Maracanã passará por nova licitação

A novela da administração do Maracanã, finalmente, está com os dias contados, e o final vai ser exatamente como os clubes sonharam. Flamengo e Fluminense poderão se candidatar para gerir o estádio, como O GLOBO já havia adiantado em fevereiro. Na final da manhã desta sexta-feira, o Governo do Estado do Rio de Janeiro assinou um contrato com Fundação Getúlio Vargas para que seja feito o estudo de viabilidade econômica, base da nova licitação, com a participação dos clubes que devem fazer parceria com uma empresa privada. O novo consócio terá fazer parceria com outros clubes. O Maracanã não será exclusivo de um único time carioca.

A Maracanã S.A., que ainda não entregou formalmente sua desistência de administrar o estádio, terá de gerir as partidas de futebol com Flamengo e Fluminense, com quem ainda têm contrato, até que o novo processo licitatório esteja concluído. O consórcio, que tem Odebrecht como sócia majoritária, já concedeu uma carta ao Estado, autorizando a abertura da nova licitação. O processo de licitação costuma demorar cerca de seis meses.

Os termos, o custo e tempo de administração do novo contrato ainda estão sendo discutidos e serão conhecidos no próximo mês. O Comitê Rio-2016 têm até o final de outubro para desmontar a estrutura auxiliar que colocou no Maracanã para as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Até lá ele é responsável pela manutenção do estádio.

A nova licitação com a participação dos clubes deveria ter começado a ser tocada até abril deste ano, para que quando o estádio fosse devolvido pela Rio-2016, no final de outubro, o novo administrador fosse conhecido. Porém, o câncer do governador Luiz Fernando Pezão adiou as negociações, já que ele tratava do assunto pessoalmente. Com o governo estadual em dificuldades financeiras e a forte possibilidade do poder público ter que assumir e bancar o Maracanã com o final da Paralimpíada, o secretário da Casa Civil, Leonardo Espíndola, e do Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antonio Cabral, correram com a pauta para não assumir essa despesa onerosa.

A autorização da Odebrecht para que a nova licitação seja aberta ameniza o clima entre as partes e a quebra de contrato se encaminha para um acordo. A empreiteira não quer ter mais prejuízos e alega que o escopo da licitação foi quebrado, portanto, teria o direito de devolver o estádio ao Estado sem pagar nada. O Estado reconhece que a empresa teve perda quando não lhe foi permitido construir estacionamento e lojas nos terrenos ocupados pelo Parque Aquático Júlio de Lamare e no Estádio de Atletismo Célio de Barros, que não foram demolidos. Por isso, propôs a redução de R$ 594 milhões para R$ 121 milhões do investimento que o consórcio teria que fazer em obras, mantendo a mora de R$ 5,5 milhões por ano, durante 33 anos, pela exploração do Maracanã e do Maracanãzinho.

A Odebrecht exigiu, além disso, a revisão anual do contrato, com avaliação do equilíbrio financeiro do estádio (se é rentável financeiramente ou não). O governo não aceitou, e os dois lados travaram um impasse. Nenhum lado rompeu o contrato porque o governo queria que a Odebrecht desistisse do contrato, para não ter que pagar multa; e a Odebrecht espera que a rescisão parta do governo, para que a empresa receba de volta pelo menos o montante já investido no estádio (valor não divulgado).

Com uma nova empresa assumindo e a Odebrecht cumprindo o contrato é maior a chance de que ela saia sem ter que pagar nada e o governo sem ter que restituir ao concessionário.

Fonte: O Globo

Veja também

  • Só está estranho essa de “O Maracanã não será exclusivo de um único time carioca.”. Porque o Engenhão pode ficar só com o Botafogo e o Maracanã não pode ficar só com o Flamengo? Essa corja de políticos não dá ponto sem nó.

    • Entao vamos dividir com o olaria, deixa o flu pra lá

    • Se o flamengo assumir o consórcio sozinho pode ser exclusivo

  • Isso é apenas o primeiro passo…ainda precisamos ver como o edital será publicado…

    Não me surpreenderia se os termos do edital forem direcionados para beneficiarem uma ou outra empresa/entidade…. em se tratando de PMDB, Odebrecht e companhia, não podemos baixar a guarda.

    SRN

  • Chega a ser uma piada isso ter que dividir estádio com rival. kkkkkkkk

  • Quem tá com câncer é o próprio governo do Estado, com esse filhote do Sérgio Cabral chamado Marco Antônio com uma boquinha na secretaria de esporte e lazer.

    Vamos enxotar esse PMDB dos governos municipal e estadual, olha o tanto de sacanagem que esses caras já fizeram com a gente só com o Maracanã.

