Coluna do Torcedor: “Vamos falar sério: esse era o mais fácil Brasileiro de todos os tempos”

Podem até me chamar de modinha, de novo, por voltar a comentar as opções do Zé Ricardo. Para falar a verdade, eu critico de teimoso, porque, desde o último jogo da Copinha São Paulo, quando fomos campeões nos pênaltis, depois de jogar uma partida covarde, que só acreditava no campeonato por três motivos, que nada têm a ver com o “treinador”: a tradição da nossa camisa, a força da nossa torcida e a limitação dos adversários.

Sim, amigos e amigas rubro-negras, limitação, sim, porque nunca assisti a um campeonato brasileiro com times tão medíocres em campo. E, quando olhava o nosso banco, e via Donatti, Cuéllar, Mancuello, Vizeu, Sheik, Paquetá, Leandro Damião, enfim, via jogadores que seriam titulares em quaisquer outros times do campeonato, pensava: um treinador experiente, com esse plantel, seria campeão com certa facilidade.

E seríamos mesmo, se não cometêssemos a covardia de recuar e chamar para o nosso campo adversários que, aparentemente, já estavam batidos. Fizemos isso em vários jogos, culminando com a partida contra o Atlético Mineiro, que, por sinal, acaba de perder para o Coritiba por 2 x 0, sem que o técnico do Coxa tenha tirado o Kleber Gladiador ou outro atacante para “garantir” quando estava 1 x 0.

Mesmo com a covardia do nosso técnico, devemos conquistar, ao menos, uma das três vagas diretas para a Libertadores da América, alcançando, assim, a meta traçada pela diretoria no início do ano. E tenho certeza de que o elenco, se já é qualificado, o será ainda mais, com os sucessivos superávits alcançados.

Só espero que, se permanecer o Zé Ricardo para 2017, a diretoria tenha um papo reto com ele e explique o que é ser treinador do Flamengo, tipo “meu filho, a nossa torcida não é somente a maior do país, é, também, a mais otimista. Nossos times sempre têm de jogar tentando fazer mais gols, não tente trazer o time para a retranca, pois nossa torcida não deixa; você pode até perder o jogo, mas perca lutando pra vencer, nunca por covardia”.

Embora o Palmeiras também esteja jogando muito mal, infelizmente parece que não poderemos mais alcançá-lo e espero, sinceramente, que eu esteja errado. Mas, de uma coisa eu seu que estou certo: esse era o mais fácil Brasileiro de todos os tempos, mas nós não poderemos ganhá-lo se o treinador fecha a semana inteira de treinos para a imprensa e, quando chega o jogo, coloca em campo os mesmos jogadores e esquema que só conquistou três pontos em 12 disputados.

Mauro Veríssimo


Faça como o Mauro Veríssimo, envie também a sua coluna e veja seu texto publicado aqui neste espaço. Envie para torcedor@colunadoflamengo.com, que o avaliaremos e, se aprovado, será publicado na seção “Coluna do Torcedor”.

Veja também

  • Poderíamos ter ultrapassado o Palmeiras, infelizmente o time caiu de produção na reta final, e o técnico fez substituições equivocadas em alguns jogos… Mas acho que temos tudo para deslanchar em 2017!! Mauro, parabéns pelo artigo!!

    • Acertou, Ana.

      • Pegou as palavras?

        • Peguei, Ana. Abandona aquele site que só censura a gente.

          • Não dá, virou vício, kkk

          • Só fiz uma conta só para zoar o ismael, andré moraes e um tal de dente direto. aqui os antis são banidos, só uso o GE para rir dos antis.

  • Vou abrir uma exceção no meu retiro para, em primeiro lugar, parabenizar o Mauro pela coragem de dizer duas verdades que poucos disseram, dentre eles eu nos meus twittes: ZR surpreendeu-se ao ganhar a copinha todo borrado de medo durante TODO o jogo final (o qual eu vi direto) e, muito pior, conseguiu perder o Brasileiro mais fácil para nós desde o de 1983.

    Lamentavelmente, ao continuar a ler grande parte dos comentários em nosso site SATISFEITOS com a derrota sem luta de TODA a nossa equipe, na hora crucial em que os HOMENS se diferenciam dos MOLEQUES e dos FRACOS, voltarei para o meu silêncio, já que boa parte da NOVA TORCIDA do Mengão (é, esse é o nosso verdadeiro nome de guerra, modinhas do GE!!) torce por um clube que não é o mesmo que eu admiro há mais de meio século.

