Fla mostra tranquilidade e Palmeiras se blinda por Jesus

Dois rivais diretos na briga pelo título, dois cenários distintos na preparação para a ‘final’ desta quarta-feira (14), às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque. Palmeiras e Flamengo se diferenciaram no clima apresentado e encontrado durante os dias de preparação para o decisivo duelo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na Academia de Futebol, blindagem e mistério. Depois de um empolgado desembarque na tarde da última segunda-feira – após o empate sem gols contra Grêmio -, quando dezenas de torcedores compareceram ao aeroporto de Congonhas, o Palmeiras se fechou.

Gabriel Jesus passou por exame na tarde de segunda, o qual constatou uma leve lesão muscular na coxa esquerda. Até esta quarta-feira, dia do duelo, o Palmeiras não se pronunciou oficialmente sobre as reais condições do artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro.

Nem durante a parte aberta do treinamento da última terça-feira Gabriel Jesus escapou da blindagem palmeirense. O atacante trabalhou em um campo anexo, atrás dos gramados principais da Academia de Futebol.

Seguranças se deslocaram para os fundos do centro de treinamento a fim de evitar qualquer imagem do treinamento do camisa 33, ainda dúvida para o confronto diante do Flamengo na arena palmeirense.

Toda esta estratégia de cautela é adotada à risca pelo elenco. Último entrevistado antes do confronto deste meio de semana, Gabriel fez coro à postura misteriosa promovida por Cuca e companhia.

“Pode ser que sim [que a dúvida atrapalhe o Flamengo]. (…) Cria uma dúvida do outro lado, mas deixo para eles esquentarem a cabeça”, comentou o camisa 18 palmeirense.

Em contrapartida à ponderação palmeirense, o Flamengo apresentou-se com um clima leve, alheio ao ‘tamanho’ da partida. Zé Ricardo não mudou o planejamento, manteve os treinos abertos e praticamente definiu a equipe para o jogo desta quarta-feira.

Internamente, este desapego é tratado como um facilitador. O Flamengo evita a pressão pelo resultado positivo, apesar de que só uma vitória em São Paulo elevará o clube ao topo do Campeonato Brasileiro ao final da 25ª rodada.

O clima leve e a falta de pressão, contudo, contrastam com a empolgação do torcedor. Mais de três mil pessoas compareceram ao aeroporto Santos Dumont no embarque da equipe; o ‘cheirinho’ tornou-se folclórico e ganhou ainda mais repercussão pelo comportamento dos fãs.

Nada disso, entretanto, atinge o elenco do atual vice-líder do Brasileirão. Até um empate no Allianz Parque é tratado como um bom resultado pelo Flamengo, que chega a São Paulo como o melhor visitante da Série A. Enquanto o lado verde se blinda, o rubro-negro aproveita cada instante com tranquilidade.

Fonte: UOL

Veja também