  • O ideal era o Flamengo fazer uma proposta de compra do Maracanã só para fuder com a vida desse governinho. Essa novela de comprar e ter que fazer parceria com os outros clubes é uma asneira, quem consegue fazer parceria com o Eurico Miranda?? Façam uma proposta de 1,5 Bilhão de reais para comprar em 20 anos, dá uns 75 milhões por ano, é melhor do que alugar e ficar refem de contratos sujos e mal arrumados. Se não quiserem vender pra gente que fiquem com o Mico, afinal sem a Nação essa porra não se paga. EBM não dê mole para esses caras….

    • Bom vamos lá 75 milhões por ano divido por 12 vai ficar 6,25 ae você soma mais uns 3 milhões de manutenção, total quais 10 milhões por mês com o estádio. Infelizmente o mengão não tem poder para tanto amigo, veja o exemplo do curica, ta fudido. O certo e fecha em parceria e dividir as despesas.

      • Só fez a conta dos custos, e o quanto o clube vai ganhar com placas, eventos, ST aumentado….facil de pagar parceiro…o do Corintians é diferente porque eles não fizeram o modelo antes do negocio, e ficaram a mercê do modelo do BNDES, e agora não tem caixa para tanto, sem contar o tanto de besteira que fizeram com o custo de operação do clube (pagando salarios extratosféricos) e etc. Parceria para comprar pode ser feita com o Flu, mas essa historia de obrigatoriamente ter que fechar parceria com os demais clubes não vai funcionar, imagina os empecilhos que o Eurico vai criar?? Só o ST e a publicidade das pagas pagaria mais da metade do custo do estádio…e com nossas dividas reduzindo e o faturamento aumentando seria pagavel e viavel.

        • Pra comprar o maracana que e um ente público seria preciso um processo licitatório, o que o governo esta fazendo e um processo de concessao no qual paga-se a bagatela de 5,5 milhões/ano, o que nao paga os juros do bnds com esta reforma a questao do maracana e o valor mensa de mamutencao e qual o valor real da mesma, alem de termos que saber o que significa esta história de clube nao ser exclusivo.

          • Ninguém disse que era fácil, mas não é impossível pois o Governo pode vender sim o patrimônio dele via licitação, e nesse caso o Mengão teria a preferência em qualquer parceria na licitação, porque sem a Nação o estádio não se paga. Só acho que essa novela de parceria com os outros clubes (eu acredito em parceria com o Flu) como Vasco e Botafogo não será fácil nem viável, pois na cabeça tacanha do Eurico Miranda melhor o Maracanã fechado que nas mãos do Flamengo e do Fluminense . O Melhor é assumir uma postura agora, e propor a compra só para azucrinar o Governo e aumentar a pressão, afinal o estado quebrou e será muito pressionado caso o Maracanã fique micado em suas mãos com manutenção a ser paga. Agora, o jogo é politico e quem tem cacife politico para esse jogo é o Mengão porque tem poder de alavancagem que nenhum outro tem, e é ponto pacifico no mercado que sem o Flamengo o estádio não se paga.

          • Como a materia nao deixou claro este acordo de uso nao exclusivo do maracana deixa brechas para so depois que o processo de concessão for aberto pra sabermos o que significa isto.
            Pode ser que este uso nao exclusivo seja que o flamengo deve assinar acordos para que tanto vasco botafogo e fluminense usem o maracana se assim pedirem e que o clube não pode recusar.
            Eu entendi desta maneira, ou que sendo o fluminense e o flamengo os principais interessados que o acordo tenha que ser entre os dois e mais uma empresa onde os custos são pagos de maneira , a renda de eventos igualitaria e de jogos de cada clube a renda e so do clube mandante enfim e aguardar pra ver a concessão pra sabermos o que significa, agora realmente fazer uma parceria quadrupla com vasco de Eurico e inviavel e duvido que seja este o pensamento.

        • Naming rights…

          Que empresa nao gostaria de ter o nome no maracanã?

          Só isso daria uns 25 milhões por ano.

      • O problema do Corinthians não é o custo de manutenção do estádio e sim o pagamento da dívida de sua construção. Se tivermos a oportunidade dever um estádio sem custo de construção , é fantástico!!!

      • Que exagero amigo!
        O Maracanã custou (ou custa) 1.2 bilhão de reais.
        Pegue esse valor e dívida por 35 anos, depois por 12 meses. Acho que não passa de 3 milhões mensais, fora os juros e correção monetária.
        Mas, mesmo assim, acho que não é viável comprar o Maracanã.
        Poderíamos fazer um moderno, grande e bonito com metade desse valor.
        Mas tem uns aqui que ficam “chiando” por causa da localização e dão apoio a governo corrupto. Assim fica complicado pressionar a diretoria pra fazer isso!