    • Assino junto.

  • Caro Mauro Verissimo, estou acompanhando o Coluna a alguns meses, lendo e assistindo pela Tv Coluna, todas as análises dos colunistas, que por sinal, de altíssimo nível. E hoje, após a habitual leitura, me deparo com essa sua análise que beira a insanidade, um absurdo! Em outras palavras, trazendo para o vocabulário “botequinês”, um monte de merda em um único post.
    Jogar no lixo todo trabalho de um técnico que chegou no meio da temporada, que jogou 90% do campeonato fora de casa, que, nitidamente, deu uma nova cara ao futebol medíocre jogado até então por um “treinador experiente”, como você se referiu, não tem o menor embasamento.
    Dizer que um treinador experiente, com esse plantel, com Donatti, Cuéllar, Mancuello, Vizeu, Sheik, Paquetá, Leandro Damião, seria campeão com “certa facilidade”. Que mundo que você vive?
    Sheik passou a temporada inteira mamando na teta do Flamengo, talvez isso justifique ele ter ficado acima do peso.
    Paquetá? O garoto mal disputou um jogo com o estádio “lotado” (final da copinha: 29.212 pagantes) e você acha que ele tem vaga em qualquer time do Brasil?
    Donatti entraria no lugar do Rever ou Vaz?

    Você também o chamou de covarde quando ele mexeu inúmeras vezes e o time conquistou a vitória?

    E para finalizar, esse técnico é o mesmo que conseguiu colocar o nosso LIMITADO time, com Pará, Marcio Araujo, Fernandinho, Everton, Gabriel, Alan Patrick, na segunda posição a quatro rodadas do fim.

    Respeito as opiniões de quem acha o Zé Ricardo inexperiente, que fez algumas cagadas em alguns jogos, concordo. Mas dizer que por causa dele não seremos campeões (#EUAINDAACREDITO), ou pior, que esse campeonato é o mais fácil de todos os tempos com o elenco que nós temos, só pode estra de sacanagem!

    Zé Ricardo foi uma grata surpresa nesse campeonato. Mostrou-se um cara sério e que conhece de futebol. Conseguiu após assumir o maior time do Brasil suportar a pressão onde TODOS diziam que brigaria no meio da tabela e que sá beliscar uma liberta. Conseguiu dar padrão tático ao time, onde em certos momento do campeonato, era o time que jogava mais bonito. Isso confirmado pela imprensa paulista. Esse ano só foi um pequeno aperitivo do que será o Flamengo a partir do próximo ano. Com as finanças equilibradas e dinheiro em caixa conseguiremos um time muito melhor e vamos brigar por tudo! (Ah, a única coisa que você tem razão).
    SRN

  • Mais fácil dos ultimos anos? Em 2009 tivemos 19 V 10 E e 9 D, esse ano somamos 18 V, 9 E e 7D ou seja, faltando 4 jogos já temos uma campanha parecida com 2009 a única diferença é que em 2009 o Palmeiras conseguiu a façanha de perder o título, esse ano eles não bobearam. Campeonato foi bem disputado e o Flamengo infelizmente tinha uma tabela complicada no final, isso já era o previsto. Ah, mas um “treinador experiente com esse plantel seria campeão” dizem alguns, realmente, o Atletico Mineiro tá aí pra mostrar isso…treinador experiente, plantel invejável e está em terceiro….

  • Inacreditável! Essa diretoria amadora, míope manter esse lixo como técnico!

  • Não concordo que foi o Brasileiro mais fácil de todos os tempos, há um exagero. Mas o Fla pode e deve melhorar o elenco para a libertadores 2017. E mais importante ainda é o nosso amigo ZR, que precisa evoluir muito também. O que mais me preocupa no Zé, é que ele num primeiro momento até conseguiu reunir os cacos e montar um time. Mas depois esse “bom” time se tornou previsível demais e aí o treinador começou a mostrar que ainda lhe falta maturidade, leitura de jogo, coragem….e por aí vai. Não consigo ser totalmente contra ele, mas ao mesmo tempo não confio. Enfim, agora é esperar e torcer para que o Fla esteja direto na fase de grupos da libertadores porque se fizermos péssimos jogos e cairmos para 4º, podemos ao menos repensar se de fato vale a pena ficar com ZR. SRN!

