Época: “O Maracanã é viável sem o Flamengo e muito mais viável com o Flamengo”

A Odebrecht não quer mais o Maracanã. A empreiteira perdeu dinheiro com o estádio desde o início da concessão, em 2013, e hoje quer vendê-la para outra empresa ou outro consórcio para tirar o time de campo. Dois grupos apareceram como favoritos. De um lado, está a francesa Lagardére e a brasileira BWA – ambas formam a Luarenas e administram o Castelão, em Fortaleza, e o Independência, em Belo Horizonte. Do outro, está a CSM, amparada por uma aliança com o Flamengo e acordos para formar um grupo com a holandesa Amsterdam Arenas e a francesa GL Events. No intuito de entender qual será o futuro do estádio que sediou a final da Copa do Mundo de 2014 e custou mais de R$ 1,2 bilhão, dinheiro público, para ser reformado, ÉPOCA entrevistou executivos de ambos os lados. O que eles propõem para o Maraca?

A Lagardére é representada por Flávio Portella, brasileiro que ocupa o cargo de diretor de arenas para o Brasil e a América Latina. A companhia francesa preza pelo modelo que formulou para as outras 50 arenas esportivas que administra no resto do mundo: ela se ocupa da administração do estádio, mas fica por trás das cortinas, enquanto os clubes participam do resultado financeiro e atuam como protagonistas. Vai ser difícil botar a fórmula em prática no Maracanã. O Flamengo bate o pé há meses para participar efetivamente da gestão do estádio. Portella afirma, na entrevista a ÉPOCA, ter convicção de que a Lagardére convencerá o clube de maior torcida do país a mudar de ideia. “Sempre existe um preconceito, porque o mercado de arenas é novo e tem apenas dois anos, então alguns clubes têm medo, mas no curto prazo isso é vencido e a parceria funciona”, afirma o diretor da Lagardére.

ÉPOCA: A Lagardére negocia com a Odebrecht para assumir o Maracanã. Qual o plano?
Flávio Portella: A gente tem o interesse. A gente está no processo desde 2013. Participamos da licitação inicial, ficamos em segundo lugar e, desde lá, o Maracanã sempre esteve no nosso radar. Nosso core business é gestão de arenas. Com essa posição da Odebrecht de sair do negócio, logicamente voltamos a ter interesse. A ideia é assumir a concessão conforme as regras do contrato, tudo o que envolve uma concessão.

ÉPOCA: Digamos que fechem. A transferência da concessão envolve valores?
Flávio Portella: Não posso falar de detalhes, porque envolve confidencialidade, mas vou dar um resumo. É uma operação privada a princípio, porque a concessão é de uma empresa privada, então os dois privados definem um valor que pode ser zero ou um, e o governo, como verdadeiro dono do equipamento, dá anuência conforme as regras do edital. E aí passa por todo o processo do edital, que prevê qualificações técnicas e financeiras, como se fosse uma licitação nova. E aí com a anuência do governo você pode fechar e transferir.

ÉPOCA: As regras da licitação permanecem iguais?
Flávio Portella: As regras são as mesmas. Têm de atender às qualificações técnicas e financeiras exigidas em 2013, e o contrato de concessão permanece o mesmo conforme os aditivos que foram feitos no período, mas é o mesmo objeto.

ÉPOCA: A Odebrecht teve problemas porque a concessão previa estacionamento, shopping, mas o governo voltou atrás. O que sua empresa fará em relação a isso?
Flávio Portella: A gente vai atender às demandas do governo conforme o contrato exige. Não posso dar detalhes do plano de negócios, porque é muito longo, mas ele envolve as regras do contrato de concessão, os investimentos previstos, o retorno que o governo recebe por ter investido no equipamento.

ÉPOCA: Mas o estacionamento, o shopping…
Flávio Portella: Isso já saiu, não é? Tanto o parque aquático [Júlio Delamare] quanto o estádio de atletismo [Célio de Barros] continuam. Hoje já tem outro escopo. Vamos fazer novos investimentos, direcionados para outros fins, conforme o contrato de concessão.

ÉPOCA: Pergunto porque era uma parte importante do negócio da Odebrecht. Ela diz que não é capaz de fazer dinheiro sem isso. Como deixar o negócio em pé?
Flávio Portella: Nosso plano de negócio é muito amplo. Esse é nosso diferencial. Experiência de 20 anos de mercado, 50 arenas. Posso adiantar que vai ser um plano 360 graus que envolve, lógico, futebol como um dos principais ativos da arena, mas há grandes shows, eventos, feiras, a vida 24 por sete, museu, e assim vai. Vamos posicionar a arena na escala Brasil e na escala mundo. Colocá-la no mapa nacional e internacional.

ÉPOCA: A concessão prevê acordos com dois clubes. O acordo que o Fluminense tem com a Odebrecht foi herdado do jeito que é?
Flávio Portella: Ele é um contrato que está ativo. Podemos manter ou podemos melhorar. Depende das partes.

ÉPOCA: Os senhores já conversaram com o Fluminense?
Flávio Portella: Existem cláusulas de confidencialidade, então eu não posso entrar em detalhes, mas existe uma conversa em geral com os clubes.

ÉPOCA: Como os senhores preveem o relacionamento com os clubes? Vai ser no molde de hoje: dividir receitas e despesas, direitos e obrigações?
Flávio Portella: O que posso adiantar é que nossa experiência tanto com Brasil como fora é voltada em prol do clube. Nossas 50 arenas, todas têm um clube parceiro. Nossa filosofia é o clube focar no core business dele, o futebol, os jogadores, a estrutura, a base e não se preocupar com a gestão da arena em si. Não se preocupar com o ônus da arena, o custo da operação, mas participar do resultado. Só te falo que com certeza, isso passamos em todas as operações, sempre existe um preconceito inicial, porque o mercado de arenas é novo e tem apenas dois anos, então alguns clubes têm medo, mas no curto prazo isso é vencido e a parceria funciona. Todo mundo sai ganhando. O clube é protagonista dentro do palco.