    • kkkk Era realmente sim melhor opção para todos.
      Em uma hipótese, o Flamengo se juntava a uns 3 bancos, arrumava os mais de 1 bilhão por emprestimo e comprava o Maracanã.
      Aí quem sabe depois uns 40 ou 50 anos terminaríamos de pagar a prazo. rsrs

  • Vixi, quem é que vai mesmo, “liderar” este processo?. Ah tá, e a “reforma”, e a “licitação” que houve anteriormente, que de tão direcionada, viciada, casuística, tendo inclusive denúncia de favorecimento, vai ficar impune?. Já vão fazer outra, com os mesmos personagens, enquanto o que houve na anterior ainda nem foi devidamente investigado?. O Maracanã há muito deixou de ser um “case” do mundo dos negócios, para tornar-se um “caso de polícia”.
    SRN

    • Concordo com você, isso é caso de investigação.
      Porém, como o FLA vai tentar a gestão do Maraca, qualquer vício na licitação pode ser impugnado. O Flamengo não agirá sozinho nessa, já há um grupo formado (especializado) esperando o edital. Dessa vez não há escapatória, pois quanto mais demorar para se resolver esse imbróglio, pior para os administradores atuais (Governo/ Odebrecht). O Gigante Acordou senhores… SRN

      • bom comentário, amigo. Mesmo que o edital tenha como cláusula a necessidade de que ao menos dois clubes participem junto à empresa candidata, teremos maior poder na negociação. Além disso, o Clube tem o pessoal necessário para acompanhar o processo licitatório desde a sua gênese e dificilmente o Governo ou Ferj conseguirão burlar leis neste momento. SRN

  • Cbf mostrando q vai nos atrapalha msm …o muralha foi convocado pra seleção

    • Pode crer…tô vendo aqui agora…temos que dar força pro PV na ausência do Muralha, não nos resta outra opção.

    • Já começou a manobra pra ajudar os porcos…

  • O Maracanã NUNCA será do Flamengo! Fato!

    Porém agora, ele pode ser um meio para que no futuro tenhamos o nosso estádio.

    Um bom contrato de uso do Maracanã irá alavancar o ST tornando o clube ainda mais forte. O clube poderá ainda arrecadar em publicidade, shows, etc…

    Resumindo: a curto prazo o Maracanã é excelente!
    A médio/longo prazo um estádio próprio, com as cores e a marca Flamengo tem de ser o nosso objetivo.

    • Concordo plenamente. A curto prazo o Flamengo tem duas saídas: Maracanã (que depende da licitação) e Engenhão (que depende do Botafogo). Com uma casa definida no R|J teremos a capacidade de alavancar outras receitas para, finalmente, pensar em estádio próprio.

  • Só pra esclarecer caso seja parceria: Fla,flu e parceiro(empresa). Se a despesa anual do estádio for de 60mill cada um deve pagar 20mill.

  • aleluia, finalmente entenderam que tem que ter um clube gerindo o estadio, e acordaram para vida e perceberam que o maracanã não e nada sem o flamengo.

  • agora é a hora do bandeira bater o pé, só entra na licitação se for pra gerir sozinho, faz um contrato com o Flu caso queira mandar os jogos lá e fim de papo, caso contrário nem entra na licitação deixa eles q se danem.

    • O Flu vai ser importante pra rachar as despesas.

    • Tem que ser os 3 meses assim os custo diminui e sobra mais grana para contratações.

  • Parceria: Flamengo-fluminense(e qualquer empresa), assim os custos mensais serão divididos entre os 3. Super apoio essa ideia.

    Obs: De acordo com a notícia não vai poder um único clube(flamengo) ser dono do estádio junto a um parceiro(empresa), dando a entender que o Fluminense também participará. Excelente notícia!

    • Não entendi assim… O Flamengo pode sozinho se associar a uma empresa mas obrigatoriamente terá que fechar acordos com os outros 3 clubes.
      Bem… Ainda não temos embasamento para tirar conclusões definitivas…

      • Outros 3 não, não pode ficar um único clube.

        • Jamais fluminense vai querer dividir os custos, afinal eles ganham bem menos.

          • Com certeza o fluminense não honrará a parte dele nos custos.

          • É só o flamengo amarrar bem o contrato.

          • Se der problema com o fluminense façamos uma “parceria para inglês ver” com um clube nanico só pra não falarem que é só o fla.

      • O pessoal parece que não acompanha o trabalho dessa diretoria. até parece que eles vão fazer alguma coisa que var ficar no prejuízo. Ser a diretoria fechar por que vai ser melhor para o mengão. Um coisa e certa não vamos precisar mandar carta para caixa para ficar um ano sem pagar o estádio como o curica e nem vamos ficar nessa guerra que o Grêmio e Palmeiras tem com seus parceiros.

  • Estádio próprio será possível com a adesão em massa ao ST, não vejo outro caminho…parcerias são demoradas e nem sempre fazem bem ao clube…(conflito de interesses), nossa torcida precisa abraçar a causa e aderir ao ST. Precisamos ser o parceiro tão sonhado do clube.

