Advogado de Léo Moura diz que ação contra o Fla pode chegar a R$ 10 mi

Ao decidir acionar o Flamengo na Justiça do Trabalho, Léo Moura seguiu o mesmo caminho de outros dois ídolos do clube: Petkovic e Adriano, campeões brasileiros pelo Rubro-Negro junto com o lateral-direito em 2009. Hoje no Santa Cruz, Léo cobra via ação judicial um valor que pode chegar a R$ 10 milhões, segundo Leonardo Laporta Costa, advogado dele.

Na ação trabalhista que corre em segredo de justiça, o lateral, que disputou 519 partidas pelo clube, cobra o pagamento de horas extras, adicional noturno e direito de arena (televisão) no período de 2011 a 2015.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, Léo Moura se disse tranquilo com a decisão, que ele considera “extremamente difícil”. Disse também que teve de pensar no aspecto profissional e que não acredita que a relação com clube e torcida ficará estremecida. Nas redes sociais, no entanto, a reação tem sido outra. Léo Moura foi duramente criticado por rubro-negros. A reportagem fez contato com o advogado do jogador, Leonardo Laporta Costa, para saber exatamente o que move a ação.

– A gente está pedindo a diferença da ordem de 20% de antes da alteração da Lei 12.395 e 5% da diferença dos novos contratos, firmados depois da alteração. E um acréscimo reembolsatório pelo período de concentração, uma vez que no contrato do Léo Moura não foi estabelecido um adicional equivalente no respectivo regime de concentração. E também estamos pedindo o pagamento de hora extra e adicional noturno. É uma ação que pode chegar a R$ 10 milhões – afirmou o advogado.

Laporta explica que em 2011 houve uma mudança na Lei Pelé (nº 9.615/1998) em relação ao repasse do direito de arena (direito de televisão) aos jogadores. Os atletas, que recebiam 20%, passariam a receber 5% – o valor é pago pela detentora da transmissão ao Sindicato dos Atletas, que repassa aos jogadores de acordo com o número de vezes que cada um entra em campo. Em contrapartida, os clubes deveriam incluir nos contratos um adicional de concentração por horas trabalhadas dentro do regime de concentração. Um acréscimo na jornada de trabalho esportivo, que é de 44 horas semanais. Além disso, a lei de alteração (nº 12.395/2011) estabelece que o período de concentração não será maior do que três dias, o que não afasta a obrigação de pagamento de adicionais.

– O Flamengo diz no contrato do Léo Moura que no salário está incluído qualquer tipo de adicional. Mas isso, por lei, tem que ser estipulado. Então, é nulo. Como o contato do Léo Moura iniciou em janeiro de 2011, antes da mudança da lei, é direito adquirido – afirmou Laporta.

O advogado de Léo Moura também representou outros jogadores que acionaram o Flamengo na Justiça, entre eles Ronaldo Angelim, Kleberson, Toró, Marcelo Lomba e David Braz. Todos eles fizeram acordo com o clube. Há uma audiência marcada entre Flamengo e Léo Moura para o dia 29 de junho de 2017.

Fonte: Globo Esporte

  • Quem foi ao jogo de despedida do LM pode pedir na justiça que ele reembolse? Eu me sentiria lesado se tivesse gastado meu dinheiro pra homenageá-lo.

  • “O Flamengo diz no contrato do Léo Moura que no salário está incluído qualquer tipo de adicional. Mas isso, por lei, tem que ser estipulado. Então, é nulo”. Ou seja, ele buscou uma brecha no contrato pra tentar tirar proveito do clube.

  • A diferença de Leo Moura para esses dois jogadores que entraram na justiça contra o Fla é simples: NÓS tornamos o leo Moura idolo, era um jogador que vivia rodando e nunca foi um otimo jogador apenas razoável, ou alguém lembra de alguma virada inesquecível com Leo Moura como grande protagonista? Um gol aos 43 do segundo tempo? É Leo Moura você ta acabando com a idolatria que eu tinha a você.

  • A diretoria não deve um centavo para esse mercenário. É a primeira vez
    que vejo alguém cobrar concentração. Vai perder no campo e na justiça
    também. Duvido o juiz dar ganho para esse maluco.Sou mais Flávio
    Willeman e seu time jurídico

  • A diretoria não deve um centavo para esse mercenário. É a primeira vez que vejo alguém cobrar concentração. Vai perder no campo e na justiça também. Duvido o juiz dar ganho para esse maluco.Sou mais Flávio Willeman e seu departamento jurídico.

  • Poderia ficar na dele, se aposentar em um jogo festivo entre Santa e Flamengo, vestir pela ultima vez a camisa que o consagrou, mas não, quer ser mercenário, quer dinheiro né, ele só tem que lembrar que o Flamengo não é mais a bagunça de antes, estamos organizados e nosso departamento jurídico é de uma competência incrível.
    É Léo Moura, acho que no fim, vc vai sair é com uma mão na frente e outra atras. Melhor ainda seria uma ação contra vc por prejudicar a imagem do clube com falsas acusações, mas creio que isso não seja possivel. De resto, até nunca mais. E de preferencia, nunca fale o nome do Flamengo novamente, vc se tornou pra grande maioria dos torcedores uma Persona non Grata.

  • Eu nao esperava um jogador se rebaixar a tanto e ficar mendigando dízimos. Um Lateral Direito que jogou um futebol razoável se achar tanto assim. Só Odin pra enfiar uma espada no rabo dele e que saia pela boca por tanta blasfêmia.

  • O angelim tbm cobrou o direito de arena junto com esse advogado e ganharam sim..ganharam o q maria ganhou atras da minha porta.

  • “O Flamengo diz no contrato do Léo Moura que no salário está incluído qualquer tipo de adicional” – essa parte já diz tudo, ele assinou o contrato e com certeza contando com a presença de um advogado, agora aparece pra cobrar o Flamengo. Obrigado Léo por tudo o que fez em campo pelo Flamengo,agora, após o encerramento do processo, esqueça o Flamengo e vá viver sua vida longe do Mais Querido!!

  • Domingo vai ser mto “homenageado” pelos gritos da torcida. Só esperar….palhaço!

    • E o advogado dele vai querer abrir uma nova ação dizendo que por culpa do Flamengo a torcida passou 90 minutos gritando: “Êiêiêiê, Leo vai se fudê!”

      • Kkkkk! Capaz viu

Comentários não são permitidos.