ÉPOCA: Isso funciona  no resto do mundo?
Flávio Portella: Com o Borussia [Dortmund, da Alemanha], por exemplo, você não sabe quem é o operador da arena porque quem aparece na frente é o Borussia, mas a operação é nossa. A gente não é uma empresa que tem de estar na frente, mas atrás, dando suporte onde o clube não teria nem capacidade nem tempo de atuar.

ÉPOCA: Com o Flamengo a situação é mais complicada. O Flamengo gostaria de participar da administração e tem se posicionado publicamente contra a transferência da concessão. Os senhores conversaram com o Flamengo alguma vez?
Flávio Portella: Já tivemos conversas preliminares com eles lá atrás. O que a gente enxerga é um pouco de preconceito inicial, mas tenho certeza, e o pessoal que administra o Flamengo tem muita visão, capacidade técnica, de gestão mesmo, além do futebol em si, de que vamos achar um modelo ótimo para o clube. Que a conta feche, que vai melhorar. É uma questão de tempo. Tudo pode mudar. Não existe regra definitiva que não tem outro lado. Já enfrentamos em outros lugares e estamos acostumados com isso. No Brasil é muito novo, e tudo o que é muito novo fica mais complicado.

ÉPOCA: Se o Flamengo cumprir o que diz e não jogar no Maracanã , o negócio fica de pé?
Flávio Portella: O Maracanã é viável sem o Flamengo e é muito mais viável com o Flamengo. Sem dúvida. Não vou distorcer as coisas. Vamos ser transparentes.

ÉPOCA: A viabilidade do Maracanã é questionável. Ele é o estádio com as maiores receitas do país nos últimos anos, mas há prejuízos enormes. Os senhores conversaram com a Odebrecht?
Flávio Portella: Não vou entrar no mérito de como foi feita a gestão no passado. Eu sei que a gente tem o nosso modelo, estamos de olho no futuro, a conta fecha, e estamos usando uma planilha de células com toda a experiência desse grupo que está no mercado há décadas.

ÉPOCA: O senhor pode adiantar algo sobre o plano de negócios? Como farão dinheiro?
Flávio Portella: Não é o naming right, o estacionamento… É uma somatória de coisas e uma gestão de custo eficiente. Não dá para falar tudo em alguns minutos. A ideia é fazer uma gestão responsável. Temos uma empresa com experiência e força financeira para suportar tudo isso.

ÉPOCA: A Lagardére está pronta para alguns anos de prejuízo no início?
Flávio Portella: Aí falo como brasileiro. O brasileiro tem visão de curto prazo, eu sempre tive, e dentro desta multinacional aprendi a entender que a visão é de longo prazo. São 32 anos de concessão. Existe uma equação de investimentos, e isso faz parte. Se houver um tempo de prejuízo para criar o ativo, desenvolver… Existe uma curva. Não chamamos de prejuízo. Chamamos de investimento. Depois vamos entrar num cruzeiro mais estável. Temos de olhar para os 32 anos.

ÉPOCA: Em 32 anos Flamengo e Fluminense podem cumprir seus projetos particulares de construir estádios próprios. Os senhores consideram essa hipótese?
Flávio Portella: A gente considera, mas isso de construir estádio próprio virou moda. Se a parceria for sólida, se os clubes tiverem retorno, nem faz sentido o clube investir em estádio. Existem diversos modelos em que o clube participa da operação, contamina, e isso está atrapalhando o futebol. A gente considera, mas a gente acredita mais na parceria. O Maracanã do jeito que é, inserido na metrópole do Rio de Janeiro, não faz sentido sair construindo um monte de estádios. Tem de otimizar um onde vários clubes podem usar. Isso acontece muito na Europa e nos Estados Unidos e funciona muito bem. Você nem sabe que o clube não é operador do estádio porque ele participa do resultado, mas não tem de colocar dinheiro, ficar indo atrás de investidor, tirar dinheiro do jogador para pagar o estádio.

ÉPOCA: A Luarenas é uma união da Lagardére com a BWA. Como os senhores dividem as tarefas?
Flávio Portella: A Lagardére veio para o Brasil em 2014, adquiriu os ativos que a BWA tinha participação, absorveu o know-how, mas toda a filosofia, a estrutura, as práticas anticorrupção hoje são da Lagardére. Toda a prática da operação foi trazida de fora. A gestão tem a cara da Lagardére 100%. Não existe divisão de tarefas, mas uma regra única.

Rodrigo Capelo

Fonte: Época

Veja também

  • Então fique sem o Flamengo.

  • Matéria comprada.

  • Botafogo tem a concessão do Engenhão.Vasco tem São Januário.Se tanto Flamengo quanto Fluminense partirem pra construção de um estádio próprio, o Maracanã, futebolisticamente falando, vira um elefante branco. Vai se tornar um lugar como o Wembley em Londres, que só recebe eventos, jogos da seleção inglesa ou finais de Champions League.

    Sem os dois, só resta o estádio ser viável sediando finais de jogos on-line, eventos estilo Campus Party ou shows do Wesley Safadão.

  • se o fla fecha com esses mocorongos, vai ter 500 conto, no máximo, de lucro liquido por jogo. Sem contar q os caras tão com uma visão europeia do negocio, tão achando que vai ter estádio lotado todo jogo e ainda vão querer cobrar um absurdo pelo ingresso.

  • No Maracanã vai rolar até League Of Legends, menos futebol.

  • O cara não respondeu nenhuma pergunta mais profunda sob o argumento de “confidencialidade”… tá pagando pra ver…

    Só não pode o Flamengo dar pra trás….