    • De fato, se uma arena de 3.500 demorou 3 ANOS imagina uma de 40.000. Prefiro o Maraca com 60 mil todo jogo!

  • Sinceramente, tomara que não de certo, não quero mais ver o flamengo dependente do Maracanã, da boa vontade de políticos, de outros clubes, da burocracia brasileira, etc.
    Se for pra ser, que seja feito um novo contrato de pouca duração, que dê mais liberdade e lucro ao Fla e que nosso time encaminhe logo um estádio próprio!!

    • Acho que você não leu a notícia, clubes e parceiro vão comandar igualmente o Estádio.

      1-cada clube (fla e flu) pagando sua parte da despesa e lucrando 100% com seus jogos

      2-o parceiro(empresa) deve explorar alguns espaços do clube como naming rights estacionamento e alimentação em troca do pagamento mensal de parte das despesas.

      • Nesse caso não tem Naming Rights….Maracanã já é o nome da arena e nunca será mudado…outros opções de marketing são viaveis mas a do Naming Rights não vai rolar…

    • Vou torce para da tudo certo, por que o estádio está pronto e depois do contrato assinado quem vai mandar vai ser o consórcio, Flamengo e Fluminense aonde os custo será dividido pelo os 3, Estadio bem localizado, tem a cara do Mengão, ser for fazer um novo vai demora uns 5 anos para ficar pronto somando licenças e obra, depois que pronto mais uns 5 anos para poder pagar e não temos condições pra isso no momento, veja o curica teve que mandar uma carta para a caixa por que não tem condições de pagar 5 milhões por mês mais dois de manutenção. Quando a divida do mengo estiver menor, faz um estadio de menor porte para manda jogos sem muito apelo. Essa diretoria sabe o que faz e o que e o melhor para o mengão.

      • Fora o seguinte ate parece que o estado vai faciltar pro flamengo fazer um estadio próprio.

        • O estado influi pouco na construção de um novo estádio, o ideal é buscar uma prefeitura que apoie, pois quase todas as licenças são de âmbito municipal….se tentarem construir em Caxias próximo a Brasil, Linha Vermelha e Dutra associado a um Shopping seria um mega empreendimento. Eu acho que essa licitação do Maracanã vai ser uma armadilha, e como gostamos tanto do Maraca corremos o risco de ficar presos ao mesmo. Basta lembrar de uma série de esqueletos nesse armário, tais como eventos do estado que na posição de outorga da concessão vai de alguma forma garantir tais direitos (basta ver o que está acontecendo agora com as Olimpiadas, e se tivermos Copa Americas, Panamericanos e etc), as cadeiras cativas que são um rolo antigo que nunca será resolvido pois as pessoas são donas daqueles lugares, as gratuidades (pouco a fazer mesmo no novo estadio), e o contrato do Fluminense com o consorcio…só lendo esses itens fico inclinado que a melhor ideia é construir outro estadio e deixar o Maracanã para quem o quiser…

          • Ja tinha lido esta sua ideia em outro comentário meu, esta ideia e boa mais tem alguns poréns.
            Primeiro jogar fora do rio o que caracteriza viagens querendo ou nao, Segundo vasco
            Terceiro: ai tem que ver qual prefeitura vai querer doar um terreno e se nao esta ligado ao Governo Estadual.
            Quarto Para o parceiro seria interessante fazer um estadio multi arena fora do rio? eles iram topar fazer algo onde a chance de outros eventos seria diminutas?

            Sobre parceria de um shopping etc ai seria dois empreendimentos e nao estamos em uma epoca de vacas gordas para ter pessoas com $$ investir tanto assim.
            Mais enfim e tudo para ser analisado se valer a pena a sua ideia otimo.
            Sobre o processo concessionário do maracana acredito que o flamengo nao assinara algo que seja maléfico ao clube sabemos que o custo mensal que a Odebrecht dizia era irreal (Mauro fez uma reportagem sobre isto), fora que o valor a ser pago para o ESTADO e uma piada, teriamos um estadio pronto para explorar todo seu potencial e com apenas um custo mensal real mais uma taxa de uso anual pequena bem diferente da arena corithians ou do gremio, e nao teriamos o problema de uso a la vonte do parceiro como no caso do palmeiras.
            Fora que na entrevista do Pracowick fica claro que ainda margem pro flaemngo fazer um estadio menor (onde quem sabe o flamengo use seus proprios recursos se vc pensar neste estadio menor pra daqui cinco anos)

            Uma coisa e certa bandeira sempre deixou claro que o primeiro pnsamento do flamengo e o maracanã e se haver algum problema onde o maracana possa virar uma bomba relogio o clube pulara fora e se tem algo que esta diretoria entende e de finanças e adminstraçao.

Comentários não são permitidos.