Sheik fala em “momento especial” e vê chance de renascer já no sábado

A surpreendente eliminação da Sul-Americana após derrota por 2 a 1 para o Palestino, em Cariacica, deu às entrevistas na zona mista do Estádio Kléber Andrade um clima de velório. Num local onde os 100% de aproveitamento proporcionavam sorrisos e presença maciça de torcedores, observou-se expressões fechadas. Sheik era mais um dos abatidos, mas o camisa 11, mesmo triste, admitiu que individualmente está feliz dentro do Flamengo. O motivo? Nas duas últimas semanas, entrou duas vezes e marcou um gol, contra o própria o Palestino. Para que a alegria seja geral, aponta a solução rápida: vencer o São Paulo, sábado, às 16h, no Morumbi.

– Estou bem. Vivo um momento especial, me preparei bem esse tempo que fiquei fora. Acho que as pessoas estão vendo isso. As poucas oportunidades que tenho tento aproveitar o máximo que posso. Inclusive durante os treinos. O Zé é um cara que olha muito os treinos. Sempre que posso mostrar, estou mostrando. A chance que tenho de entrar, tento dar o melhor. Eu sempre fui um cara de grupo, óbvio que quero jogar. Mas não tem como tirar algo positivo individualmente de uma competição em que o clube foi eliminado. Preferia estar de fora ainda com o clube classificado e tendo mais para frente a oportunidade. Chateado porque a gente entende que tem um melhor time. Saímos na frente nos primeiros 90 minutos. Aqui fomos surpreendidos. Mas o futebol no Brasil em menos de 72 horas te dá a oportunidade de construir uma nova história.

Sobre a derrota, Sheik não viu soberba nem salto alto por parte dos rubro-negros.

– Uma coisa que o Zé sempre chama atenção é para a gente permanecer com os pés no chão, focado e concentrado. Há respeito por qualquer equipe que por ventura a gente enfrente. Eu particularmente não percebi e não vi isso.

Confira outros tópicos do que disse Emerson Sheik:

Olho no Brasileiro

Hoje o vestiário ficou triste depois da eliminação. A gente sabe que o torcedor também ficou chateado. Mas sábado a gente tem que estar inteiro novamente com a cabeça voltada para o Campeonato Brasileiro. É uma competição em que a gente tem grandes possibilidades de buscar uma vaga na Libertadores do próximo ano e seguir na briga pelo título.

Ciente de que perdeu espaço

Eu venho me cuidando. Treinando muito. Talvez eu seja repetitivo, mas o grupo é qualificado e tem grandes jogadores. Tive uma lesão e acabei ficando um pouquinho para trás.

Busca por mais chances

Acredito que ele esteja olhando e vendo minha dedicação. Acho que todo mundo está vendo. Isso é importante e me motiva cada vez mais. Não posso perder a vontade de jogar, né? Quero jogar, assim como todo mundo quer. Mas a gente precisa respeitar algumas regrinhas, não sei se são regras. Decisões que precisam ser respeitadas. Assim como os atletas também. Mas ainda estou buscando espaço.

Consolo da eliminação: mais tempo para descansar

A diretoria investiu alto na contratação de jogadores e na manutenção da equipe. Com os jogadores que tem hoje, o Flamengo tem condições de disputar duas competições. Tanto que o Zé fez as mudanças que entendeu. Mas, com uma competição a menos, vai ter tempo para treinar e recuperar. A ideia inicial era permanecer nas duas competições.

Vexame?

Não acho que foi um vexame, até por conta da entrega. Jogamos contra uma equipe que entrou em campo com 11 atletas, e esses 11 atletas precisam ser respeitados. Por trás desses atletas tem um clube que também tem uma história. Eles também fizeram para merecer. Não vejo como vexame. Foi parte do esporte. Óbvio que deixa todos tristes. Jogando em casa, diante da nossa torcida e com o apoio deles, mas é futebol.

Viu o time muito cansado?

Eu não percebi isso, não. Por conta de ter ficado atrás do placar, o desgaste é maior naturalmente. Porque, além da corrida contra o tempo, teria que buscar os gols. Acho que o esforço em excesso acaba fadigando um pouco mais, mas o time fisicamente está bem. O Daniel (Gonçalves, preparador físico) vem fazendo um baita trabalho à frente da preparação física. Acho que não (vê o time desgastado).

Fonte: Globo Esporte

Veja também

  • Fez um gol que qualquer peladeiro faria e pronto….renasceu.

  • O vizeu não dá né gente, vende ele caro enquanto tem tempo por favor e o sheik tem que vazar logo!

  • Scheik, você já arrumou as malas?

    • Tem tda razao Almir. Vc sabe que falo isso ha um ano. O cara ta ha mais de um ano no Fla comendo dinheiro. Sempre que esteve em campo se notabilizou pela correria sem nexo/egoismo/displicencia/chinelinho depois de ir p banco. Ai retorna….faz um gol importante…(porem c grau de dificuldade -1)na partida de ida com o palestino… .errou td que tentou alem do gol e ja tinha otario querendo promove-lo a titular. Isso sem falar naquele discursinho cinico no final do jogo! Ontem idem!! Somou nda. Correu errado e mirou chutes na perna adversaria. Na boa vsf Sheik! O gol do carlos Eduardo em 2013 contra o cruzeiro foi mto mais importante e nao fez dele um craque…pelo contrario…jogador fraco que num momento de sorte fez gol importante. Sheik e um fanfarrao que tb num momento de sorte(e so olhar a jogada) fez gol importante e poderia aproveitar p encerrar a carreira. Que ze ricardo nao se iluda e que continue sendo reserva do reserva ate sumir do flamengo.

      • Pior é guerreiro!! Sheik pelo menos não chora igual a viado

  • Caiu em cariacica, o menguinho leva pica hahahahaha

  • Esse lixo vai voltar pro nosso time mesmo.
    Esqueçam hepta,com Sheik laranja podre o time do Muricy vai voltar

Comentários não são permitidos.