    Quero ver ter show do Wesley Safadão e Anitta todo final de semana…. kkkkk

    SRN

    • Acho q eles nao tem tanto dinheiro pra lavar

  • Safadão vai cantar muito no maraca nos próximos anos…
    NA verdade amigos, maracanã já foi faz tempo, temos mais é que arrumar a Ilha e investir de vez no nosso estádio próprio nos próximos anos.

  • Sr.Portella e revista Época das organizações Globo, o Maracanã é totalmente inviável sem o Flamengo querem pagar para ver, boa sorte!

  • É claro q só de futebol ninguém mantem o maraca sem o MENGÃO, por isso, ficou claro, será a maior casa de shows do mundo kkkkkkkkkk MARACAmusic

  • Que otima matéria excelente matéria, estava doido pra ver uma matéria desse tipo muito bom, que entregue logo o maracanã a eles é líbero o estádio do flamengo vai ser show

  • O cara já fala como se tivesse ganhado a concessão já. Ta na cara que o governo vai entregar o estádio de bandeja pra eles.

    • Tmb acho. Ai não vão querer autorizar nenhuma obra do mengão.

  • Que se lasque o maracana, devenos ter nossa própria casa sem interferência de terceiros.

  • Nova casa de Show Maraca’S, venha curtir sua banda favorita, festejar com os amigos e se divertir a noite toda, temos camarotes exclusivos, pista de dança com grama da melhor qualidade, não perca essa oportunidade, pois isso aqui pode virar um supermercado mais rápido do que você imagina… . kkkkkk

    SRN #SefodeAíEntão

  • Um estádio iria impactar demais o lado financeiro nos próximos anos.

    Por isso espero que o Maracanã fique conosco os próximos anos. É a opção mais justa, o Maracanã com o Flamengo e Fluminense.

    Ter um estádio pequeno pra poder jogar contra os menores e os jogos grandes no Maracanã.

    • Cara mesmo que o Flamengo ficasse com o Maraca ( que nunca vai acontecer, infelizmente) queria sem parceira nenhuma com os flores, já mostraram que são uns covardes e não merecem nosso apoio, se quiser jogar vai ter que pagar o Fla e ponto.

    • Tb acho Ltom, mas com estádio próprio o transtorno passa e o benéficio fica.

  • Ser viável e ser lucrativo são coisas extremamente distintas. Sem o Flamengo, administrar o maracanã é viável, possível. Com o Flamengo, administrar o maraca se tornaria lucrativo.

  • Veremos…

  • “ÉPOCA: Em 32 anos Flamengo e Fluminense podem cumprir seus projetos particulares de construir estádios próprios. Os senhores consideram essa hipótese?

    Flávio Portella: A gente considera, mas isso de construir estádio próprio virou moda […] Existem diversos modelos em que o clube participa da operação, contamina, e isso está atrapalhando o futebol […] Tem de otimizar um(estádio) onde vários clubes podem usar…”

    Algumas das muitas merdas que esse cara falou, não vou nem colocar que ele chamou as decisões da nossa diretoria de “preconceito” e “medo”… um verdadeiro insulto ao profissionalismo da nossa gestão.

  • COLOCAR O MARACANÃ NO CENÁRIO NACIONAL E MUNDIAL ?????? ESSE CARA É LOUCO POR ACASO??? É ESSE TIPO SOCIO Q QUEREMOS COM O NOSSO MENGÃO?? ALGUEM ME FAÇA O FAVOR DE EXPLICAR PRA ESSE SUJEITO Q O MARACANÃ ESTÁ NO CENÁRIO NACIONAL E MUNDIAL DESDE SUA INAUGURAÇÃO EM 1950 COM A COPA E NO TOPO ATÉ HJ COM OS RECORDES DE MAIOR PUBLICO DA HISTORIA DE TDS OS TEMPOS !!!!! CALEM A BOCA DESSE FDP !!!!!

  • #EsqueceOMaraca

  • Adoro ler esse tipo de matéria!!!!Passou da hora do Flamengo ter sua casa, sua Arena..Esquece Maracanã….os Dirigentes hoje do Flamengo são péssimo no assunto futebol, mas nos outros assuntos, interesses do Flamengo são muito bons. Façam um acordo com uma construtora e construam um estádio para 40/45 mil pessoas.No Brasil atual não se tem mais condições de estádio para 50, 60 mil pessoas, temos que acompanhar o mundo a modernidade. Jogos como Flamengo x Bangu joga na Arena Ilha e jogos grandes na nossa casa.Não precisa vender a alma como os Gambás para ter estádio, tem outras maneiras, como o próprio Palmeiras fez e construir seu estádio.Se for realmente construir um estádio, utilizem a imagem do Zico e vão ao Japão que é facil trazer “Naming Nights” para o Flamengo.

    • Péssimos no assunto futebol??? Modinhas e corneteiros… Oh raça!

      • Há então são excelentes né ?

        • Erros fazem parte… Futebol não é uma ciência exata… Todos nós esperamos sempre um Flamengo vencedor, mas pegar um clube com 800 milhões em dívidas e reerguer o clube é para poucos… Acho w são mais acertos que erros no futebol… Temos CB e um carioca e agora o dept. De futebol ê um dos mais organizados do Brasil… Estamos em um caminho sem volta.

