leandro Vuaden, do quadro da Fifa. Segundo os dirigentes rubro-negros, o árbitro tem um histórico ruim contra a equipe.

Já que os clubes arcam com o custo da arbitragem, por meio do borderô, o Flamengo defende que deveriam também gerir a profissionalização dos árbitros. O tema já chegou aos jogadores, que esperam condições iguais para assumir o topo.

— Não estamos satisfeitos. Temos tudo na rodada para assumir a liderança — destacou o capitão Réver.

Fonte: Extra

Veja também

  • Exatamente! Tem que brigar. O Flamengo é gigante e temos que nos impor. A fferj já está sentindo a força do mengão…tá chegando a hora dessa corrupta cbf sentir tb.

    • Pois é, Rique. É exatamente o que eu vinha falando, tem que ter um trabalho de bastidores para sermos tratados da mesma forma de outros clubes, principalmente os paulistas. Só que alguns aqui acham que se vc não concorda com alguma opinião, vc é anti ou outros adjetivos pejorativos. SRN

Comentários não são permitidos.