  • Mais fácil? Mais fácil foi o de 2011!

    Se fosse tão fácil assim poderíamos passar 10 jogos sem vencer e ainda disputar o título. Pelo contrário, o Palmeiras só perdeu um jogo em 15, como pode ser tão fácil?

    • O cara do texto disse que esse brasileiro poderia ser fácil, porque se o Flamengo vencece todos os jogos em que tinha a condição e a obrigação de vencer (Botafogo, são Paulo, internacional, chapecoense, Corinthians, fluminense, Sport, Figueirense, etc…) nós estaríamos disparados na liderança, independente da campanha do palmeiras. Infelizmente para isso acontecer é necessário que os melhores sejam escalados e que o time jogue pra ganhar, assim como foi mencionado no texto.
      Entendeu porque poderia ser fácil ?
      E o mais importante, entendeu quem nos tirou da briga pelo título por ser retranqueiro e frouxo ?

  • Só concordo com o primeiro trecho do texto: “Torcedor modinha”.
    Cara, basta analisar os fatos do ano inteiro e não apenas os tais 4 últimos jogos. Começo do ano o Flamengo com um técnico medalhão e experiente que bancou a permanência do Cirino quando a diretoria pretendia dispensa-lo. Fomos eliminados do Carioca ( nem faço questão). Copa do Brasil terrivelmente eliminados pelo fortaleza.
    Começou o Brasileiro o medalhão começou a reclamar das viagens e os jogadores entraram na onda. Todos nós começamos a pensar que seria mais um ano lutando pra não cair. Vieram reforços no meio do campeonato ( ao contrário das Peppas e Galinhas Mineiras que tinham elenco desde o ano passado) e nosso desempenho subiu justamente quando o Zé assumiu.
    Não sei se estranharam, mas o rendimento do time caiu justamente no final do campeonato, pode ser que a fadiga das viagens do ano inteiro esteja interferindo agora, mas o que quero dizer que o planejamento da diretoria era a vaga na Libertadores, sempre foi dito isso. Ano que vem podemos montar time para sermos campeões mas que a meta da diretoria foi alcançada foi sim.
    Não sou defensor do Zé, mas podem ir aos blogs de Palmeiras e Atlético e verão muitos torcedores criticando as escolhas erradas do Cuca e do Marcelo. Todos erram e não seria o Zé a exceção. SRN7

    • Perfeito! &;-D

  • Campeonato que tinha possibilidade de ser ganho por três times.

    Flamengo, atlético e Palmeiras.

    Venceu o time que tinha o melhor treinador.

    • Quase isso.
      Venceu o time que tinha um treinador com vontade de ser campeão.

  • “um treinador experiente, com esse plantel, seria campeão com certa facilidade”

    Discordo, dizer q o nosso time seria campeão com ” certa facilidade” dá a ideia de q temos o melhor elenco disparado do Brasil e q o problema foi só o técnico! Atlético Mineiro tem um elenco melhor do que o nosso e um treinador mais experiente, no entanto, se vc olhar a tabela, estão atrás! Palmeiras e Atlético tem um elenco um melhor do q o do fla então não dá para afirmar q um treinador X ou Z seria o suficiente para mudar o panorama atual!

    Eu não gosto do Zé Ricardo, acho q faz substituições patéticas e insiste em certos jogadores como Márcio Araújo, mas acho q no Geral ele fez um bom trabalho, pois conseguiu levar um time mediano a disputa do título por muitas rodadas. O texto tende a colocar a responsabilidade única e exclusivamente em cima do treinador e disso eu discordo.

    Por fim, peço a todos os colegas aqui do site que protestem na página oficial do flamengo contra a permanência de Márcio Araújo! Falei com um pai de santo e ele disse q quem fizer isso terá muito dinheiro e muita sorte na vida!

  • O Maraca está com Urucubaca!
    KKK
    Vamos voltar a jogar em Cariacica!
    KKK

  • Gostaria de ver o Levir Culpi treinando o Fla…
    Mandem o Zé Ruela fazer o cursinho de treinador na Europa e tragam o Levir que foi demitido do Flu…

    • Levir?Converse com um tricolor lúcido para ver as merdas que ele fazia, extremamente teimoso e ainda se baseia em conceitos antigos. Prefiro o Dorival, o Levir é muito mais teimoso que o Cristóvão Borges, só para ver o nível dele. Ele não duraria uma temporada aqui.