          • Amigos realmente futebol não é uma ciência exata. Concordo plenamente, porém esta diretoria está há 4 anos no poder. E no que diz ao futebol está na média das demais
            – 1 título nacional e 1,2 ou 3 Estaduais
            -2 anos lutando contra o rebaixamento e 1 ano uma boa campanha. No caso dessa diretoria foram 3 anos lutando contra o rebaixamento( 2013 quase rebaixado, Portuguesa salvou a gente/ 2014 nova luta, 2015 idem)
            Hoje nosso departamento de futebol esta organizado? Sim, contudo por causa das finanças. Essa diretoria foi a que mais contratou na historia do clube, 53 jogadores e 10 técnicos sendo 2 deste com mais de uma passagem pelo clube, e 3 técnicos suplentes. Isso tudo nessa gestão. Portanto uma momentânea 2 colocação não nos deixa como a melhor gestão no futebol também.

            Enfim amigo, temos que saber separar as coisas Finanças x Futebol.

          • Sim 4 anos no poder, mas sempre deixaram claro que o projeto deles era a longo prazo. Cometeram erros, o que é normal, mas o trabalho está dando certo, os frutos estão sendo colhidos. Veja a posição que o Flamengo terminou o BR de 2013 e compare a de agora; Veja o nível das contratações que fizeram em 2013 e compare as de agora. A tendência é só melhorar daqui pra frente. Portuguesa salvou o Flamengo ? P* que pariu…! Para de ser alienado, a Portuguesa não salvou ninguém, tanto ela quanto o Fla foram vítimas das falcatruas do STJD da CBF e do Fluminense. Acho que engraçado que você fala dessa gestão como se as anteriores fosse maravilhosas, como se, com as outras o Flamengo não brigasse todo ano contra o rebaixamento, como se, com as outras, o Flamengo não tivesse ficado quase 2 décadas sem ganhar um brasileirão, como se, com as outras, o Flamengo não tivesse a fama de caloteiro, como se as outras não afundasse o Flamengo em dívidas…

          • Só havia uma forma do Flamengo ter sido um grande campeão nesses quatro anos de EBM: fazendo loucuras com contratações absurda e sem ter como pagar, era isso que vcs queriam?

          • A verdade é que as pessoas confundem conceitos… Finanças e dept. Futebol não estão desassociados. Vc não tem como ser bem sucedido no futebol sem as finanças fortes… Essa época da bravata acabou… Contrato e amanhã, nós vemos no que vai dar… Foram 20 anos nessa batida e só fiasco e lutas contra rebaixamentos… A diretoria cometeu erros sim, mas alguns aspectos tem que ser analisados…. O Cirino era unanimidade e vários time o disputavam, mas chegou aqui e não performou… O Mugni mesma coisa… O Paulinho desistiu de ser jogador profissional… São muitas variáveis… A reflexão é muito maior que resultado… Nego fala em ambição e não tem a menor noção do que é gerir um clube como o Flamengo.

          • Amigo não fique equivocado. Leia novamente meu comentário anterior e raciocine antes de escrever besteiras. Como eu disse a melhor gestão do clube no que diz respeito as finanças, porém no quesito futebol está na média das demais.
            Outra coisa independente se foi falcatrua do Flu, CBF, STJD a portuguesa salvou o caso do Flamengo. Se não fosse ela estaríamos rebaixados, fato.
            Ficamos décadas sem ganhar um brasileiro, mas como disse: as vezes era uma copa do Brasil, copa dos campeões, Mercosul. Enfim 1 título importante e 2 ou 3 estaduais por presidência.
            Agora a mais importante de todas, aprenda a debater sem xingamentos. Pois isso aqui é um debate salutar onde cada um expõe sua opinião com os argumentos mais plausíveis o possível, conforme eu fiz. Fica a dica amigo

            SRN

          • Sergio, infelizmente tem torcedor que não enxerga o que esta a frente e para defenderem seus argumentos utilizam de tudo kkkk. Os caras não conseguem enxergar o óbvio, que o calcanhar de Aquiles do EBM é o futebol.Como falei da outra vez assim como essa Diretoria é totalmente sem ambição, vejo que muitos torcedores também são assim, simplesmente uma ida a Libertadores eles acham que o clube mudou de patamar.Como você falou em Finanças são ótimos e não tento ludibriar ninguém,porem no Futebol são pífios, amadores. Os caras não enxergam que se dependesse da nossa Diretoria Wallace ate hoje era capitão, bastou o tralha sair do Flamengo ele nem banco tem ficado no Grêmio, quem fica é o Fred.Não param para analisar, o que o Juan fez esse ano? E foi o primeiro a renovar kkkk, enfim erros e mais erros no Futebol, porem ano que vem, poderemos simplesmente economizarmos as palavras para eles: Eu avisei, Eu falei…Não torço contra não, torço para o Flamengo e muito e não sou torcedor de Presidente, jogador como muitos aqui são…kkkk essa é nova monte torcedor aqui de Dirigente.

          • Apenas copiei meu comentario feito para o Sarah Sergio pois penso que serve para debater com o seu também.

            “Eu e Milhões de Rubro Negros sabemos sim separar e, diga-se de passagem, melhor que uma minoria que só sabe reclamar e tentam a todo custo ridicularizar o trabalho dessa diretoria usando o futebol como argumento.
            Como contratar grandes jogadores pagando 50 milhoes/ano de dividas ? Qual o grande jogador que queira jogar em um clube que não tinha um CT que lhe dê condições de trabalho e muito menos um estádio pra chamar de casa ? Sem dizer que até 2 anos atras o CRF era conhecido no mundo todo como caloteiro, lembra ? Eu penso sim que está indo tudo muito bem com o Clube pois hoje já temos um dos melhores elencos do futebol Brasileiro, hoje temos um dos melhores CT da América Latina e, provavelmente, logo teremos 2 estádios para jodos de grande e médio público, tudo isso graças a essa diretoria que voce não gosta.
            O Flamengo do Futebol é o mesmo das finanças, do Basquete, da ginastica, do polo aquatico, enfim, não existe 2 Flamengos, até porque o Flamengo não é só futebol.
            Em resumo, a Diretoria está certissima em primeiro diminuir a divida e criar ótimas condições de trabalho para em futuro muito breve montar grandes equipes e brigar por grandes titulos. Temos que agradecer muito, todos os dias, pois o CRF está muito melhor, em tudo, que a 3 anos atras graças a essa Diretoria.”

