Por dívida com o Fla, clube árabe pode ser excluído da Liga Asiática

Em dívida com o Flamengo desde 2014 pela transação do atacante Hernane, o Al Nassr sofre processo de exclusão da Liga dos Campeões da Ásia. A informação foi confirmada pelo Rubro-Negro na noite do último domingo (9) e o processo ainda corre na justiça desportiva. Quem explicou foi o diretor executivo jurídico do clube da Gávea, Bernardo Accioly.

“Com a decisão do CAS e a falta de pagamento, mesmo após a decisão, o Flamengo, através do Dr. Marcos Motta, solicitou à Federação Asiática e também à FIFA que iniciem procedimentos disciplinares para punir o Al Nassr pela falta de pagamento também na esfera desportiva. Tais procedimentos correrão paralelamente à execução do valor devido”.

Além da Federação Asiática, o clube árabe passa a ter processo disciplinar também na FIFA. As punições podem passar por perdas de pontos em campeonatos à exclusão de torneios internacionais, como a Liga dos Campeões asiática.

Em 2014, Hernane foi negociado com o clube da Arábia Saudita por 4,5 milhões de euros. Com a decisão em segunda instância da Corte Arbitral do Esporte (CAS), os árabes foram condenados a pagar 3,1 milhões de euros (cerca de R$ 11,1 milhões) pelas duas primeiras parcelas, de 2 milhões e 500 mil. Ainda corre na FIFA processo referente a última parcela, com os 2 milhões restantes. O Flamengo tem direito a multa de 15% e juros de 5% ao ano.

Fonte: Esporte Interativo

Veja também