      • Dorival é excelente! Lembrando que ele estava muito bem no Fla no início do mandato do EBM e só saiu porque era caro demais e o Fla estava quase quebrado…
        Mas, não creio que ele saia do peixe…
        Dos que estão disponíveis, acho o Levir, agora desempregado, a melhor opção…
        Vale lembrar que o Flu, que já não tinha um elenco maravilhoso, dispensou alguns nomes importantes…
        Nenhum time que faz desmanche consegue um padrão de jogo em pouco tempo…

        Mas, entre o Levir e o Zé Ruela, ainda mais para disputar a Libertadores, sou mais o Levir…

        • Respeito a sua opinião, mas eu acho o Levir muito “maluco”. Quando ele sisma com uma coisa vai ser assim até o final, não interessa se vai dar merda, mas ele morre abraçado com a ideia. No Galo, não sei da onde ele tirou de por marcação alta durante os 90 minutos, até quando jogava fora de casa, jogou assim na libertadores e sofreu pra passar num grupo ridículo. Resultado: segunda pior defesa do campeonato brasileiro, só perdeu pro Joinville e eliminado nas oitavas da libertadores. No Fluminense, pareceu que ele enlouqueceu, melhorou o time, porém, no início, ele sismou que o time tinha que jogar no contra-ataque, depois voltou atrás e pôs um ritmo ofensivo no time, apartir daí acabou com o padrão. O time começou a jogar mal, mudava a escalação o tempo todo, o esquema e tirou o Scarpa do meio, onde ele rendia mais.

          Mil vezes o Zé do que o Levir. É impossível saber o que esperar de um time formado por ele.

  • Enquanto o Fla estava ganhando e estava
    pau a pau com o Porco eu já falava que o Zé Ruela era um técnico “Burro
    com sorte” e fui extremamente criticado…

    O cara
    conseguiu na base da sorte fazer com que Gabriel, Girino, Fernandinho
    naquela pior fase quando chegou fizessem gols salvadores e isso iludiu à
    nossa torcida otimista…

    Mas, passado àquela
    enorme sorte do Zé Ruela, o Fla voltou a normalidade de um time que
    sofre demais para fazer gols… principalmente por conta de um esquema
    que se preoculpa tanto em defender, que se não sabe atacar…

    Mas,
    o Zé Ruela tem seus méritos! Eu nunca vi, nem mesmo na época de Zico,
    um time tão aplicado ao esquema tático… E apesar de tudo, ele
    conseguiu manter o bom ambiente, mesmo com um elenco cheio de jogadores
    que se acham estrelas…

    Mas, eu gostaria de ver o Levir Culpi treinando o Fla…
    Mandem o Zé Ruela fazer o cursinho de treinador na Europa e tragam o Levir que foi demitido do Flu…

    • Estragou tudo no último parágrafo

  • Um dos comentários mais verdadeiros que eu li nessa coluna: “esse era o mais fácil Brasileiro de todos os tempos, mas nós não poderemos ganhá-lo se o treinador fecha a semana inteira de treinos para a imprensa e, quando chega o jogo, coloca em campo os mesmos jogadores e esquema que só conquistou três pontos em 12 disputados.”

  • Veríssima a sua coluna, MAURO!

    Mas, “entregaram uma FERRARI”(elenco do Flamengo) para um “motoqueiro de cinquentinha” pilotar – SÓ PODIA ACONTECER ISSO! Deixar de ganhar o título mais fácil dos últimos anos!!!!!!!

    Aquele abraço

    • Não vejo nem a Ferrari, nem o motoqueiro de cinquentinha. Tá passando em que canal esses jogos?

      • No SporTv 10 kkkkk

    • De qual Ferrari você está falando? Porque esse elenco fraco do flamengo é no máximo um Honda civic 2006.

    • Não temos uma Ferrari Douglas.

      Mas pra vencer o BR16 não precisava de uma.

    • Ferrari kkkkkkkk. O elenco é fraco assim como o ZR é como técnico

Comentários não são permitidos.