          • Será que tem pessoas pra fazer melhor que esta diretoria ? Será mesmo que esses que estão a frente do CRF são péssimos de trabalho como alguns classificam aqui ? O que esta diretoria esta fazendo é um trabalho a longo prazo. Quase acabaram com o Flamengo por mais de 20 anos e agora exigir bons resultados com apenas 4 anos de trabalho, de restruturação, é algo bem sem noção.
            O CRF hoje está em uma posição muito melhor que vários clubes grandes e mesmo assim uma parte dos “torcedores” preferem criticar e jogar todo o trabalho no lixo.

          • Vamos lá amigo. Você está falando do Flamengo das finanças ou do Futebol??
            Se for das finanças concordo plenamente que essa é a melhor gestão de todas.
            Porém se for no futebol está na média das demais.
            Hoje em dia tem torcedor que não sabe separar as finanças do futebol. E acham que tudo vai indo a mil maravilhas.

          • Eu e Milhões de Rubro Negros sabemos sim separar e, diga-se de passagem, melhor que uma minoria que só sabe reclamar e tentam a todo custo ridicularizar o trabalho dessa diretoria usando o futebol como argumento.
            Como contratar grandes jogadores pagando 50 milhoes/ano de dividas ? Qual o grande jogador que queira jogar em um clube que não tinha um CT que lhe dê condições de trabalho e muito menos um estádio pra chamar de casa ? Sem dizer que até 2 anos atras o CRF era conhecido no mundo todo como caloteiro, lembra ? Eu penso sim que está indo tudo muito bem com o Clube pois hoje já temos um dos melhores elencos do futebol Brasileiro, hoje temos um dos melhores CT da América Latina e, provavelmente, logo teremos 2 estádios para jodos de grande e médio público, tudo isso graças a essa diretoria que voce não gosta.
            O Flamengo do Futebol é o mesmo das finanças, do Basquete, da ginastica, do polo aquatico, enfim, não existe 2 Flamengos, até porque o Flamengo não é só futebol.
            Em resumo, a Diretoria está certissima em primeiro diminuir a divida e criar ótimas condições de trabalho para em futuro muito breve montar grandes equipes e brigar por grandes titulos. Temos que agradecer muito, todos os dias, pois o CRF está muito melhor, em tudo, que a 3 anos atras graças a essa Diretoria.

          • Amigo em nenhum momento disse não gostar dessa diretoria. Reconheço e enalteço o trabalho dessa diretoria no que diz respeito as finanças. Torno a repetir no quesito Futebol essa diretoria está na média das demais. Falta mentalidade vencedora no quesito Futebol. E em nenhum momento pedi contratações de grande custos. Estou falando alguma inverdade?? Podemos contrat bons jogadores como o São Paulo fez no caso do W Nem, que veio de graça por um ano. Isso é só um exemplo.
            No demais não torço pra EBM, Zé Ricardo, ou diretoria. Torço pelo clube de Regatas Flamengo. E não são os meios( finanças) que justificam os fins( futebol). Pois comemorar balança patrimonial positiva é título para essa diretoria.

          • A diretoria fez sim boas contratações. Guerrero, Arão, Rever, Vaz, Muralha, Rodinei, Mancuello, Cuellar e Diego não são boas contratações ? Não estou conseguindo te entender pois, se com estes nomes aí a Diretoria não tem mentalidade vencedora, eu não sei mais o que é ter ambição pra vencer.
            Eu torço muito para que o trabalho do EBM, Zé Ricardo e toda Diretoria siga essa linha de trabalho, hoje implantada no clube, pois vejo que logo colheremos bons frutos. E pode ter certeza que se não tivermos uma estabilidade financeira, com tudo em dia, certinho, não teremos futebol de primeira e, sendo assim, muito menos títulos. E torno a repetir que sem dinheiro não tem como dar boas condiçoes de trabalho e, muito menos, contratar bons jogadores.

          • Amigo a maioria das contratações são jogadores com problemas médicos ou que eram reservas em outros times. Alguns deram certo, a maioria não. No caso do Diego ele quis vim jogar no Flamengo. Isso facilitou e muito a contratação. Não teria motivos de não contrata-lo. E quando contrataram o Guerrero, na época não tínhamos um 10 que fizesse a bola chegar no ataque. Se vc não sabe essa é a diretoria que mais contratou na história do clube. 53 jogadores em 4 anos. 10 técnicos, sendo 2 deles com mais de uma passagem e 3 suplentes. Enfim temos que reconhecer que resultados dentro de campo essa diretoria não fez nada de diferente das demais. É a realidade amigo. Contra fatos não há argumentos. Essa mesma diretoria que esse ano foi bem no brasileiro, mas nos 3 anos anteriores brigou pra não cair. Pow resultados em finanças são uma coisa, futebol outra. Não somos banco para ficarmos apenas comemorando planilhas de Excel. Creio que faltam títulos para coroar o trabalho dessa diretoria, não se contentar com vaga na libertadores. Porque isso só é pouco para o Flamengo. Isso é ter mentalidade vencedora. Vc acha mesmo que não dava pra gente chegar na final da sul americana ou na final da 1 liga? Enfim falta sim mais ambição no quesito futebol. No demais temos a melhor gestão financeira de clubes das Américas, isso é incontestável. Você pode me responder de novo e eu responderei novamente com argumentos pautados na realidade no que diz respeito ao Futebol. Torno a repetir no Futebol está diretoria está nas médias das demais. Pois uma 3 colocação não apaga as seguidas eliminações constantes que temos tido desde de 2014 em competições mata mata. Alguma delas vexaminonas.
            SRN

