Rio ou Goiânia: local do Fla-Flu está entre Engenhão e Serra Dourada

O palco do clássico entre Fluminense e Flamengo, marcado para o dia 12 de outubro, pelo Brasileirão, deve ser ou o Engenhão, no Rio, ou o Serra Dourada, em Goiânia. Os dois clubes negociam entre si e com terceiros, como o ex-atacante Roni, cuja empresa comprou o direito de mando do Tricolor, e com o Botafogo, administrador do estádio carioca. A definição irá ocorrer, no máximo, até o começo da próxima semana.

No começo do campeonato, com a impossibilidade de atuar no Maracanã e no Engenhão, por conta da Rio 2016, a direção do Flu negociou o mando de seis jogos com Roni: os já realizados Corinthians (Brasília), Santos (Cariacica) e Atlético-MG (Edson Passos) além de os por disputar com Flamengo e São Paulo. A ideia inicial era de que, como o intervalo entre um e outro é de apenas três dias, sediá-los no mesmo local. Algo que, agora, poderá ser revisto.

– Serra Dourada e Engenhão são as opções, os dois têm chance. As conversas estão avançadas, mas ainda indefinidas – confirmou Roni.

O ex-atacante, aliás, já se reuniu com o Flamengo. O presidente Eduardo Bandeira de Melo gostou da alternativa de ir a Goiás:

– Serra Dourada é uma boa opção, temos muita torcida lá. Porém, o mando é do Fluminense. Só cabe a gente aguardar a decisão do mandante.

Roni tem encontro previsto com o presidente tricolor, Peter Siemsen – o clube, de acordo com a assessoria de imprensa, só irá se manifestar ao definir o assunto. O departamento de futebol aguarda as opções para poder opinar. Há preferência por ficar no Rio, evitando viagens. Pelo regulamento, o local deve ser escolhido 10 dias antes da partida – dia 2 de outubro, portanto. E o mandante precisa ter anuência do visitante para mandar o confronto em local diferente da sua sede.

O Flu necessita entrar em acordo com Roni, afinal, vendeu o mando do clássico. O Botafogo já recebeu de volta o Engenhão do Comitê Rio 2016. O clube não tem nenhum problema em negociar o aluguel do estádio a Roni ou ao Fluminense. Há litígio com o Flamengo, após a transferência do volante William Arão.

Fonte: Globo Esporte

Veja também

  • Com todo o respeito, mas não dá pra concordar em jogar em goiás buscando o título do campeonato.

    Flamengo é o único clube nacional mas não é hora de ficar itinerante, acho que ambos os clubes devem concordar em jogar num local mais próximo que não faça os jogadores se desgastarem com a viagem e o clima sempre abafado daquela região.

  • Escolha Dificel
    O pessoal de Goias não ve o flamengo e a quase 2 anos e ira ver so ano que vem com a possivel subida do atletico go para a 1 divisao

    Ja o caso do engenhao e a mesma coisa estamos a tempo sem ver o fla no rj

Comentários não são permitidos.