          • A cada resposta sua vejo claramente que voce não tem um minimo de noção de finanças, reestruturação e investimento a longo prazo. Pergunto novamente: Como montar grande time contratando bons jogadores sem dinheiro, sem ct, sem estrutura nenhuma ? É só essa resposta que gostaria de voce para que possamos pegar outra de linha de debate, pois estes seus argumentos não cabe para fazer julgamento de todo o trabalho realizado até agora. O que essa diretoria fez e continua fazendo muito bem é reestruturar o clube todo, dar ótimas condições de trabalho para todos e diminuir o máximo aquela divida monstruosa de 750 Milhões de 2013, para em 2017 / 2018 começar a colher os frutos de todo esse trabalho. Não se pode esculhambar um trabalho desse argumentando falta de títulos.
            O futebol está sim ligado diretamente a finanças. Não tem como negar isso pois, como se contrata um Conca sem dinheiro para pagar o salario dele ? Como Construir um CT de ponta sem dinheiro ? Como atrair bons parceiros/patrocinio com o nome sujo no mercado por não pagar as dividas ? Sendo assim, todo bom resultado nas finanças do CRF estampado nas planilhas do Excel tem sim que ser muito comemorado, pois vai dar possibilidades para se montar um time melhor a cada ano.
            Sobre a contratação de mais de 50 jogadores, varios técnicos e suplentes digo que era o que restava a fazer no momento. Qual a culpa da diretoria se os técnicos medalhões que passaram não conseguiram fazer o time jogar ? A mesma situação são os jogadores contratados que não deram certos no CRF. Como a diretoria iria saber que Luxemburgo, Muricy, Cirino, Gabriel, Damião e outros contratados iriam dar certo ou não ? Futebol é uma aposta ou, como o próprio nome já diz, é um jogo. Qualquer um pode acertar e também pode errar.
            O pior de tudo é que vejo que existe alguns torcedores como voce que só comemora titulos no futebol e se esquecendo, ou não querendo ver tipo “to nem aí” , das outras varias areas do clube.
            O trabalho esta´sendo feito e, diga se de passagem, muitissimo bem feito, pois já está chegando a hora de colher os frutos desse trabalho. O time desse ano já foi muito melhor e ano que vem tem tudo para ser melhor ainda e, como voce mesmo disse, contra fatos não há argumentos.
            Não é inteligente ficar se misturando com uma galera revoltada onde não veem nada de bom e só sabem criticar sem dar o devido valor a um trabalho desenvolvido. Vejo que voce é um rapaz muito inteligente mas parece que se deixou contaminar por uma meia duzia de comentaristas daqui da coluna onde os mesmos se esforçam para não ver a realidade do clube. Calma. Devagar. Vai sim chegar a hora que o CRF tera o time dos sonhos e os titulos tão esperados.
            Um dia após o outro. Um passso de cada vez.

          • Amigo entendo seu ponto de vista. Assim como ninguém me contaminou, tenho o meu ponto de vista.E meus argumentos são pautados na atual conjectura do clube. Sou um cara bastante autêntico e transparente. Como eu disse reconheço e enalteço todo o trabalho dessa diretoria no quesito Finanças. A melhor a história. Se alguém falar mal, serei o primeiro a defender. No quesito Futebol, queria poder fazer o mesmo. Mas os números por si só não mostram isso amigo. Se fizermos uma retrospectiva desse ano, fomos hexa, hexa eliminados infelizmente( carioca, 1 liga,copa do Brasil, Sulamericana, disputa de título e disputa do 2 lugar). Creio que pelo menos dava para ir ate a final da sulamericana, vide a chape. Falta algo a mais no futebol, enfim os erros dessa diretoria no futebol são superiores aos acertos. É claro que não somos obrigado a ser campeão de nada, ninguém é amigo. Mas nem o fraco Carioca conseguimos ganhar mais, ou a 1 Liga por exemplo. O trabalho esta muito bem sendo feito,concordo plenamente, mas nas finanças. Contudo como dizer isso se no futebol somos o rei das eliminações( Fortaleza, Palestino, 4 x 1 do atlético mg em 2014, vasco ano passado). Deixamos de ser protagonistas para virar coadjuvantes em competições mata mata. Recordo que as principais conquistas do nosso clube são oriundas do mata mata( 3 copa do Brasil, 5 brasileiros, Copa dos campeões, Copa Mercosul).
            Outro fator que se pode levar em conta é que esse campeonato o nível técnico não estava muito alto, pois os times de baixo tiveram desempenho pífios. Não foi só o Flamengo que bateu recorde de pontos corridos, Ponte Preta, Chapecoense e Atlético Pr também amigo.
            Agradeço muito por tudo que esta diretoria tem feito extra campo, mas infelizmente ela peca no quesito futebol. Como disse os erros são maiores que os acertos. Concordo que seria uma ano muito bom se pelo menos tivéssemos chegado na semifinal da copa do Brasil ou Sul americana.
            Amigo espero que tenha compreendido meu ponto de vista, pois como eu disse sou um cara bastante autêntico. Não me contento com apenas vaga na libertadores. Agora eis a questão: Você acha mesmo que chegaremos longe com esse ataul time na libertadores e copa do brasil?? Os outros times ano que vem vão vir muito mais fortes.
            Pra finalizar é muito bom ter um debate salutar com pessoas do seu nível, pois só agregam.
            Tmj SRN!!!

          • Na questão dos fatores extracampo a atual gestão está de parabéns pelos ótimos trabalhos. No futebol cometeram seus erros, mas agora com o clube bem mais estruturado só tendem a melhorar nos próximos anos.

            Vi vários erros argumentativos dos demais colegas por aqui. Os principais são criticar a diretoria no futebol sem propor uma solução e a outra é associar quem critica a diretoria atual às gestões passadas. Quanta arrogância e infantilidade! Ser corneteiro ou prepotente não contribui em nada pro debate. Isso só mostra que em termos de pensamento a torcida ainda tem muito o que evoluir. Não dá pra achar que fomos totalmente ruins na parte do futebol ou não aceitar críticas ao depto de futebol.

      • Quem é modinha ou corneteiro?São péssimos sim, esdrúxulos no que tangem Futebol. O que você ganhou esse ano? ano passado? Sabia que a folha salarial do seu time é a 3° mais cara do País e mesmo assim foi eliminado para Fortaleza, Palestino. Se gosta tanto leva Bandeira de Mello para sua casa.A esqueci você deve ser esse torcedor “conformadinho” que comemora vaga de Libertadores né? E outra o assunto aqui é Estádio e não contratação de jogadores ou montagem do elenco.

        • Parei no “esdrúxulos”!

          • Liga não Alex já cansei de ler asneiras aqui, esses caras não sabem nada de Flamengo.
            SRN

        • Se nossa folha é a 3° maior do país e estamos no 2° lugar do Campeonato Brasileiro mostra que existem diretorias piores que a nossa. SRN

        • Não é ser torcedor conformadinha, é não um corneteiro insignificante inútil e não entender que essa diretoria está reestruturando o clube. Pegaram o Fla a beira da falência tiraram leite de pedra e trouxeram ao torcedor perspectivas de um futuro melhor. Nos 3 primeiros anos da gestão passaram por muitas dificuldades, campanhas irregulares no BR. Já em 2016, Flamengo conseguiu fazer sua melhor campanha na era dos pts corridos, mesmo jogando fora do RJ. A tendência e só melhorar. Qualquer torcedor com senso crítico percebe isso. Deixaram claro desde o início que seria um projeto a longo prazo. Os frutos do trabalho estão sendo colhidos. No começo contratavam Vals e Diego Silvas da vida… Hoje, contratam Guerrero, Diego Ribas… Mas corneteiros inúteis só vêem o lado negativo das coisas, só sabem reclamar sem levar em conta as dificuldades que essa gestão enfrenta! Mas se não ta satisfeito, vote em Cleber Leite, Cacau Cota, Capitão Leo, Patricia Amorin para presidente… Esses vermes são a sua cara!

        • As direções antigas que atolaram o Flamengo na merda e o clube vivia de campeonato carioca. Essas sim eram boas.

        • A diretoria esta certissima em todos os quesitos de administração( Futebol, Financeiro, Patrimonio, Dividas, etc ). A diretoria fez um baita time, dentro das possibilidades financeiras do clube, e o time não ganhou: Que culpa tem a diretoria ??
          A diretoria esta empenhada em diminuir a as dividas, construir ct e dar boas condições de trabalho a todos os funcionarios do clube. Não podemos criar expectativas de grandes titulos em 2017 ou 2018 pois o Flamengo esta sendo preparado para 2019 em diante ser muito mais gigante do que sempre foi. Reveja de como era, em 2013, o clube e compare como está hoje.Nenhum clube no mundo consegue fazer as duas coisas ao menos tempo, ou seja, tirar o clube do buraco e ganhara titulos e titulos. Não dá. Um passo de cada vez, um dia após o outro.

      • Jovem, na parte futebolística o saldo desta diretoria é negativo, isso é claro e nítido para mim. Concordo com o amigo Tmenezes.

    • A posição do Flamengo é tranquila agora.

      Se não conseguir o Maracanã. Podemos construir isso estádio entre 40a50mil. Nesse espaço de tempo teremos a ilha até 22mil pessoas. Mais o Engenhão, mais o próprio Maracanã ( para libertadores ) fases finais.

      Podemos dar início à construção do estadio, e ainda continuar jogando no Maracanã, jogos decisivos….. só não iremos assinar nenhum documento impedindo de construir estádio e nem obrigando a jogar números de jogos X por ano.
      Essa nossa diretoria passa a confiança para os torcedores. Depois da entrega no CT, renovou mais ainda a confiança dos torcedores. Espero que a ilha fique linda, igual as arquibancadas de marechal Deodoro, mesma qualidade , e as cadeiras sejam rubronegras. Aquelas arquibancadas do Botafogo eram muito feias, velhas, não existia cadeira, enfim parecia que estávamos na epoca da Arena Petrobras a 15 anos atras

  • Se aguentou até agora, pode suportar mais. Os carecas devem ter um plano que na minha cabeça seria um estádio “baratinho” a no máximo 400 milhões R$ sem luxos ou exageros, com a arquibancada beirando na bunda do cobrador de escanteios.Ah…e com preços de ingressos camaradas.
    Nada dessas megalomanias de arena com todas as frescuras e elitismo.

    • sem dúvida, e se brincar com valores ainda melhores que estes que você sugeriu. A Lagardére conta que o Fla não vá para o plano de estádio próprio, que vá aceitar possível plano conjunto. Porém, pelo fato da Lagardére não ter procurado o Fla no início das negociações, de ter a BWA (ex Suderj) e a Ferj, pelo menos a gestão dos Blues não irá aceitar. E, no fundo, eles estão se borrando com isso….SRN

    • Esse é o meu sonho!
      E o Maracanã, enfiem onde quiserem!

  • O velho Maraca aonde o Fla teve seus grandes momentos já não existe mais. Esse Maracanã é outra coisa. Zico ao entrar nesse ovo Maracanã disse que estava em outro lugar, em nada lembrava o velo Maraca. Querem transformar a Arena em casa de Shows façam om proveito, isso qualquer um faz, agora futebol meu velho é outro papo e ai sem Flamengo é ferro ainda maior. Vamos ver. O Fla tem que assistir de camarote.
    Não sei o que o futuro reserva, mas hoje o Maracanã é inviável para o Fla, cheio de problemas, caro de mais. O Flamengo deveria partir para o seu Estádio. Divulgando os terrenos, falando sobre o assunto, em fim dando a resposta. Isso ajuda a pressionar. A CSM não vem a público falar nada? Tem que vir e mostrar o que tem. Só os Franceses se pronunciam…SRN.

    • estou muito tranquilo quanto ao assunto estádio.
      Explico:
      Se a empresa parceira do Flamengo ganhar a concorrência, o flamengo volta a atuar no estádio, em jogos maiores do que 20mil pessoas. Jogos menores, será na ilha, e depois passará a na Gávea reformada com capacidade até 20mil pessoas. ( mesmo tamanho de Cariacica )
      O Flamengo não precisaria investir mais de 500milhoes de reais, e correr o risco da sua dívidas voltarem a assombrar o clube.

      Plano 2:
      A empresa parceira perde.
      Continuariamos jogando na illha os jogos pequenos e depois na Gávea revitalizada para 19mil pessoas ( eu confio nessa diretoria de aprovar esse projeto real, com tamanho que provou ser competitivo para o Flamengo, 19 mil pessoas é a capacidade de Cariacica. Transformando em um caldeirão, outra coisa, no Rio o valor pode ser muito maior do que em Cariacica.
      Jogos maiores, temos o Engenhão sub-utilizado. O problema com botafogo é muito mais fácil de se resolver. No curto prazo 3 anos, poderíamos jogar lá, é uma vez por mês escolher outros estádios no Brasil, para reforçar as receitas e o sócio torcedor ( Manaus, Brasília ).
      E ainda podemos jogar no Maracanã, jogos decisivos ( libertadores, semi final e final da copa do brasil, e clássicos do brasileiro ).
      Nesse período de 3 anos, jogando na ilha, depois na Gávea, Engenhão, Manaus, Brasília, recife, e no próprio Maracanã. Nosso estádio para 40 a 50mil pessoas estará pronto.
      Enfim:
      Plano A: ILHA 20mil pessoas depois Arena Gávea 20mil pessoas. E Maracanã.
      Plano B: ILHA 20mil pessoas e depois Arena Gávea 20mil pessoas, e estádio próprio.

      Eu ainda prefiro o Maracanã, do que estádio próprio. Se assumíssemos o Maracanã, colocaria a geral atras dos Gols, traria as cadeiras mais próximas do campo. Transformando o Maracanã em caldeirão novamente.

      • Isso tudo eh muito bonito mas o flamengo precisa de um lugar onde ele jogue e ganhe. Nao adianta. Ficar perambulando eh otimo para as financas, para os torcedores que moram longe e etc. mas para o time fazer aquelas campanhas vencedoras, tem que ter aquele estadio que nego ja sabe ate o posicionamento pelas referencias do lugar. Isso só ocorre mantendo a casa.

    • kkk Esses caras estão blefando.

      Primeiro que o Fla já disse que não trata de negócios com esse grupo, são meio que inimigos no ramo, que não tem nem conversa com eles.

      Segundo, imagina se o Flamengo vai aceitar ser coadjuvante com a lagardere, fazendo igual a peppa e a wtorre, mudando jogos por conta de shows, pra depois jogar em um gramado todo esburacado.

      Tô pagando pra ver se o maracanã não ficar com o Fla, como é que esses caras vão se virar.

  • Eu ainda “não entendo”.
    Constroem com dinheiro público superfaturado e doam a empresas privadas.
    Empresas privadas quebram e… lá vai o poder público financiar a “reconstrução” com verbas gordissimas do BNDES, principalmente, e a juros de Papai Noel para os netos dos acionistas, donos ou o escambau dessas mesmas grandes empresas pagarem. Pagam mesmo?
    Aí recomeça a lenga-lenga que o Estado isso, Estado aquilo…Ciclo infinito.. Arre!!!

    • Além de construir essa jossa com o dinheiro do povo você queria que mantivesse esse estádio caríssimo com o dinheiro do povo?
      Até entendo sua revolta, mas a resposta é que simplesmente não devia ter construído esse elefante com o dinheiro público, o dinheiro gasto nesse estádio faria milagres se implantado em lugares que realmente necessitam. Mas infelizmente essa farra dos políticos e empresas que vemos hoje com o dinheiro público é resultado do nosso voto.

      • Claro que não. Nem era para ser construído, pô!
        A conta é simples:
        É para gerar lucro a empresas privadas? Então elas que arquem com todos os custos, assim simples.

        • É simples pra quem quer fazer bom uso do dinheiro público. Pra quem é ladrão e tá se lixando pro povo sempre existe um jeito de dar uma complicadinha. Essas parcerias público/privada no Brasil é só um meio de arrancar propina de alguma empresa disposta a pagar em troca da concessão de algo. Não é pra gerar lucro a empresas, é pra gerar lucro pra si próprio. Os políticos só aceitam assumir os fracassos das empresas porque essas empresas molham as mãos desses políticos que não estão nem aí se vão dar prejuízo ao estado ou lucro as empresas, eles só querem a propina deles e pronto, o povo que pague a conta.

  • Os franceses vão ter lucro com o sem o Flamengo .1 dia de show de algum artista internacional vai dar lucro para o mês inteiro .O Flamengo precisa é construir seu próprio estadio .

  • Os franceses vão quebrar a cara, o Flamengo não cedeu a pressão da globo pra assinar o carioca imagina ceder pra uns gringos sem a menor moral econômica com o clube. Preparem se para o Maracanã se tornar um palco de música, no futebol sem o Flamengo vai ter apenas prejuízo.

Comentários não são permitidos.